Hibernate - Primeira Parte: Apresentação

Janeiro 2017



Hibernate é uma camada que reside na JVM e garante o mapeamento dos objetos JAVA ocultos na JVM sob modelo relacional ou modelo de dados. Hibernate também garante a transferência das classes Java nas entidades de dados e, portanto, dados dos objetos nas entidades e tabelas.
Hibernate também apresenta uma linguagem de manipulação dos objetos mapeados conhecidos como HQL. Trata-se de fazer "select, Update e Delete" (selecionar, atualizar e deletar) com operações de soma, contagem (count), de cálculo de média, etc. O HQL também tem limitações, como o uso das operações do Union.
Na camada mais próxima do banco de dados, Hibernate usa JDBC (JDBC Template) para interagir com o banco de dados.
Na imagem abaixo os constituintes do Hibernate usam um banco de dados e componentes de configuração para fornecer ao desenvolvedor de uma aplicação JAVA objetos persistentes e assegurar o transporte de dados entre estes objetos e as tabelas do banco de dados.

Várias ferramentas de mapeamento relacional/objeto Hibernate existem na comunidade Hibernate. Um dos mais famosos Middlegen, o objetivo é de auxiliar o desenvolvedor para definir de forma abrangente o mapeamento Hibernate.

A Sessão Hibernate :


Um loading de objeto mapeado (de persistência) do banco de dados ou a atualização (atualização, inserção ou remoção) só pode ser feito se uma sessão Hibernate estiver instanciada. A sessão é uma camada representada pela interface JAVA org.hibernate.Session.
Para o desenvolvedor de uma aplicação JAVA, qualquer atividade Hibernate começa após a instrução
session = sessionFactory.openSession ()

onde sessionFactory é um objeto criado pelo aplicativo e que usa a conexão JDBC (ou JNDI).
A atividade Hibernate termina após a chamada do método
session.close () 
.
Entre os dois métodos mencionados acima, uma transação pode ser iniciada chamando
session.beginTransaction().

Distribuição e principais classes e interfaces:


A versão 3 do Hibernate pode ser baixada a partir deste link
Os principais jars são os seguintes:
  • Ehcache-1.3.0.jar: Utilizado pelo hibernate(segundo cache)
  • Hibernate-3.2.5.ga.jar: Utilizado pelo hibernate
  • Hibernate-annotations-3.3.0.ga.jar: Utilizado pelo 'annotation jpa'
  • Hibernate-commons-annotations-3.3.0.ga.jar: Utilizado pelo 'annotation jpa
  • Hibernate-entitymanager.jar: Utilizado pelo annotation jpa
  • Hibernate-validator-3.0.0.ga.jar: para a camada de validação pelo hibernate validator(campos obrigatórios,length,..)


A classe org.hibernate.cfg.Configuration
O fabricante de Configuration utiliza o arquivo de configuração do Hibernate
(hibernate.cfg.xml.)
A classe
 org.hibernate.HibernateException

Praticamente todos os métodos Hibernate podem desencadear essa exceção.
Interface org.hibernate.SessionFactory
Esta é a primeira instância criada chamando:
new org.hibernate.cfg.Configuration ().configure ().buildSessionFactory ();


Ele permite que você leia os arquivos hbm (consulte a parte de Configuração).
Interface org.hibernate.Session
Interface org.hibernate.Query
Interface que permite ao desenvolvedor escrever consultas Hibernate (HQL), utilizando os objetos JAVA de persistência.
Interface org.hibernate.SQLQuery
Interface que permite ao desenvolvedor escrever consultas SQL.
Interface org.hibernate.Transaction
Trata-se do objeto de transação Hibernate com as principais funções de commit() e rollback().

Veja também: Hibernate (Segunda Parte): configuração e utilização


Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 28 de novembro de 2011 às 16:16 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Hibernate - Primeira Parte: Apresentação', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.