A tendência « BYOD », o bicho papão das empresas

Fevereiro 2017


Segundo um estudo europeu realizado pelo especialista das soluções de armazenagem evolutivas e da segurança "Imation Corp", uma maioria de já teriam utilizado seus terminais s para acessar à distância documentos de empresa. As empresas expressariam, no entanto, sua reticência para integrar a tendência "Bring Your Own Device" e instalar uma política adequada para favorizar o trabalho à distância.

A tendência BYOD, que corresponde a adoção generalizada móveis na empresa e fora dela para um uso misto (pessoal-profissional), é atualmente uma realidade para 64% dos empregados que já teriam usado seu computador fixo/portátil pessoal para acessar as redes ou os documentos de empresa, de acordo com o estudo. « Trabalho móvel e segurança informática » realizada em 2012 por Imation Corp, junto a 1000 empregados na França, na Alemanha e no reino unido.

Bloqueio na utilização dos terminais pessoais ?

Um resultado que contrasta com as restrições impostas pelas empresas, pois 55% entre elas dizem « ter elaborado regras restritas para enquadrar o acesso aos documentos profissionais sensíveis a partir de aparelhos pessoais. ". Um quarto dos empregados interrogados indica, portanto « não conhecer as regras instauradas pela sua empresa em matéria de trabalho á distância » e de maneira bastante inquietante, 15% dos empregados franceses afirmam já ter perdido um aparelho portátil que continha o armazenamento dos documentos profissionais.

Segundo Nick Banks, Responsável da segurança Móvel da Imation, para as regiões EMEA e APAC : "Esta pesquisa prova que existe lacunas no mercado informático europeu quanto á segurança ligada ao trabalho à distância, tanto do ponto de vista tecnológico quanto ao nível da política de empresa".

Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 25 de setembro de 2012 às 08:34 por ninha25.
Este documento, intitulado 'A tendência « BYOD », o bicho papão das empresas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.