Os smartphones Android baratos representariam um terço do mercado mundial daqui 2016

Fevereiro 2017


A demanda de região da Ásia Pacífico, Oriente Médio e América Latina alimenta o crescimento do mercado de smartphones de baixo custo e o uso do sistema operacional Android.

Smartphones baratos parecem ser um motor para a democratização da tecnologia móvel em todo o mundo. De acordo com os últimos dados divulgados pelo NPD Group em 22 de outubro, as vendas combinadas de mais de US $ 150 dobraram de ano para ano desde 2010 e esta tendência deverá continuar até 2016, quando os embarcados atingirá 311 milhões.

A demanda é impulsionada pela região da Ásia Pacífico (60% dos partos), mas o crescimento também é forte no Oriente Médio e na África, América Latina e Europa Oriental.

"A maioria dos assinantes de telefone do mundo não pode se dar ao luxo de gastar mais de 200 dólares para EUA um smartphone", observou Shawn Lee, diretor de pesquisa da NPD DisplaySearch. "Fabricantes de smartphones de baixo custo criam rapidamente esses novos produtos sem muito investimento, permitindo-lhes ampliar seu número de assinantes de telefone em regiões emergentes."
Na verdade, como o aumento nas vendas de aparelhos de baixo custo vai continuar, o número de usuários do sistema operacional do Google (Android) vai fazer o mesmo. E como ele é "open source" - o código não é protegido e podem ser livremente modificados, reduzindo os custos de desenvolvimento para fabricantes - é o sistema operacional ideal para o primeiro preço de dispositivos móveis.

Telefones Android abaixo de US $ 200 atualmente representam 2% das vendas mundiais de smartphones. Mas em 2016, esse número pode subir para 29% do total das vendas, o equivalente do mercado global de smartphones em 2010.

Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 24 de outubro de 2012 às 08:34 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Os smartphones Android baratos representariam um terço do mercado mundial daqui 2016 ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.