O FBI suspeito de espionar os iPones

Dezembro 2016



Hackers afirmam ter recuperado, graças a uma falha de segurança em Java, um arquivo do FBI que continha dados privados de 12 milhões de pessoas.

Um grupo de hackers, reivindicando-se do movimento Anonymous e AntiSec, anunciaram segunda feira dia 3 de setembro estar em possessão de um arquivo que recenseia os dados privados de 12 milhões de usuários de aparelhos sob iOS (iPhone, iPad, iPod touch). Mais inquietante ainda, os piratas afirmam que este arquivo vem diretamente do FBI.

"Durante a segunda semana de março de 2012, um computador portátil Dell Vostro foi piratado » afirmam eles. O computador seria de propriedade do agente especial Christopher Stangl que trabalha no escritório de Nova Iorque do FBI, especializado na "ciber ação". É graças à falha de segurança em Java que a intrusão e recuperação do arquivo teriam sido possível.

O pirata recuperou então um documento nomeado "NCFTA_iOS_devices_intel.csv". Este arquivo é na verdade uma lista de 12.367.232 identificadores dos aparelhos que rodam com iOS, o sistema operacional da Apple. É possível de encontrar nele os nomes dos usuários, o nome do aparelho utilizado, o tipo do aparelho, o código postal do usuário, o número de telefone celular, o endereço, e muito mais ainda, de acordo com os piratas.

A denominação "NCFTA" poderia se referir à "National Cyber-Forensics & Training Alliance" (A Aliança Nacional de ciber investigação e de formação). Um organismo que coloca em comum os recursos das diferentes polícias americanas e do setor privado. Ele tem por missão « identificar, reduzir e neutralizar a ciber criminalidade ».
O grupo de hakers suspeita que o FBI utilize estas informações apara vigiar e pistar os proprietários do iPhone e do iPad. No entanto os piratas nã desejaram publicar todas estas informações « brutas » : somente um milhão de identificadores, « purgados » de qualquer elemento sensível (como o endereço ou o numero de telefone), foi revelado "para provar a veracidade do arquivo"

Tradução feita por Ana Spadari.

O site especializado Macbidouille, que pode consultar o arquivo, evoca « algumas dezenas de milhares de iPhone e de iPads dentre eles usuários francófonos.


Até agora FBI e Apple não reagiram


Veja também :
Este documento, intitulado « O FBI suspeito de espionar os iPones »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.