Otimizar a memória virtual

Abril 2017


Otimizar a memória virtual

Explicações

Esta dica é uma otimização e NÃO traz os mesmos resultados que o aumento da memória viva...

No entanto, a memória virtual é sempre utilizada, mesmo se você dispõe de muita memória viva.

O arquivo de troca (também chamado de "memória virtual") é usado pelo sistema operacional, transitoriamente, para estocar os blocos de dados na memória.

Se o arquivo estiver fragmentado, o desempenho do sistema será afetado fortemente. Por isso, é importante desfragmentar este arquivo.

No Windows 2000/XP/Vista, trata-se do c:\pagefile.sys

Desfragmentação automática

Utilize o PageDefrag. Veja esta dica.

Desfragmentação manual

Desativar a memória virtual

Comece por desativar a memória virtual:
  • Painel de configuração (aparência tradicional) ==> "Sistema "
  • No Vista: clique em "Parâmetros Avançados do Sistema "
  • Em todos os outros Windows: clique na guia "Avançado"
  • Em "Desempenho ", clique em "Parâmetros " ===> clique na guia " Avançado"
  • Em memória virtual, clique em "Alterar"


O arquivo utilizado para a memória virtual (pagefile.sys ), normalmente, se encontra no C:
  • Clique em "nenhum arquivo de troca" e em "Definir"
  • Feche tudo novamente e reinicie, em modo de segurança (Aperte a tecla F8 entre o arranque do BIOS e o lançamento do Windows)


Verifique se a memória virtual foi desativada (Volte em Opções, no Painel de configuração).

Desfragmentar o(s) disco(s) rígido(s) em modo de segurança

Desfragmentar os discos rígidos em modo de segurança. Depois de desfragmentar os discos , voltar às Opções da memória virtual, como foi explicado acima.

Gerenciar a memória virtual

Para gerenciar a memória virtual, basta atribuir-se o tamanho do arquivo.

Recomenda-se de 1,5 à 2 vezes o tamanho da memória viva...
(ex: para 1GB de RAM: 1500 MB a 2000 MB de memória virtual)
A quantidade recomendada para Windows está exibida nas Opções.
OBSERVAÇÃO: Tudo depende da "fome" dos seus softwares. Veja um exemplo de utilização importante de recurso nas suas atividades, para avaliar suas necessidades.
Uma coisa é certa: Quanto mais RAM, menos usamos a memória virtual.
Então, por exemplo, para ser radical: se você tem 4 GB de RAM, não determine 8 GB de memória virtual !

===> Se você dispõe de vários discos rígidos, evite colocar o arquivo no mesmo disco que a instalação do Windows E, em todos os casos, escolha o disco mais rápido!

(OBS: Eu falo de discos rígidos diferentes e não de partições diferentes, no mesmo disco. No caso das partições, deixe o arquivo na partição da instalação do Windows.)

Se não, é claro, coloque-o no disco rígido principal, como no início.

Nas Opções da memória virtual, escolha então o disco rígido no qual você colocará o arquivo de memória virtual e clique em "tamanho personalizado".
Veja a MESMA quantidade de MB, no tamanho inicial, E tamanho máximo. (para evitar a fragmentação do arquivo )
Clique em "Definir".

Feche tudo e reinicialize o computador.
Verifique se a memória virtual foi alocada você queria...

Pronto!

Você criou um arquivo de troca com um desempenho melhor. Os dados armazenados nesta memória virtual não serão dispersos pelo disco e, se você pode criá-lo em outro disco rígido, o trabalho será compartilhado entre os discos.
Você pode ir mais além e remover, momentaneamente, todos os dados do disco no qual você quer criar o arquivo de troca. Ele será colocado no comecinho do seu disco! (mas isso é dispensável)

Você também pode forçar a limpeza do arquivo de troca a cada extinção do computador!! .
==>AQUI

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 12 de outubro de 2016 às 19:49 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Otimizar a memória virtual', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.