Intranet - Instalação do DNS

Agosto 2017

Pacotes necessários para a instalação

Um DNS (servidor de nomes) é um servidor que permite associar um nome aos endereços IP dos computadores da rede. Para instalar tal servidor, é necessário instalar bind e named. Pode-se fazer o download destes sob a forma de ficheiro RPM (no caso do Mandrake, trata-se de bind-8.2.2P5-1mdk.i586.rpm e nameserver-6.0-3mdk.noarch.rpm, para outros distribuições é possível fazer o download em http://www.freshmeat.net ou http://fr.rpmfind.net/linux/RPM/)

O servidor tuxserveur (de endereço IP 192.168.1.1) vai ser configurado como servidor de nomes, para permitir aos clientes (uma máquina que funciona sob Linux de endereço IP 192.168.1.20 e uma que funciona sob Windows de endereço IP 192.168.1.30 - a máscara de subrede é 255.255.255.0) aceder aos diferentes serviços que têm pseudónimos seguintes:

  • servidor web : www.tuxdomaine
  • servidor SMTP : smtp.tuxdomaine
  • servidor POP : pop.tuxdomaine
  • servidor de News : news.tuxdomaine

Instalação dos pacotes

Ainstalação dos conjuntos sob a forma de RPM é muito simples. Basta digitar os seguintes comandos:

rpm -ivh bind-8.2.2P5-1mdk.i586.rpm  
rpm -ivh caching-nameserver-6.0-3mdk.noarch.rpm

Preliminar

Antes de proceder à configuração do servidor de nome, tem de editar o ficheiro /etc/resolv.conf a fim de declarar o nome de domínio da sua escolha (nós escolhemos "tuxdomaine") e declarar a máquina local (graças ao endereço IP de circuito local - 127.0.0.1) como servidor de nome.

É necessário, então, garantir a presença das linhas seguintes no ficheiro /etc/resolv.conf :

domain tuxdomaine 
nameserver 127.0.0.1

Adição do domínio

Após ter instalado bind e named, é possível atribuir o nome de domínio tuxdomain editando o ficheiro /etc/named.conf :

options { 
directory "/var/named";

};

//
//Declaração da zona para a resolução oposta
//
zone "0.0.127.in-addr.arpa" {
type master;

file "named.local";

};

zone "1.168.192.in-addr.arpa" {
notify no;

type master;

file "tuxdomaine.rev
";

};</gras>

//
// Declaração para a resolução de nome do domínio
//

zone "tuxdomaine" {
notify no;

type master;

file "tuxdomaine"
;

}


A primeira parte serve para a resolução oposta, quer dizer, para permitir encontrar o nome de um computador a partir do seu endereço IP.

Criação dos ficheiros de zona

Altere seguidamente o ficheiro named.local que se encontra no directório /var/named:

@    IN   SOA  tuxserveur.tuxdomaine. 
root.tuxserveur.tuxdomaine.


(
1997022700 ; Serial
28800 ; Refresh
14400 ; Retry
3600000 ; Expire
86400 ) ; Minimum
IN NS tuxserveur.tuxdomaine.
1 IN PTR localhost.


Por último, crie no directório /var/named um ficheiro tuxdomaine que contém:

@    IN   SOA  tuxserveur.tuxdomaine. 
root.tuxserveur.tuxdomaine.


(
1997022700 ; Serial
28800 ; Refresh
14400 ; Retry
3600000 ; Expire
86400 ) ; Minimum

TXT "Serveur DNS primaire"

NS tuxserveur

NS tuxserveur.tuxdomaine.

MX 10 tuxserveur

MX 20 tuxserveur.tuxdomaine.

localhost A 127.0.0.1

tuxserveur A 192.168.1.1

www CNAME tuxserveur

smtp CNAME tuxserveur

pop CNAME tuxserveur

news CNAME tuxserveur

tux A 192.168.1.20

win A 192.168.1.30

...


MX permite especificar o nome do servidor SMTP. Aqui, o nosso servidor tuxserveur aloja todos os serviços.

Para a resolução oposta, é necessário criar um ficheiro designado tuxdomaine.rev em /var/named que contém a tabela de resolução oposta :

@    IN   SOA  tuxserveur.tuxdomaine. 
root.tuxserveur.tuxdomaine.


(

1997022700 ; Serial
28800 ; Refresh
14400 ; Retry
3600000 ; Expire
86400 ) ; Minimum

IN NS tuxserveur.tuxdomaine.

1 IN PTR tuxserveur.tuxdomaine.

20 IN PTR tux.tuxdomaine.

30 IN PTR win.tuxdomaine.

...

Arranque do DNS

O demon named (um demon é uma aplicação que funciona em permanência em segundo plano) pode ser lançado manualmente com o comando:

/etc/rc.d/init.d/named start

Para que o demon named seja iniciado automaticamente aquando do arranque da sua máquina, é útil criar relações graças aos comandos:
chkconfig --level 345 named on 
chkconfig --level 0126 named off


Para efectuar os testes de bom funcionamento, é aconselhável “pingar” outras máquinas da rede graças ao comando:

ping tux



[mailto:linuxdoc@free.fr Michel Maudet]

Veja também


Intranet - Installing a DNS
Intranet - Installing a DNS
Intranet - Instalación de un DNS
Intranet - Instalación de un DNS
Intranet - Installation du DNS
Intranet - Installation du DNS
Intranet - Installazione di DNS
Intranet - Installazione di DNS
Última modificação: 3 de julho de 2017 às 14:50 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Intranet - Instalação do DNS', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.