Celular para as crianças: decisão dos pais

Dezembro 2016



Na maioria dos casos (61%), os pais tem a iniciativa da compra do celular para seus filhos, mas a utilização deste é em seguida fonte de conflito entre eles, de acordo com a enquete TNS-Sofres para a Union nationale des associations familiales (Unaf). (França)

Em 61% dos casos, a compra do telefone se faz « pela iniciativa » dos pais, e em 38% dos caos pela demanda dos filhos », de acordo com este estudo publicado na última terça feira, igualmente realizado pela Associação "Action Innocence".

E 78% dos pais compram o aparelho « para poder falar com seu filho e que possa lhe chamar a qualquer momento » um número que sobe a 84% quando os pais são divorciados.

Logicamente, 66% dos pais questionados se dizem « assegurados », « depois que ele tem seu celular ».

Apesar disto, 61% dentre eles já « entraram em conflito com seu filho por causa da utilização do celular » (69% quando trata-se de um smartphone), onde 5% "por diversas vezes", 19% "de vez em quando" et 37% "raramente".

Entre as razões deste conflitos, 48% dos pais concernidos evocam « o desrespeito de certas regras impostas », 29% as « dificuldades de os encontrar » , 29% o "tempo passado a enviar SMS", 28% a "maneira que escrevem os SMS", 18% "gastar a mais que ao seu plano", 13% o "comportamento social (mexer no telefone enquanto que se fala com ele...)" de seu filho.

7% citam o "tempo passado nas redes socais », 6% os "problemas escolares", 3% a "conexão em sites inapropriados " e 1% fala de um "comportamento desrespeitoso (filmar alguém sem a permissão...)".

Apesar disto, 85% dos pais estimam que seus filhos « fazem um uso controlado e se impõe seus próprios limites".

Enquete realizada por internet junto a 1.000 pais de crianças (10-15 anos) equipadas com um celular, do dia 6 ao dia 17 de setembro. Amostragem representativa desta população (método das cotas).

Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 17 de outubro de 2012 às 05:04 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Celular para as crianças: decisão dos pais ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.