História do disco duro

Junho 2015

A história do disco duro

O primeiro disco duro foi inventado no início de 1956, a pedido da Força Aérea dos EUA , pela IBM. Trata-se do Ramac 305 (Random Access Method of Accounting and Control), um conjunto de 50 discos de alumínio de 61 centímetros de diâmetro, girando a 3600 rotações por minuto e cobertas de uma fina camada magnética, permitindo armazenar um total de 5 milhões de caracteres (5 megabytes). Este disco propunha uma taxa de transferência de 8.8 Ko/s e pesava mais de uma tonelada! A 10 de fevereiro de 1954 o disco duro baptizado Ramac 305 pôde ler e escrever sucessivamente dados, o que foi uma estreia nosos periféricos de armazenamento de acessos directo (em inglêsDirect Access Storage Devices ou DASD).

Em 1962, a IBM introduz o modelo 1301 que propõe uma capacidade de 28 Mo com uma taxa de transferência e uma densidade de superfície 10 vezes superiores aos do RAMAC 305 e uma distância entre as cabeças e a superfície do disco que passa de 20.32 µm à 6.35 µm.

Assim, a partir de 1962, vários fabricantes começaram a comercializar tais discos duros.

Em 1965, a IBM comercializou o modelo 2310, cuja particularidade era possuir uma parte amovível.

O modelo 2314 comercializado em 1966 estava equipado com cabeças de leitura de ferrite (óxido de ferro).
Em 1973, a IBM lançou o Winchester 3340, um disco duro cuja cabeça de leitura estava por cima de um filme de ar com uma espessura de apenas 0.43 µm. A sua capacidade acrescida em relação ao RAMAC, bem como a sua dimensão e o seu peso reduzidos, fizeram deste disco o novo standard de periférico de armazenamento de acesso directo. Foi a sua capacidade de 30 de Mo que lhe valeu o apelido de 30-30 e por conseguinte “Winchester” (o nome da famosa carabina 30-30).

O primeiro leitor de discos duros de 5 polegadas um quarto verá o dia em 1980, desenvolvido pela firma Seagate.

O nascimento do interface SCSI

A partir de 1979, a companhia Shugart Associates, fundada por Alan F. Shugart (um antigo chefe de produto da firma IBM), criou uma conexão paralela que permitia ligar discos duros a computadores de tipo PC e nomeia esta tecnologia SASI (Shugart Associates Standard Interface). Este interface tornar-se-á no SCSI em 1982 e será estandardizado pelo ANSI (American National Standards Institute) em 1986.

O nascimento da disquete

Em 1967, o primeiro leitor de disquetes “flexíveis” (em inglês floppy disk) é criado pela IBM.

Em Agosto de 1976, Shugart anuncia o primeiro leitor de disquetes de 5 polegadas 1/4 (5.25 polegadas) com o preço de 390 $.

Em Junho de 1982, é a vez da Sony apresentar um novo formato de disquetes: as disquetes 3 " 1/2 (três polegadas e meio).

Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Historia-do-disco-duro .pdf

Veja também


History of the hard drive
History of the hard drive
Historia del disco duro
Historia del disco duro
Geschichte der Festplatte
Geschichte der Festplatte
Histoire du disque dur
Histoire du disque dur
Storia del disco rigido
Storia del disco rigido
Este documento, intitulado « História do disco duro »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.