O que é a Internet

Março 2017


De onde vem a internet ?

Originalmente, a Internet era uma rede militar dos EUA (conhecida como ARPANET).
O objetivo era criar uma rede resistente à ataques: se um ponto da rede fosse destruído, as informações deveriam continuar a circular.

Assim, a Internet foi projetada, desde o início, como uma teia de aranha.

Se um ponto da rede é destruído, as outras partes da rede podem continuar a se comunicar entre elas, pois as informações utilizam, automaticamente, outro caminho.

Este sistema ainda está ativo hoje: ao enviar ou receber informações pela Internet, os pacotes de dados passam por dezenas de computadores diferentes e podem até utilizar caminhos diferentes.
(Um programa como o traceroute pode ver os computadores através dos quais transitam os pacotes.)

É a "teia de aranha" que está na origem da palavra "web" (que literalmente significa "aranha") e "World Wide Web" ("World Wide Web", um termo que geralmente usado para se referir a páginas HTML ligados entre si).

Por que o nome "internet"?

"Network" em inglês quer dizer "rede".
Interligando todas as redes do mundo entre elas (militares, universidades, governos, empresas, provedores de acesso, etc), temos uma rede gigante que cobre grande parte do planeta.

"Internet" = "Inter-networks"
Então, Internet é a interconexão de todas as redes do mundo.

Todos iguais

O princípio da internet é, que uma vez que você está conectado(a), você é igual a todo mundo: Cada computador conectado tem um endereço exclusivo (chamado endereço IP) e pode enviar e receber informações como qualquer outro computador .
A rede Internet não faz nenhuma discriminação.
<gras As distâncias não são importantes </gras>: Você não paga mais para enviar alguma coisa para alguém em Taiwan do que para o seu vizinho de porta.
(É só a informação que levará um pouco mais de tempo para chegar a Taiwan.)

Internet apenas transporta os seus dados até o computador de sua escolha.
Ele não fornece qualquer outro serviço.
Você é livre para fazer o que quiser.
É claro que um monte de aplicações foram postas em prática para tornar a Internet mais conveniente.

A única diferença é a velocidade que você pode dispor.

Internet não está limitada às páginas web!

A aplicação mais conhecida da internet é a HTTP: São páginas da web que você ver no
seu navegador.
O protocolo HTTP (utilizado pelo seu browser) usa a Internet para o transporte de páginas HTML, imagens (jpeg, gif, etc), música (MP3, etc), vídeos, ...


Mas internet não se limita às páginas web!
Existem vários outros protocolos que podem ser usados para fazer muitas outras coisas:
  • O protocolo DNS permite encontrar um endereço IP a partir de um nome de computador (como um diretório).
  • O protocolo FTP é usado para transportar arquivos de um computador para outro.
  • O protocolo IRC permite criar "salas" de discussão on-line.
  • O protocolo ICQ permite que você saiba se alguém está on-line e converse com ele.
  • O protocolo NTP permite colocar a hora nos computadores pela Internet com uma diferença de, no máximo, 500 milissegundos.
  • Os protocolos P2P permitem o compartilhamento de arquivos em larga escala.
  • O protocolo NNTP fornece acesso a fóruns de discussão sobre milhares de temas diferentes.
  • O protocolo SSH permite acesso seguro a computadores remotos.
  • O protocolo SMTP permite enviar e-mails e o protocolo POP3, recebê-los.
  • Outros protocolos permitem telefonar ou fazer videoconferência.
  • etc.


Todos estes protocolos usam o protocolo IP, o protocolo Internet (IP = "Internet Protocol").
Dizemos que eles são transportados por IP (isto é, na verdade, o protocolo IP é responsável pelo transporte de pacotes de dados até o seu destino).
E como a internet é igualitária, ela concorda em transportar qualquer protocolo, desde que você utilize o protocolo IP.
Isto significa que você pode desenvolver eu próprio protocolo. Assim, a Internet transportará os seus dados sem qualquer problema.
Você pode inventar protocolos e utilizá-los para se comunicar (desde que o seu correspondente entenda o protocolo que você inventou).
É muito mais simples do que parece: você pode criar um programa conversando na Internet com outro programa em poucas linhas de código.

O futuro da internet

Nem os inventores da Internet poderiam imaginar todos os aplicativos que existem hoje na Internet.
Alguns projetos querem até em conectar todos os seus aparelhos, entre eles, pela internet: hardware hi-fi, geladeira, casa, quadro elétrico, aquecimento central, câmera, etc.
Este é o protocol IP (Internet Protocol), que é usado na Internet e que permite às máquinas conversarem entre si. Ele se encontra, atualmente, na versão 4 (chamado de IPv4).

Mas com todos esses novos aplicativos que queremos criar, nos encontramos limitados:
  • dificuldade em atribuir os endereços IP,
  • dificuldade em garantir a velocidade de transmissão (indispensável para o vídeio, por exemplo),
  • dificuldade de proteção,
  • velocidade insuficiente.


Por esta razão, uma nova versão de IP está sendo estudada: IPv6.
Atualmente, uma rede de teste do IPv6 foi montada nos Estados Unidos e algumas empresas têm acesso a fim de testar e desenvolver certas aplicações. Esta rede é chamada Internet2.
Mas o IPv6 não é compatível com o IPv4.
Um dia, todos teremos que mudar para o IPv6 para beneficiar destas inovações.
Presumo que os provedores de acesso ofereçam uma mudança gradual para seus assinantes e, assim, todos mudarão, aos poucos.
A maioria dos sistemas operacionais (Windows, Linux, MacOS X, etc) já podem entender o IPv6. Vamos ter que atualizar os nossos softwares ( navegadores, softwares de e-mail, etc) e instalar versões que suportam o IPv6, ara usufruir de suas vantagens.

Veja também

Publicado por pintuda.
Este documento, intitulado 'O que é a Internet', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.