Comunidades virtuais

Abril 2017

Noção de comunidade virtual

O termo comunidade virtual designa um grupo de pessoas reunidas na Internet por valores ou por interesses comuns (por exemplo uma paixão, um lazer ou um ofício). O objetivo da comunidade é criar valores a partir das trocas entre membros, por exemplo compartilhando dicas, conselhos ou, muito simplesmente, debatendo um assunto.

A criação de uma comunidade virtual pode ser benéfica para um website, porque cria um sentimento de pertencimento nos membros fazendo evoluir o site em uma ação participativa. Além disso, uma comunidade de usuários pode valorizar a imagem do site, porque fornece um forte capital de simpatia e cria um sentimento de confiança no usuário da internet. No entanto, se o perímetro da comunidade não for definido corretamente, podem aparecer cisões e cristalização de frustrações. A comunidade corre então o risco de produzir o efeito oposto do desejado, ou seja, veicular uma imagem negativa.

Quais os seus limites

A comunidade constrói-se graças a uma apropriação do espaço de discussão ou de todo o site pelos membros. No entanto, este fenômeno de apropriação pode constituir um entrave à mudança, porque a mais pequena modificação do site pode provocar uma onda de insatisfação nunca eé simples de gerennciar

Como é criada uma comunidade virtual

A criação de uma comunidade deve ser objeto de uma reflexão prévia para definir precisamente os seus objetivos. É necessário, principalmente, que o tema unificador da comunidade se entrelace com os objetivos do site. Um site de ferramentas terá, por exemplo, todo o interesse em criar uma comunidade de apaixonados pela bricolagem. Ademais, é recomendado prever inicialmente uma política de animação, para enquadrar as trocas entre membros.

Constrangimentos jurídicos

Uma comunidade virtual pode ser muito produtiva e tornar-se o emblema de um site. No entanto, o facto de reunir indivíduos cria relações e pode conduzir, em certos casos, a algumas discussões cibernéticas. Por isso, é necessário orientar a comunidade com regras de bom uso e garantir o respeito global da legislação. É importante, sobretudo, garantir o respeito das liberdades individuais dos membros, garantindo o seu anonimato. A esse respeito, deverão existir mecanismos para esconder os seus endereços eletrônicos e quaisquer dados de caráter pessoal.

A criação de um texto com os termos de uso, definindo os direitos e deveres dos membros da comunidade recordando, eventualmente, os elementos da 'netiqueta', permite compartilhar um modo de funcionamento. A 'netiquete' é o conjunto de normas gerais de respeito e boas maneiras que proporcionam o uso da internet de forma mais educada, eficiente e agradável.

Como é feita a moderação

O termo moderação designa o filtro e o controle exercidos nas contribuições dos membros (quer seja em um fórum de discussão ou uma lista de divulgação). A finalidade da moderação não é a prática da censura em si, mas a melhoria da qualidade das trocas, suprimindo as contribuições consideradas como parasitas para a comunidade.

Distingue-se habitualmente a moderação a priori e a moderação a posteriori. A moderação a priori consiste em validar uma a uma as contribuições dos membros, com o objetivo de publica-las. Ao contrário, a moderação a posteriori consiste em aceitar por padrão todas as contribuições e alterá-las ou suprimi-las após a publicação.

As pessoas encarregadas da moderação chamam-se moderadores. O seu papel é determinante, porque são os responsáveis pelo bom desenrolar das trocas entre membros. Para legitimar a sua ação, deve ser definida uma política de moderação clara e concisa. É recomendável elaborar uma política de moderação conjuntamente com os reguladores. Além disso, os reguladores serão mais facilmente aceitos se se tratarem de antigos membros, contribuindo amplamente para a vida da comunidade. A escolha dos reguladores é delicada, porque são os guardiões do equilíbrio da comunidade. Os reguladores devem, além disso, possuir uma boa capacidade de análise e qualidades relacionais, para não incomodar os membros.

Como gerenciar os conflitos

Os reguladores são habitualmente respeitados pelos membros, dados o seu estatuto. Contudo, na medida em que exercem uma forma de censura, pode acontecer que um membro da comunidade não admita o controle exercido pelos reguladores. Neste caso, é normal que o membro poste sucessivamente críticas severas em relação aos reguladores.

Veja também


Virtual Communities
Virtual Communities
Comunidades virtuales
Comunidades virtuales
Communautés virtuelles
Communautés virtuelles
Community virtuali
Community virtuali
Última modificação: 3 de abril de 2017 às 09:53 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Comunidades virtuais', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.