Como criar lista personalizada no Excel 2010

Novembro 2016

Você pode criar uma lista inteiramente ou dos elementos já presentes em uma planilha. Se você já digitou a lista dos elementos de uma série, selecione-a na planilha. Vá para Ferramentas, clique em Opções e na guia Listas personalizadas (Excel) ou em Ferramentas > Opções > OpenOffice.org Calc > Listas de classificação (Calc):


Para usar a lista selecionada, clique no botão Importar (Excel) ou Copiar (Calc):



Para digitar uma nova lista, selecione Nova lista na caixa de Listas personalizadas (Excel) ou clique em Adicionar (Calc). Introduzir os elementos na área das Entradas da lista, começando com o primeiro. Pressione a tecla Entre depois de cada elemento. Quando a lista estiver completa, clique no botão Adicionar.

No menu Formatar, clique em Célula e na guia Número. Aplique o formato Texto nas células vazias e digite uma lista de números nas células formatadas.

Exemplo de lista suspensa com entrada semi-automática

Imagine que você queira preencher rapidamente uma célula a partir de uma lista personalizada, por exemplo, a lista de departamentos ou regiões francesas. Além disso, você quer automatizar a digitação o máximo possível: digitando a primeira letra, a lista só exibirá os dados correspondentes.


Para tornar esta lista independente da estrutura da pasta de trabalho, você deverá usar os intervalos e as fórmulas nomeadas. Este exemplo baseia-se nos departamentos franceses. A lista entrará em uma coluna para os nomes utilizáveis, mas é claro que é possível adicionar mais colunas para outras informações. Uma linha de título pode ser adicionada para identificar melhor os dados. Selecione a primeira célula da lista e, em seguida, na caixa Nome, digite como nome n_regiões e confirme com Entre:


A coluna da lista também será identificada com a ajuda de um nome. Selecione a coluna inteira, clicando em seu cabeçalho (aqui A) e entre como nome na caixa Nome c_regiões e confirme com Entre:


A lista deve ser ordenada alfabeticamente para que a função se comporte corretamente.

Agora, crie uma fórmula nomeada, que vai delimitar a área preenchida da lista (esta poderá aumentar e evoluir, sem problema). Para isso, selecione no menu Inserir > Nome > Definir. Na janela que aparece, digite como nome I_regiões na área Nomes na pasta de trabalho e, em seguida, na área Refere-se à:, a fórmula:
= DESLOC (n_regiões;0;0;COUNTA(c_regiões);1)
:


Clique em Adicionar para confirmar e em Ok, para fechar a janela. Depois de criada a estrutura da lista, você pode usá-la em qualquer planilha da pasta de trabalho. Selecione o intervalo de células em questão (se for o caso, uma coluna inteira). Escolha no menu Dados > Validação (ou Dados > Validade). Na janela, na guia Opções, selecione Lista na área Autorizar e digite na caixa Fonte, a seguinte fórmula:
=IF(F1<>"";DESLOC(n_regiões;EQUIV(F1&"*";l_regiões;0)-1;;SOMA((STXT(l_regiões;1;NBCAR(F1))=TEXTO(F1;"0"))*1));l_regiões) 
substituindo F1 pela referência da primeira célula alvo:


Na guia Alerta de erro, desmarque a opção Quando são digitados dados inválidos. Para facilitar a escolha do usuário, você pode digitar título e mensagem na aba Mensagem de entrada (ou ajuda de entrada). Clique no botão OK para confirmar e fechar a janela. A partir de agora, se antes de clicar na seta, você digitar qualquer letra, só os nomes que começam com essa letra serão propostos. Melhor ainda, você pode entrar vários caracteres: apenas as entradas da lista começando com os caracteres digitados serão propostas:


Os nomes propostos (n_regiões, c_regiões e l_regiões) podem, obviamente, ser modificados e uma pasta de trabalho pode ter várias listas.

Entradas de fórmulas

Uma fórmula é uma expressão que, quando interpretada pela planilha, faz um cálculo interno ou, mais frequentemente, usa os valores presentes em outras células. Para inserir uma fórmula em uma célula, basta selecionar a célula e comece a digitação entrando o sinal de igual (=). Depois, insira a expressão a ser avaliada. Depois de digitar, pressione a tecla Entre: a planilha interpreta a fórmula e exibe o resultado correspondente.

Se a fórmula inserida após o sinal de igual (=) estiver incorreta, a planilha exibirá uma mensagem de erro precedida pelo caractere #. Assim, no caso de referência a uma célula inválida, a planilha exibirá o valor #REF! Tome o cuidado de distinguir sempre o resultado apresentado por uma célula (como calculado pela planilha) e a fórmula que ela contém realmente. Se a célula contivesse apenas o resultado, a planilha não teria interesse algum.

Exemplo

Na célula A1 (a célula superior esquerda) digite =2+2 e pressione a tecla Entre. Você verá aparecer o número 4 na célula e, não, a fórmula que você digitou. Clique novamente (uma vez só) na célula A1. Ela continuará a exibir o número 4, mas você verá na barra de fórmulas o conteúdo real da célula, ou seja, = 2+2:


Se, inadvertidamente, você digitou 2+2 em vez de = 2+2, a presença do sinal de "+" faria com que a expressão não fosse reconhecida como uma fórmula, mas como um dado alfanumérico: a célula conterá e exibirá a cadeia 2+2. Não ria, este é um erro bem mais comum do que parece! Para corrigir, basta adicionar um sinal de "=" no início da cadeia, na barra de fórmulas e tudo voltará ao normal.

Uma fórmula pode incluir referências a outras células, expressões, isto é, operadores permitindo efetuar operações simples sobre os valores das células e, funções.

Depois de digitar os dados em uma célula, pressionar a tecla Entre vai confirmar a entrada e ativar a célula de baixo. Em vez disso, é melhor pressionar a tecla TAB para validar a entrada e passar para a célula da direita. Você também pode usar as setas do teclado para confirmar e passar para a próxima célula, na direção da seta. Enquanto a entrada não estiver concluída (o cursor fica piscando na célula ou na barra de fórmulas), a maioria dos comandos da planilha não pode ser executada.

Para cancelar uma entrada em curso, pressione a tecla ESC ou clique com o botão direito do mouse em Cancelar (o "X" vermelho na barra de fórmulas) para cancelar a entrada e começar de novo. Se você já pressionou a tecla Entre após completar uma entrada, você poderá selecionar novamente a célula e pressionar a tecla DEL, para apagar o seu conteúdo.

Todo mundo pode esquecer de terminar de digitar uma entrada em uma célula, antes de tentar acessar um comando, ou outro objeto, em uma pasta de trabalho. Na maioria dos casos, o Excel vai completar a entrada para você. Às vezes, porém, o Excel emite um sinal sonoro.

Se você não conseguir acessar um elemento que normalmente deveria estar disponível, verifique duas coisas:
Você está vendo os botões Cancelar (o "X" vermelho) e Entre (a marca de seleção verde) na barra de fórmulas?
No Excel, a palavra Editar aparece na barra de status, na parte inferior da janela?

Se a resposta for sim, você esqueceu de terminar de digitar. Para remediar esta situação, pressione Entre, TAB ou uma das teclas de seta.

Veja também :
Este documento, intitulado «  Como criar lista personalizada no Excel 2010  »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.