Identidade digital, um problema para as empresas

Maio 2017


As empresas sabem fazer cumprir as regras do uso de identidade eletrônica atribuída a seus empregados? De acordo com um estudo realizado pelo sistema de gestão da Quest Software e do Instituto Harris Interactive, não. Esta pesquisa também revela as más práticas que podem afetar a segurança dos sistemas de informação e produtividade.

A pesquisa realizada pela Harris Interactive e Quest Software foi baseada em duas outras pesquisas realizadas nos Estados Unidos, com 1.000 funcionários e 500 responsáveis da TI. A principal lição é que os funcionários custam a cumprir as regras que regem a gestão e o sigilo da identidade eletrônica que lhes foi atribuído. Mas, infelizmente, os responsáveis de TI também estão incluídos nesta lista. Esta atitude coloca em risco a segurança informática das empresas e é nefasta para a produtividade.

Principais conclusões deste estudo

51 % dos gerentes de TI dizem estar "preocupados" com as ameaças à segurança da rede corporativa. No que diz respeito às regras de privacidade, 10% dos responsáveis de TI admite que manteve uma conta de um trabalho anterior, o que lhe permite manter o acesso aos sistemas da empresa onde ele trabalhava. Quanto aos funcionários, 52% deles admitem ter compartilhado, pelo menos uma vez, seu ID com os colegas, e vice- versa. No que diz respeito à produtividade, 65% dos funcionários entraria em contato com o help desk ou o departamento de TI, pelo menos uma vez por mês, por um problema de acesso a um sistema, durante o expediente.
Foto: © Pixabay.

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 25 de janeiro de 2017 às 10:14 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Identidade digital, um problema para as empresas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.