Criar uma identidade visual para a empresa

Fevereiro 2017

A identidade visual é o centro das estratégias de comunicação. Este cartão de identidade gráfica divulga a imagem da empresa através de vários meios de comunicação visíveis (ex: envelopes, dossiês de imprensa, etc.). Esta é uma maneira de atrair a atenção dos clientes, além de estabelecer sua reputação e credibilidade com parceiros comerciais ou institucionais.


O que é uma identidade visual

A identidade visual é o conjunto de sinais gráficos (cores, formas e palavras) que simbolizam a empresa. Ela é distribuída através de vários meios de comunicação (ex: cartões de visita, jornais e websites). Como tal, ela é usada para te diferenciar dos seus concorrentes (veja também: Como aumentar a visibilidade da sua empresa na internet). A forma mais conhecida é o logotipo. A identidade visual ocupa, antes de tudo, uma função de publicidade já que ela divulga a imagem da sua empresa, seus serviços e, eventualmente, seus valores.

As qualidades da identidade visual

Para ter um impacto maior, a identidade visual tem que reunir uma série de qualidades. Podemos resumi-las em três pontos:

Simplicidade e clareza: a identidade visual deve ser identificável (e fácil de ser lembrado) em um segundo.
Representatividade: ela se refere explicitamente ao seu domínio de atividade.
Coerência: a identidade visual será a mesma em todos os meios de comunicação utilizados.
Diferença: ela é única e deve diferenciar a sua empresa de outros intervenientes do mercado.

Os elementos da identidade visual

Vários elementos, sendo que alguns se sobrepõem, constituem a identidade visual: o nome da marca, o slogan, o logotipo (confundido hoje com a marca e o logotipo), a cor, o tipo e o tamanho da fonte.

Os critérios para criar uma identidade visual

Selecionar as pessoas certas

Dependendo da complexidade das suas necessidades (tamanho da empresa ou setor de atividade), você poderá utilizar uma agência de consultoria em comunicação ou um escritório de auditoria. Na verdade, você terá que fazer um diagnóstico completo (posicionamento de mercado, alvo de comunicação, etc.) antes de criar sua identidade visual.

Definir uma problemática de comunicação

Para criar uma identidade visual ou altera-la, é melhor observar o posicionamento da sua empresa no mercado e levar em conta as novas tendências. Em outras palavras, a escolha do logotipo deve coincidir com o seu empreendimento. Por exemplo, se você desenvolver produtos e/ou serviços relacionados ao desenvolvimento sustentável, você deverá levar isso em conta durante a fase de criação.

Escolher um público-alvo

A identidade visual é destinada a todos aqueles com quem você se comunica. Nem todo mundo vai ser receptivo ao mesmo tipo de logotipo, cores, etc. No entanto, você deverá definir a sua identidade visual, selecionando uma público em particular. Por exemplo, alguns clientes (serviços em domicílio) serão mais sensíveis às informações práticas (contato, slogan) contidos na identidade visual. O negócio será destacar esses elementos.

Escolher o melhor meio de distribuição

Sua identidade visual pode ser dividida em vários meios imagináveis: flyers, dossiês de imprensa, cartões de visita, website, logotipo, outdoors, embalagens (auditoria visual) e veículos comerciais. Para escolher os meios mais adequados, você deverá levar em conta os dois elementos anteriores, ou seja, o público alvo e a natureza do seu projeto de comunicação. O processo de criação de identidade visual será influenciado pelo tipo de mídia selecionado. Por exemplo, se a sua atividade envolve o comércio online, você deve respeitar certas regras de webdesign

Implementação e utilização da identidade visual

Avaliação dos croquis

A realização da identidade visual é feita o mais frequentemente em cooperação com a agência de comunicação que você escolheu. Com base nos critérios acima mencionados, são feitos desenhos e/ou esboços. Mostrar o protótipo aos funcionários da empresa é uma boa maneira de chegar a um consenso e de fazer alterações.

Impressão da identidade visual

A agência de publicidade geralmente suporta a impressão da identidade visual em série nas pequenas mídias (cartões de visita, cartões de correspondência, cabeçalho de cartas, envelopes, etc.). Para trabalhos mais importantes (ex: outdoors), você deverá alistar os serviços de impressoras especializadas (serigrafia, gravura ou marcação de veículos).

Condições de utilização

Para usar a identidade visual na empresa (impressão de faturas e cartas) você deverá definir os termos de uso, eles serão gravados em uma carta comunicada aos funcionários. Eles estabelecem certas regras (formatos exigidos para o logotipo, mídia impressa autorizada) e coloca restrições (ex: destinos proibidos).

Identidade visual e propriedade intelectual

Na compra da sua identidade visual, você deverá obter os direitos autorais (por cessão, a menção deve figurar na fatura) e patentear o seu logotipo. Esta abordagem vai dar-lhe proteção jurídica contra o risco de plágio.

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 30 de abril de 2016 às 08:06 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Criar uma identidade visual para a empresa', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.