Como forçar uma cópia DVD

Julho 2017

O direito a cópia privada permite qualquer pessoa realizar uma cópia de backup de qualquer suporte audiovisual com vistas a uma utilização privada. No entanto, a cópia de DVD não é coisa simples, pois as proteções impostas pelas editoras para evitar a pirataria em grande escala são persuasivas. E, além do mais a maioria dos DVDs são apresentados com dupla face, pois os suportes de gravação são na maioria dos casos de simples face.

Existe, no entanto, um software chamado DVD Shrink, que permite extrair as pistas áudio e vídeo e de compactá-las em um suporte virgem.


Extração das pistas de DVD vídeo

Primeiro insira um DVD no leitor de DVD, instale-o e depois lance o shrink DVD. Faça um clique em abrir e escolha a letra correspondente ao seu leitor de DVD. Quando o leitor for selecionado, o DVD Shrink analisa o conteúdo do DVD. E possível desmarcar a caixa pré-visualização para acelerar o processo, no entanto isto não deve interferir muito na velocidade da análise.

Quando a análise estiver finalizada, DVD shrink apresenta o conteúdo do DVD. Na barra verde no alto esta indicado o tamanho do DVD completo e a porcentagem relativa a um DVD virgem simples. Verifique se a barra está parcialmente vermelha: o DVD é muito grande para poder ser registrado em um DVO virgem clássico. Note que é possível selecionar somente certas pistas áudio ganhando, desta forma, algumas centenas de Mo. Com um clique em Salvar, abre-se uma janela que permite lançar o DVD. O processo da cópia do DVD é então lançado. O lugar indicado, no alto à direita, deve estar disponível no disco rígido para que o backup se realize. As opções padrão são suficientes na maioria dos casos.

Como adaptar o DVD

Se o DVD contém muitos dados para gravar em um DVD vídeo virgem clássico de 4,7Go, é possível num primeiro momento adaptá-lo, conservando as faixas que interessam. Para tanto clique no botão Adaptação e deslize as pistas a conservar (em particular as pistas do filme original).

Como suprimir as faixas e subtítulos supérfluos

Se isto não for suficiente clique em Parâmetros de compressão e selecione as faixas de áudio, conservando somente alguns subtítulos, troque a taxa de compressão do DVD (por padrão DVD-Shrink) e escolha o melhor nível de compressão para utilizar da melhor forma possível o espaço disponível sobre o suporte virgem.

Supressão dos créditos do início e do fim

Se as etapas precedentes ainda não forem suficientes, existe a possibilidade de suprimir os créditos do início e do fim do filme com um clique sobre o botão Recortar a cena. Basta então posicionar o cursor no alto, logo depois dos créditos do início e aquele em baixo, que vem antes dos créditos do final e validar

Gravar o DVD vídeo

Com estas etapas finalizadas, basta clicar sobre Salvar para lançar a extração das pistas sobre o disco rígido. Quando as pistas do DVD forem extraídas, o diretório de destino contém o conjunto de arquivos prontos para salvar. Use um software de gravura em modo DVD vídeo deslizando o conteúdo do repertório para dentro do software.

Cuidado com a velocidade da gravação. O melhor é ater-se a uma velocidade de 8x para não desperdiçar nada (e não perder seu tempo). Além da velocidade de 8x, seu software de gravação confirmará que a gravação se desenvolveu corretamente. Na verdade, mesmo se a gravação se realizou sem nenhum problema (ruptura de memória tampão...), a visualização do vídeo será em seguida impossível, pois, por excesso de velocidade, os dados gravados foram concentrados por engano no interior do DVD.

Foto: © Pixabay.

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 23 de dezembro de 2016 às 07:52 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Como forçar uma cópia DVD ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.