Dicas para seu site vender mais

Dezembro 2016

Durante a sua existência online, um site pode passar por uma ou mais reestruturações. Estas são etapas essenciais para que o conteúdo permaneça adaptado às novas tecnologias e às mudanças de hábitos dos usuários. Esta adaptação é particularmente justificada para os sites de e-commerce, que têm um volume de negócios impactado pela taxa de conversão do site. Assim, quais são as mudanças técnicas necessárias para acompanhar os usuários no processo de compra?


Quais as tendências de e-commerce em 2015-2016

O site ecommercemag.fr (francês) mostrou em seu dossiê Tendências do e-commerce em 2015, que o comércio móvel (m-commerce) e o Cross-Channel estão em franca ascensão.

M-commerce, um desafio para os sites de compras online

Entre 2013 e 2014, a Federação de e-commerce e vendas à distância observou um aumento de 54% no volume de negócios realizado no m-commerce. Esta tendência continuou em 2015, com uma estimativa de +60% em relação ao ano anterior. No entanto, de acordo com a Fevad, apenas 24% dos atores nas vendas online têm um site móvel ou um aplicativo móvel para receber encomendas. Os riscos são consideráveis para os e-comerciantes, o que implica em adaptar-se aos novos hábitos de navegação móvel dos usuários; propor um suporte onde os usuários móveis possam fazer encomendas e responder aos novos padrões de navegação a partir de um suporte móvel. Saiba que, desde abril de 2015, o Google mudou seu algoritmo para dar mais visibilidade aos sites internet acessíveis a partir de um smartphone ou de um tablet. Os sites que atendem aos critérios de navegação móvel podem se beneficiar de um melhor posicionamento nos resultados de busca. Leia mais sobre o Algoritmo mobile-friendly do Google

Vantagens para a estratégia de Cross-Channel para o seu site de e-commerce

Estabelecer uma estratégia de Cross-Channel é possível para todos os canais de comunicação com o cliente. A estratégia de comunicação é, então, refletida como um todo, independentemente do meio em que a empresa se expressa (e-commerce, redes sociais, etc).

As vantagens são um melhor suporte ao cliente em seu processo de compra, a sinergia entre os diferentes canais, ou entre a loja online e a loja física, uma imagem modernizada da empresa e da relação com o cliente. Na hora de uma reestruturação do site de vendas online, este aspecto pode fomentar o crescimento da taxa de conversão. Trata-se, então, de integrar o conjunto dos canais de venda ou de comunicação com o projeto de reestruturação. Em seu estudo sobre as tendências do e-commerce em 2015, o Ecommercemag.fr estimou que 38% dos sites de varejo online já implementou uma estratégia de Cross-Channel.

Aumentar a taxa de conversão de sua loja online

Compreender melhor a taxa de conversão

A taxa de conversão é a porcentagem de usuários da Internet que completou uma ação específica em um site. No caso de sites de compras online, esta é a porcentagem de visitantes que completou uma transação online, em comparação com o número total de visitantes. Para aumentar seu volume de negócios, um site de e-commerce dispõe de algumas alavancas, como aumentar o número de visitantes, melhorar as taxas de conversão e aumentar a média do carrinho de compras de seus visitantes. Note que, melhorar a taxa de conversão e a média do carrinho de compras são os meios mais seguros. Na verdade, um aumento do número de visitantes não garante uma taxa de conversão similar ou mais elevada.

Como melhorar a sua taxa de conversão

Trata-se de responder mais pontualmente às expectativas dos consumidores em relação ao próprio produto e à experiência de navegação proposta pelo site. Para isso, na reestruturação do site, é preciso explorar várias pistas, como: melhorar a visualização das fichas técnicas dos produtos a partir de um suporte móvel, melhorar a velocidade do carregamento das páginas, pensar na ergonomia de navegação seja qual for a plataforma, destacar as informações importantes, melhorar o design e a aparência do site, reduzir o número de etapas para finalizar o pedido e integrar os meios de pagamento adaptados ao suporte móvel.

Estatísticas

O barômetro do desempenho do e-commerce Kantar Media Compete e Google realizado em 2014 mostra alguns números sobre os principais setores do e-commerce. Eles dizem respeito, em particular, às referências da taxa de conversão para estes setores: confecção: taxa de conversão por visita de 3%; calçados: 2,7%; high-tech: 3,8% e móveis: 1,8%

Saiba mais

Atualizar o site da sua empresa: como, porquê
E-commerce: escolher os meios de pagamento mais adequados

Veja também :
Este documento, intitulado « Dicas para seu site vender mais »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.