Mitos - Microsoft e Windows democratizam as interfaces gráficas

Fevereiro 2017




Mito


É com o Windows que Microsoft democratizou as interfaces gráficas.
É graças a Microsoft que os computadores são tão simples a utilizar.

Realidade


FALSO.

Explicações


Na verdade, Microsoft copiou varias vezes a concorrência. Quando Apple lança o primeiro Macintosh em 1984 (com mouse, janelas, menus drag and drops, ícones,) Microsoft e IBM qualificam o Macintosh de "brinquedo" e o mouse de "gadget".
Mas, diga-se de passagem, que naquela época, Microsoft estava no MS-DS 3.0 (Windows 1.0 não existia ainda).

Você se deu conta da diferença?

Apple Finder, 1984:



Microsoft MS-Dos, 1984:




Microsoft copiará finalmente Apple (Xerox, o verdadeiro inventor do mouse, da interface gráfica e dos ícones) lançando Windows 1.0 em 1985, depois vendendo seu próprio mouse (é claro apresentados como uma formidável inovação de Microsoft).
(Aliás Apple fez inúmeros processos contra Microsoft, porém sem sucesso.)

Ponto divertido: No Windows 1.0, era impossível de sobrepor duas janelas (enquanto que Macintosh o fazia).


A crença é que a facilidade de utilização de Windows que democratizou a informática. Mas, é esquecer muito facilmente que existiam numerosas interfaces gráficas amigáveis na época, mesmo antes do lançamento do Windows.


Se Windows não se tivesse imposto, teria sido um de seus concorrentes.

Alguns exemplos:

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 24 de abril de 2012 às 08:30 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Mitos - Microsoft e Windows democratizam as interfaces gráficas ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.