iPad 1 - Adicionar conteúdos ao iPad a partir do iTunes

Fevereiro 2017


Adicionar conteúdos ao iPad a partir do iTunes


As outras abas do painel são dedicadas à sincronização do conteúdo do iPad. Cada guia está associada a um tipo de conteúdo, para que possamos escolher os arquivos que desejamos sincronizar, graças a um sistema de caixas de marcação ou demarcarção. Você sempre poderá mudar de ideia, por que a cada conexão do iPad, você poderá redefinir o que você quer sincronizar (alterar foto ou música, lembrar-se de um aplicativo salvo, etc).

Dica 1


Nada te impede de trabalhar em música e utilizar o iTunes durante essas fases. Por exemplo, clique na música que você quer escutar, e uma nova janela aparecerá para o prazer dos seus ouvidos.

A aba Informações



O nome desta aba não lhe faz juz: ela inclui todos os parâmetros de sincronização dos seus contatos, compromissos e eventos, assim como suas contas de e-mail.
Escolha os elementos que você quer sincronizar (contatos, calendários, ...) marcando (ou não) cada categoria. Por exemplo, se você não quiser que os seus compromissos apareçam de maneira ostensiva em seu iPad, simplesmente desmarque a opção "Sincronizar calendários com..." (Leia-se: "Sincronizar calendários deste iPad com...").

Marque à vontade o que te interessar, no entanto, recomendamos, por enquanto, deixar de fora a sincronização das contas de e-mail.

Os contatos


Quem não precisa se lembrar, dependendo das reuniões e do tamanho da família, uma infinidade de endereços ou e-mails, números de telefone pessoais ou profissionais, aniversários, endereços de sites Internet ou blogs, contas no Twitter ou Facebook ? Ter tudo isso à disposição, quando o computador está desligado ou fora de alcance, faz toda a diferença.

Para que o iTunes sincronize os contatos armazenados no seu computador com os do aplicativo "Contatos" do iPad, marque a opção "Sincronizar contactos com... " e selecione um aplicativo compatível:
  • Caderno de endereços do Yahoo! e Contatos do Google se você tiver um Mac ou PC,
  • Contatos do Windows, Microsoft Outlook 2003 ou 2007, Outlook Express, se você tiver um PC,
  • Caderno de endereços do Mac OS X se você tiver um Mac.

Observação 1


Os dados armazenados no caderno de endereços são usados de maneira inteligente por outros aplicativos (tipo de navegação para chegar ao endereço de um cliente, e-mails, data de nascimento, empresa, sócios, apelidos, números de telefone, a lista é longa), que, em contrapartida, contribuem para que ele seja preenchido corretamente.

Calendário


O aplicativo "Calendário" no iPad não é nenhuma maravilha em termos de decoração, em compensação, ela sabe lidar com múltiplas categorias de compromissos e eventos definíveis pelo usuário (ou baixáveis, como as fases da lua para os jardineiros, feriados nacionais...), nos alertar, de várias maneiras, para que não esqueçamos o aniversário de casamento, mudar um compromisso sem reclamar, tudo isso sem borracha ou lápis, com quanto espaço quiser para tomar notas.
Pour qu'iTunes synchronise les rendez-vous enregistrés sur votre ordinateur avec ceux de l'application « Calendrier » de l'iPad, cochez la case « Synchroniser les calendriers avec... » puis sélectionnez :
Para que o iTunes sincronize os compromissos armazenados no seu computador com os do aplicativo "Calendário" do iPad, marque a opção "Sincronizar calendários com... " e selecione:
  • iCal ou Microsoft Entourage se você tiver um Mac,
  • Microsoft Outlook 2003 ou 2007 se você tiver um PC.

A aba Aplicações


Esta aba reproduz o visual do seu iPad e permite-lhe reorganizar os ícones como quiser, em uma ou mais páginas, o que, aliás, você também pode fazer no tablet em si, a qualquer momento. A vantagem é que os aplicativos comprados pelo iTunes Store e baixados ou armazenados no computador aparecem, e asinstalações são feitas com um simples arrastar/soltar ("drag and drop", em inglês ).

Atenção


Excluir um aplicativo do iPad não causa nenhum problema porque ele continua salvo no seu computador. Na pior das hipóteses, ele pode ser baixado de graça novamente, á que ele está associado à sua conta Apple Store. Em compensação, a supressão terá inevitavelmente, removido os dados associados a ele, caso você não os tenha salvado antes, se isto for possível, é claro.

A aba Música



Como falamos anteriormente, os arquivos de música são muito gulosos em termos de memória, mesmo se eles estiverem compactados. Assim sendo, vamos aproveitar e usar essa guia para por em prática o direito do ser humano: a possibilidade de escolher . Por exemplo, transferir apenas determinadas listas de reprodução. Nada vai nos impedir de voltar atrás em nossas decisões numa futura sincronização.

Dica 2


Várias listas de reprodução podem conter a mesma música: ela não será repetida. Portanto, crie tantos tópicos quanto sua imaginação possa permitir (músicas de texto, trilhas sonoras, slows, jazz, variedade, canto de baleias, discoteca), pode até deixar o mesmo título!

A aba Filmes


Muito fácil de usar, esta aba lista os seus filmes digitais, e deixa que você escolha quais transferir para o iPad: seja individualmente (selecionando-os com a sua caixa de seleção), ou de acordo com critérios de novidade: os três mais recente, por exemplo.

A aba Seriados TV



Você pode encontrar tudo no iTunes, até mesmo programas de TV, sejam franceses ou ingleses (excelente para trabalhar o seu sotaque). Depois de escolhidos, comprados e baixados em seu computador, nada é mais fácil do que transferí-los para o iPad (basta selecionar a caixa de seleção ao lado do título), para, então, assistir tranquilamente os últimos episódios de "Lost" , enquanto o seu cônjuge curte um documentário sobre a criação do ornitorrinco anão no leste da Tanzânia. A menos que seja o contrário. O iPad ajuda a manter a paz no seu lar (e muito mais leve e fácil de transportar do que um leitor de DVD e uma tela grande)!

A aba Podcasts



A moda dos podcasts explodiu, como a dos rádios gratuitos em seu tempo, permitindo a todos de realizar as suas próprias emissões e publicando-as em sites especializados. O iTunes faz parte deles. Você pode encontrar podcasts sobre um monte de temas (emissões de rádio de grandes canais nacionais, a leitura de livros, debates, humor, etc) de qualidade, obrigatoriamente, desigual. Convém assinalar que um conteúdo gratuito de boa qualidade está realmente disponível, com uma apresentação sincera e, às vezes, apresentações bem refrescantes (por exemplo, http://www.utopod.com/). O iPad recupera os Podcasts aos quais você se inscreveu, permitindo assim que você ouça à vontade seus programas favoritos (e vai te dar, quem sabe, vontade de "Podcastar" sobre um tema que te interesse?).

Observação 2


O termo "Podcast" vem da contração de "iPod" e "broadcast": isto é, originalmente a difusão do conteúdo de multimídia para os iPod. Grandes palavras para falar do lançamento de arquivos de áudio e vídeo, exceto que é possível se inscrever em um "fluxo" de podcast, e ser notificado quando um novo episódio está disponível.

A aba iTunesU


Fora exceções, é muito improvável que você tenha a oportunidade de utilizar esse serviço particular aberto pela Apple para os benefícios de instituições de ensino superior (universidades, centros de pesquisa, principalmente). O conteúdo publicado (como documentos PDF, podcasts, vídeos) fica disponível gratuitamente para alunos, professores, pesquisadores e visitantes, a instituição controlando o acesso a essas informações, bem como sua produção. A utilização deste serviço é praticamente idêntico ao descrito para os Podcasts.

A aba Livros


Esta aba tem uma importância particular para o iPad, uma vez que nos dá acesso ao carregamento de livros digitais presentes no iTunes para o iPad, que poderá lê-los através do aplicativo iBooks, disponível para download gratuito. Estes livros (chamados de "e-books") estão disponíveis em vários formatos, sendo o PDF o mais conhecido, embora a Apple prefira um padrão aberto chamado ePub, que tem muito mais flexibilidade para exibição

Observação 3


Lá onde as páginas PDF são estáticas, as páginas de um arquivo ePub podem se adaptar à exibição (formatação dinâmica, mudança de fonte e seu tamanho). Note-se que a Apple pode proteger os livros distribuídos pelo iTunes por uma criptografia, para que não seja possível copiá-los, o que ele fez no início com a música (DRM) e, finalmente, abandonou.

Dica 3


Assim como você pode importar arquivos de música para o iTunes sem precisar, necessariamente, comprá-los através do iTunes Store, idem para os eBooks. Os documentos importados através do comando "Adicionar à Biblioteca" do menu "Arquivo" vão se juntar, na Biblioteca, uma pasta "Livros" para os ePub, e vão se misturar aos arquivos de música para os PDF (mas nada te impede de agrupá-los em uma lista de reprodução!).
O aplicativo iBooks tem direito a outra dica, então, voltaremos a falar sobre o assunto. Enquanto isso, você pode obter gratuitamente eBooks, livres de direitos autorais, na Biblioteca Nacional (Gallica) ou mais ainda no Projeto Gutenberg (Projeto Gutenberg). Algumas pesquisas na internet te farão descobrir rapidamente outras fontes de abastecimento. No pior dos casos, os softwares gratuitos como o (Stanza) e Calibre (Calibre) vão ajudá-lo a converter seus documentos para o formato ePub (e muitos outros). Não nos esqueçamos dos autores que começam a distribuir seus produtos diretamente em formato digital, embora este fenômeno ainda esteja em fase experimental: o volume de trabalho para editar corretamente de um livro está longe de ser negligenciado.
Será que vamos finalmente acabar com o plácido prazer da leitura, sem abrir mão da escolha e da interatividade da Internet? Parece que este é o caso, embora ainda se tenha conseguido re criar esta atmosfera tão convival de uma verdadeira biblioteca...

A aba Fotos


Com a aba Fotos é possível enviar todas ou parte de nossas fotos (e vídeos fornecidos por certos aparelhos) para o nosso iPad, onde elas vão impressionar a galera na tela ou fundo, ou economizador de tela, ou servir como material para qualquer aplicação (Keynote, Pages e muitos outros).

Reciprocamente, através de um acessório que se liga ao seu conector, o iPad pode até recuperar as imagens de sua câmera (nos formatos JPEG e RAW) através de um cabo USB, ou lendo diretamente o cartão de memória FlashCard (TM). A sincronização terá o efeito de repatriá-las para o seu computador, e posicioná-los como descrito acima.

Dica 4


Recomendamos evitar ler o conteúdo de sua câmera através da porta USB, se tiver um flashcard (TM) compatível com o acessório da Apple. A transferência não será, necessariamente, mais rápida, mas ambos os aparelhos gastarão muito menos energia, e ganhando assim, mais autonomia.


Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Publicado por pintuda. Última modificação: 19 de fevereiro de 2012 às 08:46 por pintuda.
Este documento, intitulado 'iPad 1 - Adicionar conteúdos ao iPad a partir do iTunes', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.