As empresas "ultrapassadas" pelas ferramentas tecnológicas

Maio 2017

As empresas devem obrigatoriamente integrar novas ferramentas tecnológicas utilizadas por seus funcionários em sua organização para se manter competitiva? Uma pesquisa global encomendada pela Unisys, com cerca de 3.000 funcionários e 650 DSI revela que os funcionários adquirem e usam cada vez mais frequentemente suas próprias ferramentas tecnológicas nas sua atividades profissionais ... Esta é uma realidade muitas vezes ignorada ou subestimada pelas empresas, e que tem um impacto imediato em vários níveis atraso na definição de regras para o uso dessas ferramentas na esfera profissional, a perda de controle sobre as necessidades de mudança tecnológica, heterogeneidade dos equipamentos informáticos da empresa, etc. Pior ainda, ao não aceitar estas alterações, as empresas sofrem o risco de perder sua atratividade no mercado de trabalho, os candidatos privilegiam os empregadores de vanguarda neste domínio.


O consumo de TI no Trabalho: As empresas s "desconectadas" de seus funcionários

A sondagem da Unisys revela uma discrepância significativa entre os padrões de consumo de produtos de tecnologia pelos empregados e os hábitos de conhecimento dessas novas empresas: na verdade, eles não sabem exatamente quantas ferramentas tecnológicas "pessoais" os funcionários usam em seu trabalho e, mais importante, para que fins. Uma lacuna que afeta diretamente a definição de regras de governança apropriadas para a empresa e sobre a evolução precisa de suas novas necessidades tecnologias.

Cruzamento das utilizações pessoais e profissionais

Assim, os 2810 "e-trabalhadores" pesquisados usam em média quatro ferramentas tecnológicas "pessoais" e vários aplicativos de terceiros sem o conhecimento de sua empresa durante seu dia de trabalho. Esses funcionários também relataram que eles usam o dobro de seu laptop e celular, do que estimam os DSI entrevistados neste estudo. E, mais preocupante ainda, 50% dos dispositivos utilizados pelos "e-trabalhadores" misturam dados pessoais e de negócios. Esta lacuna entre a realidade das utilizações e as avaliações erradas explicam, então, em parte o fato de que 73% dos DSI sondados acreditam que sua rede corporativa é "bastante segura".

Os empregados inovaam, as empresas "padronizam"

Uma grande maioria dos funcionários pesquisados desejam adquirir suas próprias ferramentas tecnológicas como parte da sua atividade profissional, uma tendência que se opõe ao desejo das empresas de "padronizar" a sua utilização. Assim, 95% dos funcionários disseram que haviam comprado pelo menos uma ferramenta tecnológica especificamente para seu trabalho, enquanto que 70% dos DSI interrogados continuam a se conformar ao modelo "tradicional" para a compra de equipamentos para os funcionários. Hábitos arraigados, que parecem difíceis demudar na empresa: assim, apenas 30% deles estão "tentadas" a implementar, nos próximos dois anos, um sistema de compensação financeira para os funcionários que compram sua próprio equipamento.

DSI e seu atraso na integração de redes sociais

Outra diferença significativa entre a percepção dos empregados e suas empresas refere-se á a integração de outros aplicativos de redes sociais "corporate": lá onde as empresas pensam estar em sintonia com essa tendência - com planos de aumentar significativamente o uso das ferramentas como Twitter, Facebook e LinkedIn para fins profissionais - a metade dos funcionários pesquisados acreditam que essa consideração é completamente insuficiente. A falta de reatividade que pode explicar a ausência de regras para usar as mídias sociais no local de trabalho, para 40% dos entrevistados.

Uma questão que se reflete no mercado de trabalho

Finalmente, a maioria dos funcionários indica que as ferramentas tecnológicas fornecidas pela empresa, e o suporte que oferece para a sua adoção, representam um importante fator qualitativo para assumir um emprego. Um fato que contraste com as percepções das empresas sobre a importância deste critério: assim, apenas um terço deles disse que o uso tecnológico, em massa, no local de trabalho é a chave para a sua atratividade e produtividade.

Para saber mais

Novas ferramentas tecnológicas
Os resultados completos da sondagem realizada por Unisys em inglês
ferramentas para empresa
O que é DSI

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 20 de outubro de 2015 às 04:37 por pintuda.
Este documento, intitulado 'As empresas "ultrapassadas" pelas ferramentas tecnológicas ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.