Tipos de equipamentos para instalar Wi-Fi

Julho 2017

Quais são os tipos de equipamentos para instalar uma rede Wi-Fi

Existem diferentes tipos de equipamento para instalar uma rede Wi-Fi:


Os adaptadores sem fios ou cartas de acesso (em inglês, wireless adapters ou NIC - network interface controller): trata-se de uma placa de rede padrão 802.11, que permite a uma máquina conectar-se a uma rede sem fio. Os adaptadores Wi-Fi estão disponíveis em vários formatos (placa PCI, placa PCMCIA, adaptador USB, cartão CompactFlash, etc.). Chama-se estação qualquer equipamento que possui tal cartão. Os pontos de acesso, às vezes chamados de terminais sem fio, permitem dar acesso às diferentes estações vizinhas equipadas com cartões Wi-Fi à rede com fio a qual está conectado;

O padrão 802.11 define dois modos operacionais: o modo de infraestrutura, no qual os clientes sem fio são conectados a um ponto de acesso, é geralmente o modo padrão das placas 802.11b; e o modo ad hoc, no qual os clientes são conectados uns aos outros sem nenhum ponto de acesso.

Como configurar o modo de infraestrutura

No modo de infraestrutura cada computador ‘estação’ (STA) conecta-se a um ponto de acesso através de uma conexão sem fio. O conjunto formado pelo ponto de acesso e pelas estações situadas na sua área de cobertura chama-se conjunto de serviços básicos (Basic service set) e constituem uma célula. Cada BSS é identificado por um BSSID, um identificador de 6 bytes (48 bits). No modo de infraestrutura, o BSSID corresponde ao endereço MAC do ponto de acesso:

le modo de infraestrutura do Wi-Fi (802.11b)

É possível ligar vários pontos de acesso entre eles (ou, mais especificamente, vários BSS) através de uma ligação chamada Sistema de Distribuição (DS) para constituir um conjunto de serviços vasto (ES). O sistema de distribuição também pode ser uma rede com fio, um cabo entre dois pontos de acesso ou mesmo uma rede sem fio:

création d\

Um ESS é identificado por um ESSID - Service Set Identifier, ou seja, um identificador com 32 caracteres (no formato ASCII) que serve de nome para a rede. O ESSID, frequentemente abreviado em SSID, representa o nome da rede e, de certa forma, um primeiro nível de segurança, na medida em que o conhecimento do SSID é necessário para que uma estação se conecte à rede vasta.

Quando um usuário nômade passa de um BSS para outro durante seu deslocamento no ESS, o adaptador de rede sem fio da sua máquina pode mudar de ponto de acesso de acordo com a qualidade de recepção dos sinais vindos dos diversos pontos de acesso. Os pontos de acesso se comunicam entre eles graças ao sistema de distribuição, para trocar informações sobre as estações e permitir, se for caso, a transmissão dos dados das estações móveis. Esta característica, que permite às estações passar de maneira transparente de um ponto de acesso para outro, chama-se roaming (itinerância).

A comunicação com o ponto de acesso

Na entrada de uma estação em uma célula, esta envia a cada canal um pedido de sondagem (probe request), que contém o ESSID para o qual foi configurada, assim como os débitos que o seu adaptador sem fio suporta. Se nenhum ESSID estiver configurado, a estação ouve a rede à procura de um SSID.

Na verdade, cada ponto de acesso envia regularmente (dez vezes por segundo, em geral) uma trama de baliza (em inglês, beacon) que dá informações sobre o seu BSSID, suas características e, eventualmente, o seu ES. O ES é difundido automaticamente por padrão, mas é possível (e recomendado) desativar esta opção.

A cada pedido de sondagem recebido, o ponto de acesso verifica o ESSID e o pedido de débito presentes na trama de baliza. Se o ESSID corresponder ao do ponto de acesso, este último envia uma resposta com informações sobre a sua carga e dados de sincronização. A estação que recebe a resposta pode, então, constatar a qualidade do sinal emitido pelo ponto de acesso a fim de avaliar a distância em que está. Geralmente, quanto mais próximo estiver um ponto de acesso, melhor é o débito.

Uma estação que se encontra ao alcance de vários pontos de acesso (que possui obviamente o mesmo SSID) poderá assim escolher o ponto de acesso que oferece melhor compromisso de débito e de carga:

Nota bene
Quando uma estação se encontra no raio de ação de vários pontos de acesso, é ela que escolhe a qual se conecta

O que é modo ad hoc

No modo ad hoc, as máquinas sem fio clientes conectam-se umas às outras para constituir uma rede ponto a ponto (peer to peer), ou seja, uma rede na qual cada máquina desempenha, ao mesmo tempo, o papel de cliente e o papel de ponto de acesso:

modo ad hoc do Wi-Fi

O conjunto formado pelas diversas estações chama-se conjunto de serviços de base independentes (IBSS). Um IBSS é uma rede sem fio constituída, no mínimo, por duas estações que não utiliza ponto de acesso. Assim, ele constitui uma rede efêmera que permite a pessoas situadas numa mesma sala trocar dados. Ele é identificado por um SSID, como o é um ESS em modo de infraestrutura.

Numa rede ad hoc, o alcance do BSS independente é determinado pelo alcance de cada estação. Isto significa que se duas das estações das redes estiverem fora de alcance uma da outra, elas não poderão se comunicar, ainda que 'vejam' outras estações. Na verdade, contrariamente ao modo de infraestrutura, o modo ad hoc não propõe um sistema de distribuição capaz de transmitir as tramas de uma estação para outra. Assim, um IBSS é, por definição, uma rede sem fio restrita.

Veja também


WiFi modes of operation (802.11 or Wi-Fi)
WiFi modes of operation (802.11 or Wi-Fi)
Modos de funcionamiento Wifi (802.11 o Wi-Fi)
Modos de funcionamiento Wifi (802.11 o Wi-Fi)
Funktionsweisen des Wifi (802.11 oder Wi-Fi)
Funktionsweisen des Wifi (802.11 oder Wi-Fi)
Les modes de fonctionnement du Wifi (802.11 ou Wi-Fi)
Les modes de fonctionnement du Wifi (802.11 ou Wi-Fi)
Le modalità di funzionamento del WiFi (802.11 o WiFi)
Le modalità di funzionamento del WiFi (802.11 o WiFi)
Última modificação: 3 de julho de 2017 às 14:55 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Tipos de equipamentos para instalar Wi-Fi', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.