Fase preparatória de um projecto

Abril 2017

A fase preparatória

Utiliza-se geralmente o termo Anteprojecto para designar o conjunto das etapas preparatórias necessárias para o lançamento do projecto. Trata-se de definir precisamente a natureza do projecto a fim de conduzir à criação de documentos contratuais (que substituem um contrato) que permitem comprometer o construtor e o cliente no lançamento do projecto. Esta fase formaliza por conseguinte a decisão de começar o projecto.

O estudo de oportunidade

Esta etapa de anteprojecto permite estudar o pedido de projecto e decidir se o conceito é viável. Esta primeira etapa tem como propósito validar o pedido dos utilizadores em relação aos objectivos gerais da organização.

Consiste em definir o perímetro do projecto (fala-se igualmente de contexto), nomeadamente definir os utilizadores finais, ou seja aqueles a quem a obra se destina (fala-se de selecção ou perfil). Nesta fase do projecto, útil associar os utilizadores à reflexão global.

Aquando da fase de estudo, as necessidades gerais do cliente devem ser identificadas. É necessário verificar se estas necessidades correspondem a uma expectativa do conjunto dos utilizadores alvo e se têm em conta as evoluções prováveis das necessidades.

O estudo de oportunidade conduz à redacção de um documento chamado “nota de enquadramento”, validada pelo Comité de Pilotagem do projecto (e eventualmente pelas instâncias de decisão, segundo o objectivo do projeto). A nota de enquadramento é por conseguinte o produto final do estudo de oportunidade que oficializa a intenção de projecto.Quando a ideia do projecto é formalizada, o Comité de Pilotagem deve oficializar a missão do responsável de projecto e definir as cláusulas. A nota de missão é o documento que oficializa a missão do responsável de projecto.

O estudo de viabilidade

O estudo de viabilidade visa analisar a viabilidade económica, organizacional e técnica de projecto.

    • Análise das necessidades: a partir da análise sumária das necessidades convém fazer uma estimativa geral do custo de investimento e funcionamento do projecto (em termos de meios humanos e de materiais), os prazos desejados e os eventuais lucros do investimento. Em função destas estimativas, o Comité de Pilotagem pode desejar continuar o projecto. Se sim. deve criar uma organização metodológica para este.
    • O estudo de cenários: o estudo de viabilidade conduz a imaginar vários cenários. Cada cenário encarado permite avaliar os riscos que pesam sobre o projecto e deve acompanhar-se de um balanço previsional que apresenta o custo e as vantagens do cenário. Esta etapa produz um documento, o processo de viabilidade, entregue ao Comité de Pilotagem para que cada cenário seja estudado.

O estudo detalhado

A análise das necessidades efectuada no anteprojecto sumário versa sobre os processos essenciais do projecto. É necessário fazer um estudo mais exaustivo das necessidades de modo a que o cliente e o construtor possam entender-se sobre um documento contratual, o estudo prévio, chamado igualmente “concepção geral”. É essencial aquando do estudo prévio assegurar-se que as necessidades são exprimidas unicamente de maneira funcional e em não termos de soluções. A análise funcional das necessidades permite assim libertar as funcionalidades necessárias da obra.

A análise funcional conduz à redacção de um documento que define funcionalmente a necessidade (independentemente de qualquer solução técnica). Este documento chama-se caderno de encargos funcional (geralmente abreviado sob a forma CdCf) ou processo de concepção. O Caderno de encargos permite ao cliente a sua necessidade de maneira funcional, bem como clarificar os constrangimentos impostos ao construtor. O caderno de encargos funcional constitui por conseguinte um documento contratual entre o mestre de obra e o cliente.

O estudo técnico


O estudo técnico é a fase de adaptação da concepção à arquitectura técnica escolhida, descrevendo e documentando ao mesmo tempo o funcionamento de cada unidade do software.

O documento do estudo técnico é o Caderno das Cláusulas Técnicas Específicas (CCTP) ou caderno de encargos detalhado.

O estudo detalhado pode eventualmente acompanhar-se da criação de uma maquete, ou protótipo, permitindo aos representantes dos utilizadores verificar se a solução retida corresponde às suas expectativas.

Veja também


Preparatory phase of a project
Preparatory phase of a project
Fase preparatoria de un proyecto
Fase preparatoria de un proyecto
Phase préparatoire d'un projet
Phase préparatoire d'un projet
Fase preparatoria di un progetto
Fase preparatoria di un progetto
Última modificação: 9 de outubro de 2009 às 07:08 por owliance.pt_004.
Este documento, intitulado 'Fase preparatória de um projecto', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.