Windows 8: desativar o filtro SmartScreen

Novembro 2017


De acordo com alguns especialistas, a Microsoft teria integrado um espião no Windows 8. Esse filtro é chamado de SmartScreen e, segundo a Microsoft, foi concebido para proteger o sistema contra softwares maliciosos em downloads:


No entanto, a função do SmartScreen é informar a Microsoft de todos os downloads e instalação de softwares feitos pelo Windows 8. Pior, a comunicação entre computador e tablet que rode neste sistema operacional e os servidores da Microsoft pode ser interceptada por hackers. Assim sendo, a ferramenta de proteção se voltaria contra o próprio usuário. Os servidores da Microsoft utilizam um método para decifrar o HTTPS obsoleto e não seguro para recuperar as informações coletadas pelo SmartScreen.

Como desativar o SmartScreen.

Durante a instalação do Windows 8, clique em Personalizar e desative o SmartScreen assim como o filtro SmartScreen do navegador Internet Explorer. Saiba que isso não pode ser feito depois da instalação do sistema.

Acesse o Painel de controle, busque a Central de Ações e abra-o. Na coluna da esquerda, clique em Alterar as configurações do Windows SmartScreen:


Verifique se a caixa Obter a aprovação de um administrador antes de executar um aplicativo não reconhecido da Internet (recomendado) está assinalada e marque a caixa Não fazer nada (desligar o Windows SmartScreen) e confirme com OK:



Em seguida, abra novamente a Central de Ações. Você verá um alerta em vermelho. Clique nele e em Alterar as configurações da Central de Ações, desmarque o filtro SmartScreene confirme com OK.

Você pode verificar, tanto no Central de Ações, quanto no SmartScreen, se o seu PC está sendo vigiado.

Foto: © Microsoft.
Publicado por ninha25. Última modificação: 19 de outubro de 2017 às 11:36 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Windows 8: desativar o filtro SmartScreen', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.