iPad 1 - O aplicativo "Mapas"

Dezembro 2016


O aplicativo "Mapas"


O aplicativo "Mapas" é muito útil para estudar um lugar qualquer do mundo, ou para ajudá-lo a preparar uma itinerário entre dois lugares. Os modelos de iPad sem conexão 3G serão, necessariamente limitados no que se refere ao modo "GPS".

A exibição dos mapas



Observação


Na primeiro vez, o aplicativo "Mapas" vai perguntar se você autoriza que ele use o "Serviço de Localização". Isto é para te avisar que o iPad vai tentar descobrir onde ele está (e você, ao mesmo tempo), usando os meios à sua disposição. Aceite: isso não te compromete em nada, porque o aplicativo "Definições" permitirá que você reestabeleça o seu anonimato ao desativar esse recurso no painel "Geral".
A tela principal é um mapa aéreo como todos nós (?) sonhamos em nossas viagens: Não há necessidade de dobrá-lo como um origami, além dele estar sempre atualizado! Até hoje, a Apple conta com a tecnologia Google Earth (TM), que pode exibir mapas tradicionais (estradas, cidades, terrenos, fronteiras) e/ou vistas por satélite, tudo em diferentes escalas, a ponto de distinguir a tia Nastácia apanhando sol na piscina quando o satélite indiscreto passou por lá.

O mapa é um pouco torto na parte inferior direita da tela. Se você colocar o dedo neste lugar, a página se levanta, para revelar as opções de visualização, que você poderá assinalar, como quiser.

MapSettings
  • Tradicional: o mapa tradicional em toda sua glória.
  • Satélite: uma visão fotográfica compilada a partir de imagens de satélite.
  • Mixto: as informações da placa gráfica (estradas, lendas) se sobrepõem à vista do satélite.
  • Terreno: o mapa mostra as áreas florestais, a elevação...



Logo abaixo dessas opções, um interruptor chamado "Circulação" desencadeia a sobreposição do tráfego rodoviário, no mapa. As estradas são coloridos em verde ou vermelho de acordo com as condições de tráfego. Voltaremos mais tarde ao botão "Coocar um marcador".

Atenção


Em geral, as informações de trânsito só estão disponíveis para as grandes cidades e seus arredores. Ele também requer que o iPad tenha uma conexão Wi-Fi ou 3G activa.
Toque emoutro lugar que não seja o botão e o mapa reaparece em primeiro plano. Para mover, basta empurrar o mapa com o dedo, enquanto que para mudar a escala é preciso botar dois dedos (o polegar e o indicador) na tela e fazer um movimento de pinça (abrindo ou fechando, dependendo da escala desejada).

Dica


Para retornar à sua posição atual, toque no círculo em forma de visor que se encontra na barra de menus: um ponto azul indica o centro da área onde você está, indicado por um círculo sobreposto. O tamanho do círculo depende do tipo de localização utilizado (suficientemente grande quando apenas uma conexão Wi-Fi é utilizada, menor em 3G ou com o GPS apenas).

Os marcadores


Os marcadores são representados por alfinetes espetados no mapa. Para criar um, nada mais simples: colocar o seu dedo onde você quer que ele apareça, e depois de um breve momento, um alfinete se materializa e se espeta no local desejado (se você mirou mal, pressione e arraste-o).
O marcador exibe o endereço correspondente na etiqueta. O pequeno "i" (que significa "informação") é um botão que exibe as possíveis operações a serem realizadas nesta marca.

Itinerário para este lugar


Este botão aciona o cálculo de uma rota ideal para ir da sua posição atual (ou local marcado da histórico) para este lugar. Uma faixa azul aparece na parte inferior da tela, onde você poderá escolher entre um percurso de carro, ônibus, ou a pé. O botão "Iniciar" permitirá seguir o percurso em vários segmentos com as setas (etapa anterior, etapa seguinte) ou como uma lista, apertando o botão que fica no lado esquerdo da banda azul. Ao selecionar um dos elementos da lista, você fará aparecer o segmento correspondente no mapa, em azul.

Itinerário a partir deste lugar


Funciona exatamente como o anterior, mas no sentido contrário! Pense em identificar o destino no mapa antes, para que ele apareça no histórico de possíveis destinos, se não se tratar da sua localização atual (também é possível entrar com o teclado).

Adicionar aos contatos


Se o lugar especificado for o endereço de um de seus contatos, este botão possibilitará adicioná-lo diretamente a sua ficha de contato, se ela existir (toda a lista aparece, basta apontar para a ficha correta) ou, caso contrário, criá-la.

Enviar como link


As coordenadas de localização são transformadas em um arquivo .vcf anexado a um e-mail pronto para ser enviado, que o seu destinatário poderá adicionar ao seu caderno de endereços.

Adicionar marcações


Como para um navegador da Internet, o endereço será armazenado em uma lista de bookmarks, acessível através do ícone em forma de um livro aberto, que fica na barra de menu. A janela das marcações também exibe o histórico das marcas, assim como aqueles associados aos seus contatos.

Modos de Busca e Itinerário


O aplicativo alterna entre esses dois modos de funcionamento graças aos botões no canto superior esquerdo da janela. Em modo de busca, apenas as marcas serão exibidas. O modo de rota sobrepõe a informação do caminho a ser seguido entre duas marcas, seguindo um determinado modo de locomoção (a pé, de carro, de ônibus), se for possível.

A bússola


Não, o iPad não é um canivete suíço mas, ele incorpora uma "bússola" ou, pelo menos, um circuito integrado capaz de detectar o magnetismo ambiente, e deduzir o norte magnético.

Você a estiva este recurso (bem escondida, admito), selecionando o pequeno "visor" na barra de menu que nos leva a nossa posição atual. Uma nova pressão no visor (que ficou azul) o faz mudar de forma, para ficar igual ao disco centrado na nossa posição. Na verdade, este disco tem um pequeno cone branco, que representa o nosso ângulo de visão. Se você girar o iPad em seu eixo, o círculo também gira seguindo o sentido alvo do tablet. A bússola que apareceu no canto superior direito da tela faz o mesmo para continuar a apontar para o norte.


Às vezes o sensor, que é muito sensível, tem problemas para se identificar. Assim, o iPad vai exibir uma janela, que te avisará que interferências electromagnéticas o impedem de verificar, e te pede para movê-lo lentamente seguindo um caminho em "8", para que ele possa se ajustar. Dê-lhe esse prazer, ofereça-lhe esta valsa...


Para sair do modo bússola, pressione novamente no visor, ou qualquer outro ícone da interface.


Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Publicado por pintuda. Última modificação: 21 de fevereiro de 2012 às 12:40 por pintuda.
Este documento, intitulado 'iPad 1 - O aplicativo "Mapas"', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.