Montar um sistema RAID 0 (Controlador Intel ICHxxR)

Fevereiro 2017



Instalar o Vista em um hardware RAID 0

Ninguém negará que o Vista é mais pesado e mais consumidor de energia e recursos que seu antecessor, o Windows XP. A evolução constante da tecnologia de placas-mãe permitiu que fabricantes integrassem o RAID na maioria dos seus produtos e permitiu à maioria dentre nós de usufruir dos benefícios desta tecnologia, que literalmente transformou o Vista.

Na verdade, este sistema operacional instalado em um volume RAID 0 com ótimo desempenho, terá uma reatividade desproporcional em relação ao que um disco sozinho, mesmo com excelente desempenho, pode oferecer.

O Vista é "feito" para o RAID... e, além disso, é muito simples de instalar, as únicas restrições são: ter uma placa-mãe compatível e dois discos SATA, pelo menos.

Este artigo irá descrever o processo de criação de um hardware RAID 0 e instalar o Windows Vista. A placa-mãe usada aqui é equipada com um controlador RAID da Intel ICH10R, a descrição, portanto, refere-se especificamente a este tipo de material. A manipulação é válida para qualquer placa-mãe com chipset Intel, seja qual for o soquete. Quanto aos chipsets Nvidia e os controladores associados, veja esta dica: RAID no controlador Nvidia.




Etapa n° 1: escolha e instalação dos discos rígidos

Para montar um RAID 0 é preciso, pelo menos, dois discos SATA II, o conjunto é chamado de "cluster".

Para otimizar o uso do volume dos discos, é aconselhável utilizar discos de tamanhos idênticos.
Na verdade, se com dois discos de 250 GB nós podemos obter um volume final de 500 GB, o uso de um disco de 250 GB associado a um disco de 80 GB nos dará apenas um volume final de 160 GB (170 GB dos 250, do primeiro disco, serão inutilizados)

Nesta demonstração, vamos utilizar dois discos SATA II de 160 GB (Maxtor et Hitachi).

Chamo a sua atenção para o fato de que o RAID 0 não oferece nenhuma segurança para os dados em caso de falha de uma dos discos, todo o cluster será perdido. Portanto, é melhor fazer backups regulares dos seus dados pessoais.

Etapa n° 2: aplicação do controlador

Entre no BIOS (tecla "DEL" na maioria das placas-mãe)
Vá na rubrica "Integrated Péripherals".


Como ele é não ativo por padrão, vamos acionar, assim sendo, o controlador RAID da placa-mãe.

É no sub-menu "SATA RAID /AHCI Mode" do "Integrated Péripherals" que vamos encontrar esta função, valide a opção "RAID".


A maior desvantagem dos controladores Intel, é que eles não deixam escolha para as portas SATA, configuráveis no RAID (ao contrário de um controlador Nvidia), o acréscimo de um disco rígido ou de um leitor adicional, com interface SATA, torna-se problemático caso a placa-mãe não seja equipada de um controlador adicional (muitas vezes da marca Jmicron ou Marvell). Salve as alterações realizadas no BIOS (em geral, tecla F10), e reinicializar o computador.

Etapa n° 3: configuração do Cluster

Depois do post do BIOS, uma nova tela aparecerá, é a página de acesso ao controlador RAID.

Neste ponto, uma combinação de teclas deve ser pressionada para entrar no modo de configuração ("Alt I" para o Intel). A seguinte imagem mostra a tela de configuração, é aí que criaremos o cluster.


Podemos constatar que os discos rígidos foram bem detectados como "NO-RAID Disk". Nesta etapa, selecione a opção 1: "Create RAID Volume". Valide com o "Entrar":


Dê um nome ao seu volume RAID ("flo88" no exemplo acima). Observe que a parte inferior da tela exibe uma ajuda simplificada sobre as possíveis escolhas, para cada item. Selecione o tipo do cluster RAID que você deseja montar (RAID 0 no nosso caso) na linha "RAID Level":

Escolha dos discos

No caso de dois discos, a função "Select Disks" aparece acinzentada, não há escolha já que são preciso dois, no mínimo, para um RAID 0. No caso de mais de dois discos, selecione aqueles que servirão para montar o RAID.

Na linha "Strip Size" você pode escolher o tamanho dos clusters que serão utilizados pelo conjunto:


Por padrão, o valor proposto é de à 128KB para um RAID 0, eu aconselho não mudá-lo. A confirmação e o backup do cluster são feitos ao selecionar "Create Volume":


A seguir, a tela que aparecerá fará um resumo para te ajudar a controlar se o volume RAID está bem configurado como você queria:


Verifique se o volume está ajustado no "SIM" na coluna "Inicializável" e que o volume final está conforme o esperado (no nosso exemplo, 2 discos de 149 GB são iguais a 298 Go formatados)

Para sair desta tela e reinicializar o computador, escolha "4" Exit" e, valide:


Escolha "Y" para confirmar e salvar definitivamente a criação do RAID.

Entre dnovamente no BIOS da placa-mãe para, se for o caso, trocar a ordem do arranque:

No menu "Hard Disks Boot Priority", o cluster deve aparecer na 1a linha e sob a forma de um disco único do tipo SCSI e com o nome "Intel Volume 0" (no nosso exemplo):

Etapa n° 4: instalação do Vista


Passada a fase inicial de instalação do Vista, você verá aparecer a tela de escolha do disco de destino. E, é aí, que aparecem todas as vantagens de usar o Vista: fim dos problemas de download dos drivers RAID através do leitor de disquetes! (Quando temos o driver compatível!). Na verdade, o Vista reconhece nativamente a maioria dos controladores RAID existentes.

Apesar de tudo e, se por acaso o seu volume RAID não estiver visível na tela abaixo, ainda é possível baixar os drivers utilizando a função "baixar um driver", com uma chave USB:


Se tudo correu bem, seu volume é visível no seu valor (298 GB na nossa demonstração) como um "espaço não alocado no disco 0". Aí, duas opções aparecem para você:

Instalar o Vista em todo o espaço disponível (para isso, selecionar o disco e clicar em "próximo")

Criar partições para instalar o Vista na que você quiser; é esta opção que escolheremos: (Clique em "Opções de unidades (avançado)" para exibir as opções de particionamento e formatação)




Clique em "novo", na área "tamanho" e escolha o tamanho do volume que você quer instalar o Vista. Clique em "Aplicar" para validar as alterações:



Nesta etapa você pode, continuar a instalação clicando em "Próximo", ou continuar criando uma ou várias partições e formatá-las.

Sugiro que você continue a instalação diretamente; crie partições e formate-as, depois de instalar o Vista, através do gerenciador de discos. A instalação do Vista vai continuar, basta seguir o assistente. Consulte esta dica sobre o desenvolvimento da instalação do software do Vista : Instalação do Vista

Anexo

Para terminar, nós abordaremos um ponto importante:

Clear Cmoss

Talvez um dia você seja obrigado a reinicializar o BIOS. Várias razões podem levar a essa situação:

Uma manipulação errada no BIOS (voluntária ou involuntária).
A bateria do Backup do BIOS HS.
Uma reinicialização automática, após um grande overclocking ou de um erro de configuração durante a fase de testes.

E, o seu volume RAID e seus dados?

Na verdade, a reinicialização do BIOS terá por efeito desativar o controlador da placa-mãe (lembre-se, nós o ativamos na 2ª etapa) e você vai constatar apavorado, que o Windows não inicializa mais!

Nada de pânico: basta retomar as manipulações da etapa 2 (e talvez a 3). Resumindo: repor o controlador em serviço, validar as portas SATA, nas quais, os discos utilizados para o RAID estão ligados. Na próxima reinicialização, entre na configuração do controlador RAID e verifique se o cluster está bem constituído (esta última precaução não é indispensável).

O ponto importante é que, neste caso, independentemente do tipo de RAID que você utilizou seus dados não serão perdidos.

Link:

Escolher seu disco rígido

Os sistemas RAID

Tradução feita por Lúcia Maurity y Nuira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 3 de julho de 2015 às 10:24 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Montar um sistema RAID 0 (Controlador Intel ICHxxR)', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.