Faça uma pergunta »

Utilizar o software livre na empresa

Agosto 2015

Antes reservado aos iniciados, o software livre entra aos poucos nas empresas. Mais abertos, com menos restrições, evolutivos e pouco custosos, o livre mostra serias vantagens que lhe fazem valer! Atualmente não é preciso ser um especialista da informática para utilizar o livre! Opostos aos softwares proprietários na medida em que eles podem ser livremente distribuídos e onde o código fonte é acessível, o livre tende á seduzir as empresas que hesitam cada vez menos a ultrapassar a fronteira!

Livre, gratuito e Open-Source


Em se tratando de software livre, o mais difícil, é sobretudo de compreender o que vem atrás do termo de software livre ! Pois, a semelhança entre softwares livres, open-source e softwares gratuitos pode às vezes confundir, enquanto que algumas nuances importantes podem existir. Assim, um software livre não e', necessariamente nem livre nem gratuito, você está seguindo o raciocínio ? Provavelmente não muito e, isto é bastante normal !

Para ser livre , um software deve ser utilizável para qualquer uso, ser distribuível e modificável sem restrições e poder ser estudado. Para tanto, o código do software deve ser publicado e acessível. E, no entanto, um software livre pode ser PAGO! Uma empresa pode comprar um software livre e em seguida o redistribuir gratuitamente como quiser, por exemplo. Se a empresa modificou o código do software, ele deve, por obrigação, publicar estas modificações.

O software open-source, quanto à ele mais restritivo ! Um software open-source é um software cujo o código é acessível . Quando adquirido, seu proprietário pode modificar o código do software> Por outro lado, o editor do software pode proibir , por exemplo a revenda do software.

Note que quase todos os softwares open-source são livres e que um software pode ser livre, e assim necessariamente open-source !

Enfim, alguns softwares gratuitos podem não ser livres, pois seu código não é publicado e que não é impossível a modificação.

Por que as empresas passam para o livre libre ?


As empresas são cada vez mais numerosas à passar para o livre... às vezes mesmo sem se dar conta disto. Se uma empresa deseja lançar seu site de e-commerce, ela utilizará, talvez, o software OsCommerce para desenvolver seu site que ela hospedará em seguida em um servidor Apache. OsCommerce, como Apache são softwares livres !

Ainda mal conhecidos a pouco tempo, os softwares livres se introduzem, pouco à pouco nas empresas> geralmente menos custoso que os softwares proprietários, eles são também mais flexíveis e mais evolutivos! Como codes-sources podem ser modificados, alguns softwares podem ser adaptados sob medida para a empresa que tem necessidades particulares, sem custo extra consequente. Coisa que não pode ser cogitada no mundo do software proprietário.... Ou então com um custo muito importante.

A evolução oferecida pelos softwares livres também é um fator importante na decisão de passar para o livre pelas empresas. O fato de que cada melhoria do software seja publicada permite às empresas ter um software incessantemente atualizado. Sem considerar que uma enorme comunidade de desenvolvedores trabalha em certos softwares !

Quais disposições prever antes de passar para o livre?


A transição para o livre na empresa não deve ser "forçada"! Pois a adoção de uma nova biblioteca de software pode causar certa "desorientação" entre seus colaboradores que podem encontrar-se um tanto perdidos diante das novas interfaces e novos funcionamentos. Se o seu grafista usar um software proprietário para o reprocessamento de fotos a mais de 10 anos, provavelmente haverá algumas dificuldades em utilizar o Gimp!

É uma verdadeira gestão de mudança que deve ser conduzida na empresa, em primeiro lugar para formar o seu pessoal para o uso software e depois para obter seu consentimento para o uso do livre. Para tanto, o empresário deve explicar aquilo que motivou para esta passagem para o livre em sua empresa..

Como acontece com qualquer migração para software novo, sessões de formação devem ser organizadas e pode-se imaginar que, durante os primeiros dias, apenas os voluntários vão usar o software, até que todos optem por ele.


Algumas estruturas optam em deixar seus empregados completamente livres para escolher, mas impor o uso do livre para os novos contratados.

Deve-se dizer ainda que, esta solução pode, eventualmente, causar problemas de compatibilidade na empresa. As trocas de arquivos de software livre e software open source, que nem sempre são compatíveis podem representar, rapidamente, problemas importantes a serem resolvidos.

Em todos os casos, se o software livre não representam grandes custos, a migração para o todo-livre custará, é claro, tempo e custos em formação e em equipamento, que devem ser efetuados por profissionais.

Uma oferta florescente


As empresas podem passar para o todo-livre? Sim, com algumas exceções! Hoje, a oferta é próspera! Framasoft, um site de referência no mundo do software livre, oferece um diretório que contém cerca de 1500 softwares livres: Internet, gerenciamento de conteúdo, desenvolvimento, acessórios de escritório, contabilidade, CRM, ERP, groupware ... Tudo está ali ... ou quase tudo. É bom precisar que, a parte os softwares específicos, uma empresa pode, se desejar, ter tudo gratuito! Pequena revisão de softwares disponíveis por categoria!

Você deseja lançar seu site de e-commerce


Grafismo


Trabalho colaborativo


ERP/CRM




Photos : Mypixbox, Elyazalée
Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Utilizar-o-software-livre-na-empresa.pdf

Veja também

Na mesma categoria

Utilizar el software libre en la empresa
Por Carlos-vialfa em 3 de fevereiro de 2010
Utiliser le logiciel libre en entreprise
Por CommentCaMarche em 2 de fevereiro de 2010
Utilizzare i software liberi in azienda
Por apfel9 em 27 de março de 2015
Artigo original publicado por CommentCaMarche. Tradução feita por ninha25. - última modificação por Jeff
Este documento, intitulado « Utilizar o software livre na empresa  »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.