Exposição: cuidado com o automático integral

Novembro 2016



A maioria das pessoas usam suas máquinas de forma totalmente automática para tirar fotos. Se para algumas definições como balanço de branco, isso funciona bem, para a exposição é preciso saber dos riscos que isso acarreta.

Cinza médio e valor de exposição

Cinza médio


O cinza médio é um cinza particular cuja reflectância é de 18%. Isso significa que ele retorna 18% da luz incidente, a que vem sobre ele.

Basicamente, a reflectância de 18% é a favorita do olho humano: nem muito claro para nos deslumbrar, nem muito escuro para precisar forçar a vista. É por isso que a maioria das células das câmeras são baseadas neste cinza médio para o cálculo da exposição das fotos.

Valor de exposição (EV)


O valor de exposição, ou EV para os mais experientes, é um sistema para medir o brilho relativo de uma foto. Uma foto tirada em condições normais, isto é, sem correção de exposição, terá um EV nulo (EV = 0).

Você pode então aumentar ou diminuir esse EV alternando entre três configurações de exposição (sensibilidade, diafragma (abertura), tempo de exposição, consulte nosso artigo sobre Princípios básicos da exposição). O EV é a modificação de um único parâmetro sobre um valor inteiro (ex: tempo de exposição de 1/500th para 1/250th; abertura de f/5,6 para f/4, sensibilidade à 100ISO para 200ISO, etc). Atualmente as máquinas definem o EV pela metade ou pelo terço, alterando as configurações com valores intermediários (ex: 320 ISO ou f/2,2).

Em alguns casos, será necessário aumentar ou diminuir o EV para obter uma exposição realista, que não é necessariamente o dado pela máquina ...

A armadilha do cinza médio


Mesmo se as fotos tiradas assim são bonitas, às vezes, elas estão longe da realidade. Veja dois exemplos óbvios: uma folha metade preta e metade branca.
  • Se utilizarmos um refletor na parte branca, perceberemos que o preto é preto, mas o branco é cinza (médio).
  • Se utilizarmos um refletor na parte preta, perceberemos que o branco é branco, mas o preto é cinza (médio também).

Instintivamente, nosso cérebro nos diz que é branco ou preto, já que ele está habituado a esse tipo de caso (ex: um muro branco, na sombra, nos parece branco mas, na realidade, ele é cinza).
Da mesma forma, se você tirar uma foto de uma cena de rua, à noite, a câmera vai superexpor e, assim, a fotoe será como em pleno dia ... Adeus ambiente noturno !

O que fazer ?


É simples: utilizar a correção de exposição da sua câmera.
  • Se o seu sujeito for cinza médio: não precisa de correção.
  • Se o sujeito for mais claro do que o cinza médio: superexpor um pouco ou muito, dependendo do caso (ex: 1/3EV ou 2/3EV para o rosto de uma pessoa branca, +2 EV para um folha em branco).
  • Se o seu sujeito for mais escuro do que o cinza médio: subexpor conforme o sujeito (ex: -2/3EV para uma pessoa com pele escura, -2EV para uma folha preta,-1EV para uma cena noturna, etc).



Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também :
Este documento, intitulado « Exposição: cuidado com o automático integral »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.