Fibra óptica: Cuidado com os olhos

Agosto 2017

Todo dia mais nos deparamos com a fibra óptica na nossa rotina. Ela representa um enorme progresso e pode ser comparada com o acesso à Internet, se o seu desenvolvimento for até as zonas menos densas. Os dispositivos de conexão são indicados com o logotipo abaixo, à direita.


Atenção Laser

Este tipo de logotipo indica a presença de raios laser. Saiba que os raios laser transportados pelas fibras, apesar de terem baixa potência (uns mil watts) podem ser <sublinhado>nocivos à retina do olho</sublinhado> se fixados diretamente. E, apesar dos raios transportados serem invisíveis a olho nu, o comprimento da onda do sinal (1300/1500 nm) encontra-se no espectro visível, dos infravermelhos. Assim sendo, é completamente inútil tentar controlar a sua presença desta maneira.

Então, evite olhar diretamente para a ponta da fibra ou para a tomada da caixa, onde ela se conecta:


Sempre olhe de lado quando a outra extremidade estiver conectada:


Proteção

Nas tomadas e cabos, encontram-se terminais (capinhas) de proteção, que servem para proteger da sujeira e da poeira, assim como proteger os olhos de raios acidentais. Convém sempre deixá-los guardados e fechados com suas tampinhas enquanto não estiverem conectados:



O perigo só afeta a retina do olho por causa da focalização do mesmo. Não existe nenhum risco de queimadura de pele com esses equipamentos,

Veja também

Artigo original publicado por deri58. Tradução feita por ninha25. Última modificação: 1 de outubro de 2015 às 17:06 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Fibra óptica: Cuidado com os olhos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.