Como escolher um vídeoprojetor corretamente

Agosto 2017

Elemento essencial do home theater, o vídeoprojetor tende a se democratizar gradualmente e a encontrar o seu lugar nos lares. Na verdade, as vendas deste tipo de equipamentos não param de aumentar. Consulte esta guia de compra para conhecer exatamente quais são as suas necessidades e expectativas.

Características técnicas

As diferentes tecnologias

  • A tecnologia LCD (Liquid Crystal Display)

Esta tecnologia é muitas vezes usada para apresentações profissionais e de equipe e, em geral, são os projetores mais baratos do mercado. Mas esta tecnologia tem algumas limitações, no que se refere ao Home Theater. Na verdade, a taxa de contraste é fraca, a qualidade de imagem menor e o nível de detalhes baixo.
  • A tecnologia Tri-LCD

Estes vídeoprojetores têm três painéis, em vez de um. Resultado? A qualidade da imagem é maior e a resolução superior. No entanto, o nível de preto é bastante médio e a lâmpada é bastante frágil.
  • A tecnologia CRT (três tubos)

Ela é composta por três tubos de raios catódicos pequenos, cada um representando uma cor primária. A imagem final é obtida com a sobreposição de três imagens. Esta é a tecnologia mais brilhante e mais adequada para o Home Theater. Ela pode projetar uma imagem a mais de 10 metros de distância. Ele oferece um bom nível de contraste e seus tubos têm uma vida útil de 10.000 horas. No entanto, também é a tecnologia mais pesada e mais voluminosa.
  • A tecnologia DMD (Digital Micromirror Device) ou DLP (Digital Light Processing)


A DMD é uma tecnologia baseada na reflexão de milhares de pequenos espelhos inclináveis, que refletem ou bloqueiam a luz. O brilho e o contraste são de qualidade, a luz é uniforme, a instalação é fácil e é muito versátil (uso profissional ou particular). Por outro lado, a qualidade da imagem ainda é inferior aos três tubos e estes produtos são um pouco mais caros do que os LCDs.

O DLP (Digital Light Processing), inventada pela Texas Instruments, projeta uma imagem usando micro-espelhos. Esta tecnologia permite uma vida útil das lâmpadas maior do que a dos projetores LCD, um brilho muito bom, a falta de pixelização e uma boa renderiação de tons escuros. No entanto, ela é ainda mais cara do que o LCD ou tri-LCD.

O tamanho da imagem


Dependendo do modelo, a tecnologia utilizada e a distância focal da lente são ajustáveis. Também dependendo do modelo, a diagonal se situa entre 3 e 13 m. Tudo depende do uso que você quer fazer: em casa, em uma grande sala... Lembre-se que quanto maior o tamanho da imagem, mais visíveis são os defeitos. Se você quer projetar imagens de mais de 2 metros, escolha um vídeoprojetor brilhante, como um modelo DLP, por exemplo.

A resolução


A resolução corresponde ao grau de nitidez de uma imagem, a qual é expressa em pixels. No caso do uso em home theater, escolha um de alta resolução (model HD Ready ou Full HD). Ela se adapta perfeitamente aos formatos de vídeo HD, como Blu-ray ou satélite HD. Quanto maior a resolução, maior a qualidade da imagem.

Brilho e contraste


O contraste mostra a diferença entre as sombras e as áreas mais claras da imagem. O contraste mínimo é de 800:1. Alguns videoprojetores atingem uma taxa de contraste de 35000:1. Atualmente, a grande maioria dos dispositivos oferecem uma taxa de contraste superior a 1000:1.

O brilho de um vídeoprojector é expresso em lúmens.

Antes de sua compra, leve em conta o brilho da sala onde você vai projetar suas imagens. Em um quarto escuro, um vídeoprojetor de 500 lumens é o suficiente. Em uma sala com iluminação convencional, prefira por um vídeoprojetor de 1000 lumens. Finalmente, em um quarto bem claro, como a luz do dia por exemplo, escolha um vídeoprojetor mais potente com, pelo menos, 2 000 lumens para que a imagem fique correta.

A duração da lâmpada


Utilizamos dois tipos de lâmpadas em vídeoprojeção: as lâmpadas UHP (Ultra High Performance) e as lâmpadas de xenônio. As lâmpadas Xenon fornecem uma luz branca, pura e projetam cores intensas. Mas a sua duração é menor do que as lâmpadas UHP.

Uma lâmpada dura, em média, de 2 000 a 3 000 horas, o seu custo de substituição chega a cerca de 500€.

O nível sonoro


Um vídeoprojetor tem um ventilador que permite o esfriamento da lâmpada, porém, em alguns modelos, o ruído gerado pode ser incomodativo. Considera-se que um dispositivo permanece silencioso até 30 dB. Os dispositivos high-end são muito silenciosos, o nível de ruído fica entre 26 e 22 dB em alguns modelos.

Características de instalação e de projeção

Lugar de projeção


Seja qual for o tipo de vídeoprojetor que você escolher, os principais fatores a serem considerados são a superfície e o brilho. Se a sala de projeção é muito clara, você deve optar por um dispositivo poderoso para obter uma boa imagem. Você também deve levar em conta a distância de projecção e calcular a distância em que o público será posicionado em relação à tela.

Distância de visualização


A distância depende da resolução do projetor. Na verdade, quanto maior a resolução, mais você pode colocá-lo perto da tela.

Distância de projeção


Para visualizar uma imagem ideal, há uma distância mínima e máxima para qual o vídeoprojetor deve ser colocado. Para começar, você deverá fazer alguns cálculos para determinar o tamanho da tela, a da imagem e o local obde será posicionado o seu dispositivo.

Em primeiro lugar, medir a altura do teto do seu quarto, em seguida, retire 90 cm. O resultado corresponde a altura máxima da tela.

Para conhecer o tamanho máximo da tela, você deverá, em primeiro lugar, saber se você quer usar em 4/3 ou 16/9. Para obter a largura da sua tela, multiplique a altura máxima da tela por 1,33 para um formato de 4/3, ou 1,79 para um formato de 16/9.

Conexões


Se o uso de seu vídeoprojetorfor versátil e você planeja transmitir imagens vindas de vários dispositivos (PC, DVD, TV), verifique se o seu hardware tem um número suficiente de tomadas para ligar os seus dispositivos externos simultaneamente. Existem vídeoprojetores sem fio, mas eles ainda não estão no mercado.

Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por Carlos-vialfa. Tradução feita por pintuda. Última modificação: 27 de novembro de 2013 às 12:57 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Como escolher um vídeoprojetor corretamente', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.