Como criar e utilizar uma máquina virtual com o VirtualBox

Agosto 2017

Você gostaria de utilizar vários sistemas operacionais em um único computador? Isto só é possível se você criar uma máquina virtual. É através dela que você poderá virtualizar um ou mais sistemas operacionais no seu computador. O software VirtualBox é uma excelente ferramenta, gratuita e livre, que poderá te ajudar nesta tarefa. Com ela, os usuários poderão alternar facilmente de um sistema para outro, sem ter que mudar de computador.


Observação: não tente criar nem configurar uma máquina virtual sem uma chave de ativação do produto pois, no final deste processo, você precisará da mesma para instalar o sistema operacional nela.

Por que criar uma máquina virtual

Criar uma máquina virtual pode ser útil se, por exemplo, o usuário quiser usar um programa que é executado em um sistema operacional diferente do seu ou se, simplesmente, ele precisar testar softwares sem congestionar o seu sistema. Ela também ajuda o desenvolvedor a testar a compatibilidade de seus programas com diferentes sistemas operacionais.

Como criar uma máquina virtual com o VirtualBox

Para começar, baixe e instale o VirtualBox usando este link para a versão do Windows, e este para a versão Mac. Depois de iniciar o VirtualBox, clique no botão Novo, no canto superior esquerdo, para criar uma nova máquina virtual:

centro

No menu que se abre, atribua um nome para a sua nova máquina e selecione o tipo e a versão de acordo com sua preferência. Em seguida, confirme clicando em Próximo. Neste exemplo, nós a chamamos de Win AS, escolha o tipo Microsoft Windows e selecione a versão Windows 7 (32 bits):

centro

No menu seguinte, especifique a quantidade de RAM que você pretende atribuir à sua máquina virtual. O suporte do VirtualBox recomenda um valor padrão, aceite-o. Nunca escolha um valor abaixo do valor padrão, porém nada o impede de escolher um valor superior, se for o caso. No entanto, não ultrapasse o limite recomendado, não entre na zona vermelha, pois o sistema não funcionaria corretamente. De qualquer maneira, o melhor é manter a quantidade recomendada. Clique em Próximo para confirmar:

centro

O menu que aparece permite atribuir o espaço que sua máquina virtual ocupará no seu disco rígido. Como no menu anterior, um tamanho recomendado já foi selecionado: 25.00 GB para o nosso exemplo. A caixa de seleção Criar um disco rígido virtual também já foi marcada, basta clicar no botão Criar:

centro

Agora, você deverá escolher um tipo de arquivo de disco rígido para o disco virtual. Se você não estiver usando nenhum outro software de virtualização, deixe a seleção predefinida (VDI no nosso caso) e clique em Próximo:

centro

Em seguida, selecione a caixa Dinamicamente alocado. Esta opção ajustará, automaticamente, o espaço reservado em disco, de acordo com seu uso (bem mais prático). Em seguida, clique em Próximo:

centro

Para terminar, se for preciso, selecione o tamanho máximo que seu disco virtual pode chegar e clique em Criar para concluir a criação de sua máquina virtual:

centro

A sua nova máquina aparecerá no painel da esquerda do menu principal do VirtualBox. Resta-lhe agora configurá-la.

Como configurar sua máquina virtual

Selecione a sua máquina virtual recém-criada no painel esquerdo e clique no menu Configuração (roda dentada):

centro

Feito isto, clique na opção Sistema no painel esquerdo do menu atual:

centro

Recomenda-se deixar as opções como estão e, lembre-se, é imperativo deixar marcada a opção Ativar IO APIC, especialmente para um sistema de 64 bits. Clique no botão Ok para avançar. Continuando, ainda na seção Sistema, abra a guia Processador:

centro

Dependendo do número de núcleos (core, em inglês) em seu processador, você pode especificar o quanto será alocado para a máquina virtual. Para um dual-core (dois) é possível atribuir um processador e, para um quad-core (quatro), dois.

Para obter o número de núcleos em seu processador, pressione simultaneamente as teclas Ctrl + Alt + Del, vá em Gerenciador de tarefas e clique na guia Desempenho. Você vai encontrar o número de núcleos indicados abaixo do gráfico:

centro

No nosso exemplo, nós temos um dual-core, assim podemos atribuir um processador. Para confirmar, clique no botão Ok.

Para concluir a configuração de sua máquina, clique em Monitor no painel da esquerda, no menu principal. À direita, clique na guia Monitor e marque a opção Habilitar Aceleração 3D e Habilitar Aceleração 2D:

centro

O cursor da memória de vídeo deve estar no meio da barra de seleção. Se este não for o caso, mova-o. E, não se esqueça de indicar o número de telas que você quer usar. Em seguida, confirme as suas definições clicando no botão Ok.

Prontinho, a sua máquina virtual foi criada! Para abri-la e instalar o seu sistema com a chave do produto, basta clicar duas vezes sobre ela.
Foto: © VirtualBox.

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 18 de janeiro de 2017 às 11:36 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Como criar e utilizar uma máquina virtual com o VirtualBox ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.