Afiliação, parceria, publicidade ... como rentabilizar um site?

Novembro 2016

Sites de notícias ligados à empresa, blogs de desenvolvimento pessoal, blogs de especialistas, etc. Quando um suporte tem uma boa visibilidade na internet, a questão pode ser colocada tanto para os particulares quanto para os profissionais: como rentabilizar o seu site?


Existem várias formas de rentabilizar um site, como a afiliação, a publicidade, os artigos patrocinados. Quais são suas características? Como escolher a solução mais adequada e, como programá-la no site?

Rentabilizar um site: quais os desafios?

Rentabilizar um site consiste em implantar soluções para obter vantagens financeiras. Isso pode incluir tanto um blog (desenvolvimento pessoal, compartilhamento de experiências e de conhecimentos), quanto um site de notícias ou de comunidade.

Os objetivos para o editor do site podem variar: pagar a hospedagem e o nome de domínio do site, rentabilizar o tempo gasto para animar o site, identificar benefícios para assegurar uma atividade complementar, etc.

Estas soluções também permitem atender a demanda de uma empresa ou de uma marca, que gostariam de aproveitar da fama de um site para falar sobre seus próprios produtos.

Rentabilizar um site: limites e práticas

A implementação de campanhas de afiliação, campanhas publicitárias e artigos patrocinados não devem perder de vista a importância da audiência e/ou da comunidade online.

Em alguns casos, a audiência pode se estimar lesada pela publicidade: exibição frequente, banners e artigos patrocinados não indicados, etc.

Algumas dessas práticas devem ser observadas:

- Informar a comunidade do desenvolvimento de campanhas publicitárias (editorial, artigo dedicado, etc).
- Reservar um espaço dedicado para a publicidade, de tal forma que o conteúdo editorial e o conteúdo de propaganda fiquem separados,
- Verificar o conteúdo das publicidades ao usar um tipo delicado de publicidade (ex: conteúdo adulto).

SEO e lucros: qual é o impacto?

O tráfego do site tem um impacto direto sobre as receitas geradas:

- Um grande público significa mais visualizações dos anúncios online,
- Os espaços publicitários e artigos patrocinados podem ser vendidos mais caro quando o tráfego é forte,
- Um público-alvo pode levar a uma maior taxa de cliques sobre os produtos oferecidos em afiliação.

Observação: no caso de compras de links patrocinados para um site exterior, é recomendável verificar o posicionamento do site e seu conteúdo, a fim de evitar um efeito negativo em seu próprio SEO.

Para saber mais: Leia Referenciar seu site e Otimizar o SEO de seu blog Wordpress

Rentabilizar um site de soluções

1) A publicidade

Esta é uma das maneiras mais rápidas para rentabilizar um site. Mas, é ela que também gera a menor renda.

Várias plataformas são especializadas na gestão de campanhas de publicidade em um site ou blog. Elas agem como intermediários entre o editor do site e o publicitário.

Etapas a seguir:

- Inscrever-se em uma plataforma do tipo AdSense (Google) ou Criteo.
- Configurar sua conta informando o URL do site e o tipo de conteúdo proposto.
- Depois da validação, as campanhas de publicidade podem ser integradas como blocos de anúncios e banners nas páginas ou artigos.
- A remuneração é calculada por clique (CPC) ou por número de impressões (CPM),
- É possível recusar certas campanhas publicitárias (ex: as de um concorrente). O anunciante também pode decidir não aparecer no site.
- As propagandas propostas são, geralmente, ligadas ao tema do site e também utilizam as técnicas de Retargeting publicitário (Redirecionamento).

2) Afiliação

A afiliação se refere a uma parceria, mais complexa, entre um anunciante e o editor do website. O anunciante tem um produto para vender e o editor faz a sua promoção no site através de um espaço publicitário específico, por exemplo. Para cada venda ou clique realizado no site, o editor ganha uma comissão.

Várias plataformas têm se especializado no desenvolvimento deste tipo de parceria: Affilinet, Zanox, TradeDoubler, etc.

As formas de pagamento podem variar de acordo com as condições:

- Remuneração por compra: na forma de uma comissão sobre a venda de até 10% do valor,
- Remuneração por formulário: valor fixo para a ação específica de um usuário (registro em um formulário, por exemplo),
- Pay per click (remuneração por clique): valor fixo para cada clique do usuário no banner.

Esta abordagem de parceria é vantajosa tanto para o editor quanto para o publicitário:

- A parceria pode ser adaptada ao tipo de conteúdo proposto no site,
- Ambas as partes podem optar pela exclusividade de conteúdo,
- Supervisionada por uma rede de afiliados, ela é sujeita à regras rígidas de funcionamento para ambas as partes,
- A taxa de cliques é controlada, assim como a remuneração.

Observação: alguns vendedores online também propõem uma afiliação direta onde os usuários podem participar do programa da marca. Este é o caso da Amazon.

Mais informações sobre a Afiliação.

Artigo patrocinado

Um artigo patrocinado é um artigo de blog redigido pelo proprietário do site, a pedido de uma empresa ou marca, que o paga por isso. De um modo geral, o artigo segue a mesma linha editorial do site no qual está hospedado. Na verdade, a empresa quer identificar o público-alvo habitualmente atraído pelo blog.

O artigo patrocinado é publicado em um contexto específico: o leitor deve ser informado sobre o seu caráter publicitário, através da menção "artigo patrocinado". Este procedimento deve ser respeitado para que ela não perca a confiança do seu público.

Ele pode ser objeto de uma transação direta entre a empresa, ou marca, e o editor, ou através de uma agência de publicidade. Algumas agências de RP (Relações Públicas) também usam artigos patrocinados como meio de comunicação com um público específico.

Leia mais

Lançar e animar um blog
Os links patrocinados e a publicidade online

Tradução feita por Ana Spadari

Veja também :
Este documento, intitulado « Afiliação, parceria, publicidade ... como rentabilizar um site? »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.