Cibercriminosos utilizam redes sociais para disseminar golpes em forma de anúncio

Novembro 2016

Cibercriminosos utilizam novo tipo de programa malicioso através das redes sociais: um adware denominado "PimpMyWindow". Segundo apuração do analista sênior da Kaspersky Lab no Brasil, Fábio Assolini, o malware usa o argumento de "mudar a cor do seu perfil" no Facebook para criar uma rede de "cliques fraudulentos", exibir anúncios invasivos no navegador das vítimas e roubar dinheiro em programas de links patrocinados, como o AdSense, do Google.

Até então incomum no Brasil, a técnica de monetização apresenta uma evolução por meio das redes sociais. Por exemplo, o "PimpMyWindow" oferece plugin para os três principais navegadores: Internet Explorer, Chrome e Firefox. Depois de instalado, o plugin malicioso irá usar o perfil das vítimas para disseminar o golpe para os contatos do Facebook com a mensagem: "PimpMyWindow foi instalado com sucesso! Cansado da cor do seu facebook? Faça como eu, mude você também!".

Para quem está com o plugin malicioso instalado, a Kaspersky recomenda a remoção imediatamente, pois o cibercriminoso por de trás do golpe pode interceptar os dados durante a navegação, direcionar a vitima para páginas maliciosas ou até mesmo roubar credenciais de serviços e contas online. Para desinstalar o pluin, abra o navegador e procure pela extensão "PimpMyWindow" ou "MudeACorDoSeuPerfil", depois é só clicar em remover.

Veja também :
Este documento, intitulado « Cibercriminosos utilizam redes sociais para disseminar golpes em forma de anúncio »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.