Utilizar as redes sociais nas empresas

Janeiro 2017

As redes sociais como o Facebook e o Twitter, sem falar de outras, vivem um sucesso sem precedentes. Se antes, os patrões das empresas tinham uma visão negativa quanto ao uso dessas ferramentas pelos seus funcionários, isso está mudando; alguns deles já recrutam no Viadeo ou incentivam o uso de redes sociais na empresa. Assim, pouco a pouco, as ferramentas de redes sociais internas às empresas estão entrando nos espaços abertos.


Por que criar uma rede de empresa?

Que diferenças com outras redes sociais?

Além de dar uma maior visibilidade à empresa ou encontrar clientes potenciais, uma rede social pode, hoje, fazer parte de um método de gestão nas empresas. No entanto, é bastante delicado publicar certas informações sensíveis relativas a uma empresa em redes abertas, como o Facebook ou o Twitter.

Que tipo de uso para uma rede social corporativa?

A criação de uma rede social empresarial pode ser uma boa ideia, desde que os funcionários estejam de acordo com isso. Além disso, é preciso, desde o começo, ser bem claro, com eles, sobre o que se espera de uma rede social corporativa. Uns, usam as redes sociais corporativas para divulgar informações empresariais ou como caixa de sugestões. Outros, as veem como um meio de gestão e uma fonte de emulação na equipe, propondo aos seus funcionários postar o estado de avanço de suas respectivos pastas como status.

Dimensionar seu projeto

Em todos os casos, pense bem antes de definir o uso que você gostaria de fazer deste tipo de ferramenta e os resultados esperados. Esta é uma etapa importante, pois é em função da clareza de seu projeto que seus funcionários aderirão, ou não, à ferramenta.

Como criá-la?

Isso vai depender da plataforma que você deseja usar! Para acessar determinados serviços online basta cadastrar-se. Outras ferramentas a veem na forma de CMS (Content Managing System) e você deverá prever uma hospedagem web para instalar essas soluções. Atenção, por vezes estas soluções requerem conhecimentos em desenvolvimento; assim sendo, não comece, sem se informar.

Escolher uma plataforma

1) Yammer
Esta é uma rede social de microblogging. Tanto pelo seu funcionamento quanto por sua ergonomia, o Yammer é uma cópia quase perfeita do Twitter, exceto que ele foi desenvolvido para uso profissional. As funções "@" ou "#" são as mesmas, e também tem "followers" e "followings". A diferença? O Yammer é uma rede fechada, onde você só pode interagir com pessoas de sua empresa. A rede é fechada para qualquer pessoa que não tenha a mesma extensão de e-mail que você (ex: @tartampion-services.com). Você pode anexar suas informações completas, pois as mensagens não são limitadas a 140 caracteres. Além disso, o Yammer já oferece aplicativos compatíveis com o Firefox e o Blackberry.

2) Ning
O Ning é um serviço gratuito que permite que você crie a sua própria rede social. Mais sofisticado do que o Yammer, ele oferece recursos adicionais para chegar mais perto de um ambiente de trabalho colaborativo. Os usuários podem criar perfis, animar um blog ou iniciar discussões. Como no Facebook, os usuários são solicitados a convidar seus amigos (no caso, funcionários) para sua rede.

3) Elgg
O Elgg é uma plataforma bastante poderosa para instalar-se em um servidor de hospedagem web. Atenção, a instalação requer conhecimentos em desenvolvimento! Como no Ning, cada usuário pode criar um perfil e animar um espaço de conversas. Ele também tem um recurso de bate-papo. Mas seu maior interesse reside na massa de informações que a plataforma pode administrar, assim como uma melhor configuração dos direitos de acesso a certos recursos, para que você possa criar "sub-redes", por serviço, por exemplo.

Conselhos de uso para lançar sua rede

Definir claramente as regras de uso (por exemplo: a rede é estritamente profissional ou um uso lúdico é tolerado?
Ter o apoio de todos os funcionários, tanto em relação ao princípio quanto às regras de uso das redes sociais.
Fazer com que o aplicativo não seja muito demorado.
Explicar bem o que você espera desta plataforma.
Fazer um pequeno balanço, após duas semanas de uso: alguns funcionários podem considerar a sua iniciativa como um "policiamento". Em compensação, outros aproveitarão para se valorizar.

Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 4 de fevereiro de 2015 às 07:27 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Utilizar as redes sociais nas empresas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.