Windows XP - Estrutura do registro do sistema

Agosto 2017



O que significa Registro do Sistema ?


Windows relaciona, no registro do sistema, todas as informações necessárias para a gestão e a utilização do hardware e dos softwares. O conhecimento do registro permite, àqueles que o desejam, o acesso às configurações ocultas ou até, corrigir algumas deficiências do Windows. Para os outros,

Nós podemos chamá-lo de Registro do Sistema :
  • "O Registro" quase idêntico e não tem erro.
  • "O editor do registro"
  • "regedit": é o nome do utilitário que possibilita o acesso.
  • "RDS": abreviação de "Registro do Sistema"


Esta é a sintaxe nominal.

Acessar o Registro do Sistema


São propostas duas formas simples:
  • Você lança o executável a partir do seu caminho de acesso = C:WINDOWSregedit.exe
  • Você executa a partir do comando Executar. Depois, então, faz Iniciar / Executar e digita apenas regedit.


Por que não fazer um atalho para o executável? Pode ser prático mas, por razões de segurança, é melhor evitar....

NB: Você conhece o Regedt32.exe? Sim, ele se encontra no C: WINDOWS system32 e também abre o registro. Na verdade, o Regedit.exe é baseado no Windows 95 e, por conveniência, é a ferramenta mais utilizada para fazer alterações.

Entender sua interface


Veja o Registro !

Você notará, imediatamente, que a interface está dividida em duas partes. Assim sendo, podemos fazer uma analogia com o explorer :

Coluna da esquerda


Ela contém pastas amarelas principais (pastas raízes), como as pastas do explorer.
Essas pastas são chamadas de "chaves". Clique duas vezes em uma delas e, várias "sub-chaves" aparecerão. Abra uma sub-chave e aparecerão sub-sub-chaves.
A partir de agora, utilizaremos a palavra "chave".

As cinco chaves raízes

  • HKEY_CLASSES_ROOT: É um link para HKEY_LOCAL_MACHINESOFTWAREClasses e contém links entre as aplicações e os tipos de arquivos assim como informações sobre o OLE.
  • HKEY_CURRENT_USER: É um link para HKEY_USERS<SID of User> e contém informações sobre os usuários conectados atualmente (ambiente, conexões de redes, impressoras, etc.)
  • HKEY_LOCAL_MACHINE: Contém informações sobre a configuração material assim como os softwares instalados.
  • HKEY_USERS: Contém informações sobre os perfis dos usuários baixados atualmente, inclusive o"padrão" que é o perfil do usuário padrão.
  • HKEY_CURRENT_CONFIG: trata-se do link para HKEY_LOCAL_MACHINESYSTEMCurrentControlSetHardware ProfilesCurrent e contém informações sobre a configuração atual.


Você não está encontrando mais a chave HKEY_DYN_DATA de WINDOWS 95/98/ME ?
Como você sabe, Windows XP é Plug and Play (conectar e jogar). NT4 usava par obter informações sobre esta tecnologia. Paradoxalmente, NT4 não suporta Plug and Play, então, no XP, ele foi excluído.

Estas são as características simplificadas das chaves raízes da coluna da esquerda.

Coluna da direita


Há alguma imprecisão na nomeação das entradas que constituem uma chave.

Vamos refazer uma analogia com o explorer:
Clique duas vezes numa pasta (ou sub-pasta) e, dentro, há uma "entrada". Essa "entrada" é um arquivo do tipo texto. Esse arquivo leva um nome específico e contém dados mas, às vezes não tem nada.

Bom, façamos a mesma coisa com a nomeação no RDS (ok ? !!!)

Clique duas vezes em uma chave (sub-chave ou sub-sub-chave,não importa). Na coluna da direita, você verá uma entrada. Essa entrada é um valor do tipo REG_SZ. Esse valor tem um nome específico e um, ou vários dados (dependendo do tipo), estão incluídos nele. Às vezes, a chave está vazia e só existe um valor padrão.


Pronto, você definiu a terminologia das entradas.

Eu falei sobre o valor do tipo REG_SZ. Na verdade, existem inúmeros tipos de valores no registro do sistema. No total, há uma centena deles! Existem 16 a 20 tipos de dados usados pelo Windows, diariamente!
As alterações no registro do sistema são feitas, frequentemente, sob duas formas de tipos de dados...
  • REG_SZ = contendo uma única sequência de caracteres terminada por um caractere nulo.
  • REG_DWORD = expresso em hexadecimal ou decimal, com um comprimento de 4 bytes.


Muito utilizado por todas as ferramentas do registo. Muitas vezes, as mudanças acontecem em modo verdadeiro / falso. Então, o dado será alterado por 1 ou 0, dependendo da ativação, ou não, de uma estratégia.
  • Exemplo:
    • Clicando duas vezes na coluna da esquerda, você desenvolveu a chave HKEY_LOCAL_MACHINESOFTWAREMicrosoftWindowsCurrentVersion.
    • No CurrentVersion :
      • Tem uma entrada.
      • é um valor do tipo REG_SZ chamado ProgramFilesDir.
      • o dado inscrito é o C:Program Files.


NB: Uma chave ou um valor pode ser vazio. Não se iluda, quando eles são definidos como 0, isso não significa que eles são inúteis. O problema é com os utilitários, que querem tentar limpar o seu Registro do Sistema e remover as chaves de tamanho 0 (quando o utilitário propõe)

Alguns recursos do Registro


Vários recursos permitem agir em uma chave.

Exportação (Backup de uma chave de Registro)


Na maior parte do tempo, a exportação é a funcionalidade menos compreendida. Uma exportação é, simplesmente, o backup de uma chave e de seu conteúdo.
  • Clique, com o lado direito do mouse, em uma chave.
  • Escolha Exportar ->
  • Escolha seu caminho de destino.
  • O Backup é feito em um arquivo de extensão *.reg.


Editável em um arquivo de texto, basta executá-lo novamente para recuperar as configurações associadas à chave, se uma mudança não foi bem sucedida, ou ruim.
É imperativo realizar esse tipo de backup antes de qualquer manipulação.
Assim sendo, é impossível salvar totalmente o Registro do sistema do Windows, já que algumas chaves são "protegidas" (locked = travado).

A Microsoft já se pronunciou sobre o assunto, apesar de não ter dado mais informações sobre o assunto.

Busca de uma chave do Registro, de um nome de valor, de dados


Outra manipulação, a busca. Ideal para localizar uma chave, o nome de um valor ou, dados.
  • No menu, Edição
  • Escolher "Buscar".

AVISO


Não tente dar uma de mágico! Um erro, não salvou, isso pode ser o fim!

Idem no que diz respeito aos arquivos *. reg. Se você quiser escrevê-los ou reescrevê-los, será preciso analisá-los.
A chave HKEY_LOCAL_MACHINE é mais importante do que a chave HKEY_CURRENT_USER . Pelo menos, mais recuperável, porque um erro de gráfica não é nada, comparado a um erro material.



Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 1 de fevereiro de 2011 às 18:35 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Windows XP - Estrutura do registro do sistema', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.