Conecte-se ao Ingres: o nó

Dezembro 2016

Um conceito importante do Ingres : o ou vnode. É aí também que o módulo Ingres/Net se implementa.

Com o nó você pode indicar ao Ingres as características necessárias para a conexão a outra instalação Ingres.

Historicamente, este conceito é usado para implementar o conceito de cliente/servidor. O cliente muitas vezes é representado por uma posição no Windows e um aplicativo gráfico, o servidor sendo uma máquina na qual o SGBD é instalado e os dados armazenados.

Detalhe de um nó


Um nó reúne as seguintes informações:
  • um nome: formato livre, exceto em casos excepcionaisl (instalação senha)
  • um usuário: usuário que deve ser declarado na máquina alvo
  • uma senha: senha do usuário em questão
  • um endereço: endereço IP ou nome da máquina
  • um protocolo: wintcp, tcp_ip, etc
  • uma listen address : é o código de instalação da instalação remota do Ingres (veja ingprenv II_INSTALLATION)


Pode haver vários triângulos "endereço/protocolo/listen address". Neste caso Ingres tentará se conectar ao primeiro, depois em caso de falha, ao segundo, e assim por diante. É assim que implementamos a alta disponibilidade, por exemplo, pois ou existem vários conectores Ingres/Net iniciados no servidor, ou trata-se de máquinas diferentes onde os dados são replicados em tempo real pelo Ingres/Replicator.

Um nó pode ser Global ou Local. Global significa que a configuração do Ingres/Net é comum a todos os usuários da máquina em questão, Local só diz respeito ao usuário que a atualizou.

Gerenciar os nós


A ferramenta para atualizar os nós é chamada netutil. Você vai encontrar nesta tela (que é a mesma no Windows, Linux, Unix ou VMS) as informações descritas acima. Também existe na suíte Visual/DBA uma forma gráfica para fazer a mesma coisa.
netutil

Erros frequentes


Depois de criar o nó você pode testá-lo. Se o teste falhar, normalmente acontece o seguinte:
  • o usuário não existe na máquina alvo (a nível de Sistema Operacional)
  • senha incorreta
  • a máquina que você especificou não existe (a máquina ping não responde)
  • o código de instalação (listen address) especificado não está correto
  • a instalação de destino não foi inicializada
  • o controle de senhas pelo Ingres da máquina de destino exige a execução do comando mkvalidpwd ( (você deve estar em modo root)

Instalação password


Uma instalação password é um conceito relacionado ao Ingres. Basicamente, a máquina de destino autoriza, ou não, outros DBA a se conectarem à sua instalação. Concretamente, trata-se de um nó que tem propriedades particulares.
Servidor :
  • nome do nó : deve ser o mesmo nome da máquina (uname -n)
  • usuário:
  • senha : livre


Cliente:
  • nome do nó : nome do servidor de destino
  • usuário:
  • senha : senha declarada no nó do mesmo nome no servidor
  • endreço : endereço IP ou nome da máquina do servidor
  • listen address : II_INSTALLATION quanto ao servidor


A partir daí, quando o nó será evocado, é o usuário que fez logon na máquina do cliente, que será usado para se conectar no Ingres. Este, portanto, deverá ser declarado no Ingres (ver comando accessdb) e não precisará existir no sistema operacional de destino.

Utilização


Por exemplo, para se conectar a um banco Ingres, localmente, usaremos o comando:
sql meubanco


Para implementar um nó, a sintaxe é a seguinte:

sql noeud::mabase



Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também :
Este documento, intitulado « Conecte-se ao Ingres: o nó »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.