ADSL - O desagrupamento do anel local

Fevereiro 2017

Introdução ao desagrupamento do anel local

Dá-se o nome de “anel local” à parte final da linha telefónica que chega a casa do assinante. Para poder beneficiar da Internet à elevado débito (ADSL), os Fornecedores de Acesso à Internet (FAI) devem instalar equipamentos de ligação para o seu servidor nas centrais telefónicas do operador histórico, ou seja nos NRA (Nó de Conexão de Assinante) para os quais conduzem as linhas telefónicas dos assinantes. Há em geral vários NRA por cidade, repartidos por toda a França.

O objectivo do desagrupamento é dar aos FAI o acesso ao anel local (completo ou não). No caso de um desagrupamento parcial, a manutenção da linha é efectuada pelo operador histórico e só as frequências utilizadas para transportar outras coisas que não a voz são alugadas (< 4 KHz). No caso de um desagrupamento total, é o FAI que faz a manutenção da linha e reflecte o preço da assinatura principal no preço da assinatura ADSL. O desagrupamento total é contudo muito praticado pelos operadores.

O operador histórico deve abrir a porta dos seus NRA aos outros Fornecedores de Acesso Internet, para que possam instalar o seu próprio material numa sala específica. Legalmente, a França Telecom, o operador histórico francês, tem um prazo de três meses para pôr à disposição um NRA a um fornecedor de acesso que o peça. Durante estes três meses, o operador histórico deve criar duas salas no NRA :

  • uma sala dedicada ao distribuidor,
  • e uma sala de “desagrupamento” ou sala de colocalização.

O material instalado pelos FAI na sala de desagrupamento chamam-se DSLam (para Digital Suscriber Line Access Multiplexer). Os DSLam estão directamente ligados aos servidores do FAI por ligações de fibra óptica. Estes DSLAM permitem multiplexar vários tipo de dado (nomeadamente a voz em IP, a televisão e a Internet).

Resumamos o caminho seguido pelos seus dados aquando de uma conexão ADSL desgrupada

  • A tomada telefónica de um assinante está ligada a um distribuidor do operador histórico (ponto de conexão de todo o bairro) situado num NRA;
  • Este distribuidor está ele mesmo ligado a uma cabeça de espelho, que é o ponto de partilha entre a sala de distribuidor e a sala de desagrupamento, a lugar onde o FAI toma a retransmissão;
  • As cabeças de espelho são conectadas aos DSLAM dos diversos FAI na sala de desagrupamento;
  • Estes DSLAM estão por sua vez ligados aos servidores dos FAI graças a ligações especializadas(geralmente de fibra óptica).

Webografia

Fontes:




Artigo escrito por Kalamit

Veja também


ADSL - Local loop unbundling
ADSL - Local loop unbundling
ADSL: desagregación del bucle local
ADSL: desagregación del bucle local
ADSL - Le dégroupage de la boucle locale
ADSL - Le dégroupage de la boucle locale
ADSL - disaggregato dell'ultimo miglio
ADSL - disaggregato dell'ultimo miglio
Este documento, intitulado 'ADSL - O desagrupamento do anel local', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.