Como criar seu website profissional

Fevereiro 2017

Estar presente na web tornou-se um desafio para as empresas. A Web fornece uma grande visibilidade, mas não é só isso. Na verdade, a internet também é o lugar onde se encontra a oferta e a demanda para fechar negócios. Portanto, é lógico que os profissionais, incluindo as PME, invistam nela. No entanto, Criar um site na internet pode tornar-se uma dor de cabeça para um empresário que não tem os conhecimentos necessários. Veja as boas perguntas para começar a criar um website profissional.



Os objetivos do seu site

Para isso, é preciso definir as metas e estabelecer uma estratégia de internet. As decisões tomadas durante a fase de projeto vão determinar todas as etapas de criação do site.

Ter visibilidade

Em comunicação, é indispensável ocupar espaço. Se um cliente potencial faz pesquisas na internet, ele deve poder te encontrar, senão ele encontrará seus concorrentes. Assim, tornamo-nos acessíveis para o mundo inteiro, 24 horas por dia, especialmente com um SEO relevante. O site vitrine apresenta as atividades da empresa e seus produtos. Este tipo de site é muito fácil e rápido de realizar. Pense já em criar um site otimizado para smartphones.

Fazer contatos, construir um banco de dados

Complementar para a vitrine" e indispensável para a venda, fazer contato através da Internet é, muitas vezes, bastante eficaz e "valorizável". Os visitantes do seu site certamente se interessarão pelo seu negócio. Por isso, é importante recuperar seus dados através de um formulário de contato. Isso pode ser feito através de um pedido de envio de uma brochura, orçamento ou simplesmente uma inscrição à newsletter. Os dados coletados podem ser usados para direcionar melhor as suas ações de marketing.

Vender

Você também pode considerar a venda online. Isto requer um site mais elaborado com um módulo de comando e de pagamento. Também é preciso adaptar a logística da empresa para garantir a entrega. A gestão de estoque também é afetada caso você não queira sofrer rupturas ou impor atrasos excessivos aos seus clientes. Isto é um trabalho mais complexo e mais demorado do que uma simples vitrine/janela.

Que provedores escolher

Uma agência da web

A agência da web é uma empresa especializada na concepção e implementação de websites. Em geral, ela suporta o projeto inteiro a partir das especificações fornecidas pelo cliente. Esta é a solução mais segura, mas pode ser a mais cara também, em função da demanda. Algumas agências vendem pacotes que incluem a concepção/realização do site, a compra do nome de domínio e o alojamento. Esta solução permite delegar completamente a criação do seu site.

Um desenvolvedor independente

Melhor do que confiar o seu website a uma agência distante, você pode apelar para um desenvolvedor independente para cria-lo. Esta solução tem a vantagem de ser mais flexível. Às vezes, é mais fácil falar com uma pessoa só. Em um site profissional, é melhor escolher este provedor essencial. Podemos solicitar uma lista dos sites que ele realizou e, assim, verificar as suas habilidades.

A desvantagem desta solução é que, ao contrário de uma agência da web que, em geral, reúne todos os talentos necessários para criar um site eficaz e completo, um desenvolvedor independente poderia apresentar lacunas em certos aspectos de criação web, ou seja, ele pode ser mais forte em design e ergonomia do que em programação ou ter falhas técnicas em webmarketing, necessárias para o seu site, ou então, muito bom em programação, mas menos especializado em gráficos, etc. Resumindo, um bom programador independente, que domina o seu ofício em todos os seus aspectos, é tão bem pago quanto uma agência da web.

Os hospedeiros

Escolher bem o seu alojador é essencial. O provedor de hospedagem é um prestador de serviços que garante que as páginas do seu site fiquem disponíveis online. Um alojador ruim é sinônimo de bloqueios repentinos e inacessibilidade frequente, o que pode ser prejudicial para o seu negócio. A sua agência ou fornecedor independente vai aconselha-lo sobre isso. Você também pode obter condições mais favoráveis dependendo do número de sites que ele realiza.

Quanto custa

Os custos de realização são muito variáveis , dependendo da natureza do seu projeto e do prestador de serviço escolhido. De qualquer maneira , é bom fazer vários orçamentos de serviços e comparar os preços.


Um bom designer é caro e, quanto mais o seu projeto for complexo e visualmente desenvolvido, mais ele vai custar. A análise de custo também deve considerar que o seu site vai trazer clientes ou vendas diretas. É um investimento em si mesmo.

Podemos encontrar sites completos por uns 300 € . Mas cuidado, por esse preço, trata-se mais de um pacote gráfico. Ou seja, como para um blog pronto, você pode escolher entre vários designs, várias arquiteturas já estabelecidas que preenchemos com informações. Esta solução pode ser interessante para um site vitrine, mas deve ser evitado para um site completo e original.

Não se esqueça de levar em conta os custos de gerenciamento do site, da animação e do SEO, se eles não estiverem incluídos na oferta dos prestadores de serviços.

Muitas vezes , é tentador querer apelar para os prestadores cujos preços são mais baratos, mas não se engane, um site eficaz e bem projetado é bem mais do que um design. Há muitos fatores a serem considerados e um verdadeiro profissional vai gastar tempo pensando em seu site e na estratégia certa a ser usada para compensar o seu investimento... e este tipo de serviço aumenta a fatura.

Geralmente, aqueles que oferecem preços mais baratos são amadores ou desenvolvedores inexperientes tentando começar e que podem acabar fazendo um site incompleto, mal feito ou inadequado às suas necessidades e difícil de evoluir.

Em suma, criar um bom site, que possa garantir a sua presença na internet de forma eficaz é um trabalho real, tanto intelectual quanto técnico. Não tente economizar na sua criação, veja isto como um investimento importante que, de qualquer maneira, só poderá ter um feedback positivo quando feito corretamente.

Criar um site você mesmo

As ferramentas de CMS, principalmente os motores de blog mais poderosos e fáceis de usar, ajudam, de uma certa forma, a criar o seu site sozinho.

Wordpress é o motor de blog mais bem sucedido por causa de seu poder e das diversas possibilidades que ele oferece, bem como a sua extrema facilidade de uso. Também vamos citar o Dotclear, tão popular quanto. Estas ferramentas veem na forma de scripts a serem instalados em seu servidor - a operação é muito simples e intuitiva, que deve levar menos de um minuto. Assim, você dispõe de um blog facilmente personalizável, que você poderá preencher como quiser, ideal para aqueles que desejam oferecer um site vitrine barato.

Porém, se você deseja referenciar corretamente o seu site para obter um grande número de visitantes, você vai precisar usar os serviços de profissionais do webmarketing e técnicas de SEO. Esta solução interessará especialmente os pequenos orçamentos que querem garantir a sua presença na internet, que não precisam de um site ultra afiado e super bem referenciado e, para quem um site discreto, mas bem desenvolvido, convém.

Pense já no SEO móvel do seu site.

Obrigações legais

Mostrar as menções legais do site

Nome do gerente editorial
Nome e endereço do alojador
Nome do webmaster
Número confirmando a sua inscrição no CNIL
Observação sobre a propriedade intelectual
Para guia-lo na redação de suas menções legais, os exemplos abundam na internet! As menções legais geralmente estão disponíveis na parte inferior da página dos sites.

Porque é preciso colocar as menções legais em seu site ?

Porque é a lei, é obrigatório indicar as menções legais no seu site da internet sob pena. Você incorre em multa se o seu site não tiver as menções jurídicas conformes. Para inspirar confiança nos visitantes do seu site, se o internauta não puder identificar o proprietário ou responsável pelo site, ele perderá a credibilidade, principalmente se for uma loja online.


Ao adicionar em suas menções legais, um parágrafo sobre direitos autorais e copyright, você protegerá o conteúdo do seu site (logotipo, marca, imagem, texto, etc.). Depois de uma análise cuidadosa de todos estes pontos, você estará pronto para criar o seu site! Veja todas as dicas nesta dica do CCM.
Foto: © Shutterstock.

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 6 de dezembro de 2016 às 11:28 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Como criar seu website profissional', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.