Introdução ao Windows da Microsoft

Novembro 2017

O que é o Windows

O Windows é o sistema operacional comercializado pela Microsoft, cuja sede fica em Seattle, nos Estados Unidos. Em 1972, a empresa foi chamada de Traf-O-Data, em novembro de 1975, mudou o nome para Micro-Soft e, finalmente, no dia 26 de novembro de 1976, para Microsoft.

A história do Windows

Em agosto de 1981, a Microsoft começou a sua atividade com a comercialização da versão 1.0 do sistema operacional Microsoft DOS (MS-DOS), de 16 bits, que funciona em linha de comando.

Do Windows 1 ao Windows 10

A primeira versão do Windows, o Microsoft Windows 1.0, apareceu em novembro de 1985. Era um interface gráfica inspirada naquela dos computadores da Apple da época. O Windows 1.0 não teve sucesso junto ao público, nem o Microsoft Windows 2.0, lançado em 9 de dezembro de 1987.

Foi em 22 de maio de 1990 que o sucesso do Microsoft Windows começou com o Windows 3.0, com o Windows 3.1 em 1992 e com o Microsoft Windows for Workgroup, chamado de Windows 3.11, que compreendia funcionalidades de rede. O Windows 3.1 não pode ser considerado como um verdadeiro sistema operacional, já que é uma interface gráfica que funciona sobre o sistema MS-DOS.

No dia 24 de agosto de 1995, a Microsoft lançou o sistema operacional Microsoft Windows 95. Esta versão revelou a vontade da Microsoft de transferir funcionalidades do MS-DOS para o Windows, mas ela ainda se baseava muito no sistema DOS 16 bits e manteve, principalmente, as limitações do sistema de arquivos FAT16, como, por exemplo, a possibilidade de utilizar nomes de arquivos compridos.

Após revisões menores do Microsoft Windows 95, batizadas, sucessivamente , de Windows 95A OSR1, Windows 95B OSR2, Windows 95B OSR2.1 e Windows 95C OSR2.5, a Microsoft comercializou, no dia 25 de junho de 1998, a versão Windows 98 que, apesar de ter trazido outras funcionalidades além das originais do MS-DOS, continuava a basear-se nele. Por outro lado, o Windows 98 foi mal administrado em termos de divisão da memória entre os processos, permitindo o disfunções do sistema. Uma segunda edição do Windows 98 apareceu no dia 17 de fevereiro de 2000 com o nome de Windows 98 SE (segunda edição).


No dia 14 de setembro de 2000, a Microsoft comercializou o Windows Me ou Windows Millenium. Este sistema foi baseado no Windows 98 (e, assim, no MS-DOS), mas trouxe recursos de multimídia e rede complementares. Por outro lado, ele integrou um mecanismo de restauração do sistema que permite voltar a um estado precedente em caso de bloqueio.

Paralelamente, a Microsoft lançou, em outubro de 1992, um sistema operacional de 32 bits (que não se baseava no MS-DOS) para uso profissional, numa época em que as empresas utilizavam basicamente unidades centrais. Era o Windows NT (Windows New Technology). O Windows NT não foi uma versão ou uma evolução do Windows 95, mas um sistema operacional independente.

A primeira versão de Windows NT foi comercializada no dia 24 de maio de 1993, ou seja, o Windows NT 3.1, seguido pelo Windows NT 3.5 lançado em setembro de 1994 e o Windows 3.51, em junho de 1995. Foi com o Windows NT 4.0, lançado no dia 24 de agosto de 1996, que o Windows NT conheceu, finalmente, um real sucesso.

Em julho de 1998, a Microsoft comercializou o Windows NT 4.0 TSE (Terminal Server Emulation), o primeiro sistema do Windows que possibilitou ligar terminais em um servidor, ou seja, utilizar clientes rápidos para acessar uma sessão aberta no servidor.

No dia 17 de fevereiro de 2000, a versão seguinte do Windows NT 4.0 foi chamada de Windows 2000 (em vez de Windows NT 5.0) para mostrar a convergência dos sistemas NT com os sistemas Windows 9x. O Windows 2000 era um sistema 32 bits com as características do Windows NT, gestão melhorada dos processos e compatibilidade total com os dispositivos USB e FireWire.

Depois disso, no dia 25 de outubro de 2001, surgiu o Windows XP, que foi a convergência dos sistemas precedentes. Em 24 de abril de 2003, a Microsoft comercializou um sistema operacional dedicado para os servidores, chamado Windows Server 2003.

A partir daí, vimos aparecer o Windows Vista, anunciado no dia 22 de julho de 2005, conhecido como Longhorn. O Vista, sucessor do Windows XP, trouxe novos recursos, principalmente a nova interface gráfica do usuário, chamada de Windows Aero.

No dia 22 de julho de 2009 foi lançado o Windows 7, mais modesto que o Vista, já que visava mais a eficiência do que a novidade. O Seven tem um sistema mais limpo e prático do que o Vista, pensando na evolução da compatibilidade com aplicativos e hardwares e continuando o trabalho do mesmo.

Menos de três anos depois, lançado em 26 de outubro de 2012, o Windows 8 não agradará tanto quanto o Seven, principalmente pela falta do menu Iniciar, tão prezado pelos usuários do sistema. O Windows 8.1, também chamado de Windows Blue é um sistema posterior ao Windows 8, anunciado no dia 14 de maio de 2013. A sua versão final foi comercializada para o grande público no dia 17 de outubro de 2013.

Concluindo, depois do fiasco do Windows 9, que nem chegou a sair, a Microsoft criou o mais revolucionário de seus sistemas, pelos recursos e gratuidade: o Windows 10. Foi a partir de julho de 2015 que todos os usuários puderam instalar, gradativa e gratuitamente, este sistema operacional da Microsoft em seus computadores.

Introduction to Microsoft Windows
Introduction to Microsoft Windows
Introducción a Microsoft Windows
Introducción a Microsoft Windows
Introduction à Microsoft Windows
Introduction à Microsoft Windows
Introduzione a Microsoft Windows
Introduzione a Microsoft Windows
Última modificação: 3 de julho de 2017 às 15:33 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Introdução ao Windows da Microsoft', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.