Tubo de raio catódico (CRT)

Junho 2017


A tela catódico

Os monitores ou telas de computador são, na maior parte do tempo, catódicos (notados CRT, que quer dizer, cathode ray tube), ou seja têm um tubo de vidro vazio no qual um canhão de eletrodos emite um fluxo de dirigidos por um campo elétrico para uma tela coberto de pequenos elementos fosforescentes.

O canhão de eletrodos é constituído por um cátodo, ou seja, um eletrodos metálico carregado negativamente, de um ou vários ânodos (anódio ou anodo, eletrodos carregados positivamente). O cátodo emite eletrodos atraídos pelo ânodo. O ânodo age assim como um acelerador e um concentrador para os eletrodos a fim de constituir um fluxo de eletrodos dirigido para a tela.

Um campo magnético é encarregado de desviar os eletrodos da esquerda para a direita e de baixo para cima. É criado graças a duas bobines X e Y sob tensão (chamados defletores) que servem respectivamente para desviar o fluxo horizontal e verticalmente. Ativando o campo magnético, é possível criar um varrimento da esquerda para a direita, seguidamente para baixo uma vez chegado à extremidade de linha.


Este varrimento não é percebido pelo olho humano graças à persistência da retina, tente por exemplo agitar a sua mão na frente da sua tela para visualizar este fenômeno: vê a sua mão em vários exemplares!

Graças a este varrimento, combinado com a ativação ou não do canhão de eletrodos, é possível fazer 'crer' ao olho que só certos pixéis 'são acendidos' na tela.

A tela a cores

Um monitor a preto e branco permite afixar degradados de cor (níveis de cinzentos) variando a intensidade do raio.


Para os monitores a cores, três feixes de eletrodos (que correspondem a três cátodos) vêm cada um atingir um ponto de uma cor específica: um vermelho, um verde e um azul (RGB, correspondente a Red, Green, Blue l). Três pontos de cor assim são chamados uma tríade (em inglês triad ou dot trio).

Os luminóforos azuis (preparações químicas inorgânicas) são realizados à base de sulfureto de zinco, os verdes de sulfureto de zinco e de cádmio. Os vermelhos, por último, são mais difícil de realizar, pois são feitos a partir de uma mistura de ítrio e de európio, ou óxido de gadolínio. Contudo, estes luminóforos estão tão próximos uns dos outros que o olho não tem poder de distingui-los: ele vê uma cor composta por estas três cores. Tente pôr uma pequena gota de água no vidro do seu monitor: esta, faz um efeito de lupa, pois desvela os luminóforos. Além disso, para evitar erro (um eletrodo destinado a atingir um lumióforo verde que atinge o azul) coloca-se na frente da camada de luminóforos uma grade metálica chamada máscara que guia guiar os fluxos de eletrodos.

De acordo com a máscara utilizada distingue-se várias categorias de telas catódicas:

Os tubos FST-Invar (Flat Square Tube) cujos luminóforos são redondos. Estes monitores utilizam uma grade chamada máscara (ou shadow mask, em inglês). A imagem fica nítida e cores excelentes, mas possue o inconveniente de deformar e escurecer a imagem nos cantos:


Os tubos Diamondtron de Mitsubishi e Trinitron da Sony cuja máscara é constituída por fendas verticais (chamada 'abertura grade' ou 'grade de fendas verticais', que deixam passar mais eletrodos oferecendo, deste modo, uma imagem mais luminosa:


Os tubos Cromaclear de Nec cuja máscara é constituída por um sistema híbrido com fendas na forma de alvéolos que constituem a melhor tecnologia do três.


Características técnicas dos tubos de raio catódicos

Os monitores CRT caracterizam-se pelos seguintes componentes:


A definição: é o número de pontos (pixéis) que a tela pode exibir, este número de pontos é compreendido geralmente entre 640x480 (640 pontos no comprimento, 480 pontos na largura) e 1600x1200 de resolução, mas resoluções superiores são tecnicamente possíveis;

A dimensão: Calcula-se medindo a diagonal da tela e é exprimida em polegadas (uma polegada equivale a 2,54 cm). Não confunda a definição da tela com a sua dimensão. Uma tela de uma dada dimensão pode exibir diferentes definições, não obstante de maneira geral as grandes telas grandes possuem melhor definição de imagem.

O passo de máscara (em inglês dot pitch):e a distância que separa dois luminóforos; quanto mais ela é pequena, mais a imagem é precisa. Assim, um passo de máscara inferior ou igual a 0,25 mm proporcionará bastante conforto de utilização, enquanto que as telas que possuem passos de máscara superiores ou iguais a 0,28 mm tendem a desaparecer.

Aresolução: determina o número de pixéis por unidade de superfície (pixéis por polegada linear (em inglês DPI: Dots Per Inch, traduz-se como pontos por polegada). Uma resolução de 300 dpi significa 300 colunas e 300 alinhamentos de pixéis em uma polegada quadrada, que resultaria então em 90000 pixéis numa polegada quadrada. A resolução padrão é 72 dpi e resulta em um pixel de uma polegada dividida por 72, ou seja, 0.353mm,

A frequência do varrimento vertical (refresh ate em inglês): Representa o número de imagens que são afixadas por segundo, ou mais exatamente o número de atualização da imagem por segundo. Chama-se igualmente de taxas de atualização, e é exprimida em Hertz. Quanto mais este valor for elevado, melhor é o conforto visual (não se vê a imagem cintilar), é necessário por conseguinte que seja bem superior a 67 Hz (limite inferior a partir do qual o olho vê realmente a imagem 'cintilar'). A maior parte das pessoas não percebe a imagem cintilar (em inglês flicker) a partir de 70 Hz, assim e geralmente, um valor superior ou igual a 75 Hz convirá perfeitamente

Veja também


Cathode Ray Tube monitor (CRT)
Cathode Ray Tube monitor (CRT)
Pantalla de rayos catódicos (CRT)
Pantalla de rayos catódicos (CRT)
Écran à tube cathodique (CRT)
Écran à tube cathodique (CRT)
Schermo a tubo catodico (CRT)
Schermo a tubo catodico (CRT)
Última modificação: 24 de maio de 2017 às 07:37 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Tubo de raio catódico (CRT)', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.