Câmera Trace: encontrar um aparelho de foto roubado ou perdido

Setembro 2017



O fotógrafo John Heller encontrou perto de 9000 dólares de material fotográfico roubado, graças a versão beta da Câmera Trace. Foi no verão passado. Hoje, Câmera Trace registrou mais de 11 milhões de aparelhos e mais de 300 modelos de aparelhos diferentes e escaneou, principalmente, todas as fotos publicadas no Flick'r desde 2006. O site de compartilhamento de fotos 500px passou, igualmente, por esta ferramenta.
Um arquivo de fotos conserva muitas mais informações do que se poderia crer em um primeiro momento. Nestas propriedades, uma guia EXIF é uma mina de informações : as configurações do aparelho de foto para a foto tirada (data em que a foto foi tirada, o tempo de exposição, sensibilidade ISO, etc.) mas sobretudo o número de série do aparelho. É esta última informação que permite à Câmera Trace de localizar o aparelho de foto perdido ou roubado. Se uma fotografia realizada com seu aparelho aparece no banco de dados, o proprietário é alertado, em seguida, por e-mail. Câmera Trace propõe igualmente fazer os procedimentos necessários junto aos serviços de policia se preciso for.

O custo é realmente acessível : 10$, por aparelho. É o preço que custa o registro do numero de série de seu aparelho de foto no banco de dados da Câmera Trace, para não ser vitima de perda total em caso de perda ou de roubo de seu aparelho.

Câmera Trace


Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 11 de fevereiro de 2012 às 07:56 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Câmera Trace: encontrar um aparelho de foto roubado ou perdido', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.