Ficha memória ghost no Linux

Dezembro 2016



Esta ficha memória é destinada aos usuários avançados como ajuda memória para ghostar partições no Linux em linha de comando (partições Windows, Linux ou outras).

Uso típico : a partir de um LiveCD.


Introdução


Nos seguintes exemplos :
  • /dev/sda é o disco rígido que contém as partições para ghostar.
  • /dev/sda1 é a partição Linux
  • /dev/sda2 é a partição Winsows (ntfs)


Os comandos são para ser executados em root.

Softwares para utilizar para ghostar


Memória dos softwares a utilizar tipos de partições.

            ext2 ext3 ext4 fat ntfs outras  
dd           *    *    *    *   *     *  
partclone    *    *    *    *   *     *(1)  
partimage    *    *             *     *(2)  
ntfsclone                       *


(1) ext2/ext2/ext4/reiserfs/reiser4/xfs/fat/ntfs/hfsplus/ufs2/vmfs
(2) ext2/ext3/reiserfs/fat/hpfs/jfs/xfs. ext4 não é suportado. Não recomendado para ntfs (experimental), utilise antes partclone ou ntfsclone.

Para listar as partições, utilize fdisk -l, sfdisk -l ou gparted.

dd t ntfsclone são fornecidos no LiveCD Ubuntu; partimage é fornecido em standard no LiveCD Ubuntu; partimage está nos registros oficiais Ubuntu. partclone deve ser baixado (.deb) na sourceforge: http://sourceforge.net/projects/partclone/files/ (Site oficial: http://partclone.org )

Notas

  • dd salve tudo. partclone,partimage,ntfsclone salve somente os setores ocupados.
  • As partições salvas pelo dd são montáveis para ler o conteúdo. Não as outras
  • A solução recomendada é partclone+gzip (rápida, ocupa menos lugar, suporta todos os sistemas de arquivos). (Exemplo: Partição 10 Go ext4,1 G0 ocupada 4,1 Go. Backup: 1,7 Go. Tempo de restauração: 7 min. 15).
  • Para dd, antes de cloner, esvazie os setores livres (à fazer nz partição a salvar, montada) :
    • dd if=/dev/zéro of=arquivo_zero
    • sync
    • rm arquivo_zéro

MBR


Salvar o MBR (software de arranque+mesa de partição):
dd if=/dev/sda of=mbr.bin bs=512 count=1
Restauração:
dd if=mbr.bin of=/dev/sda


Salvar o softawre de arranque (sem a mesa de partição):
dd if=/dev/sda of=arranque.bin bs=446 count=1
Restauração:
dd if=amorce.bin of=/dev/sda


Salvar a mesa de partição (sem software de arranque):
sfdisk -d /dev/sda > sda.sfdisk
Restauração:
sfdisk --força /dev/sda < sda.sfdisk

Partições

dd


Sistemas de arquivos suportados : Todos

Ghost de uma partição com dd:
dd if=/dev/sda1 of=backup.dd
Restauração:
dd if=backup.dd of=/dev/sda1


Ghost de uma partição com dd (compressão rápida):
dd if=/dev/sda1 | gzip -c > backup.dd.gz
Restauração:
zcat backup.dd.gz | dd of=/dev/sda1


Ghost de uma partição com dd (compressão forte:
dd if=/dev/sda1 | lzma > backup.dd.lzma
Restauração:
lzma -d -c backup.dd.lzma | dd of=/dev/sda1

partclone


Sistemas de arquivos suportados :
ext2/ext2/ext4/reiserfs/reiser4/xfs/fat/ntfs/hfsplus/ufs2/vmfs


Atenção: Utilizar os partclones apropriados em função do sistema de arquivos : Digitar partclone [TAB] para ver a lista das partclones disponíveis:: partclone.extfs pour ext2/3/4, partclones.fat , partclone.ntfs...

Ghost de uma partição com partclone:
partclone.extfs -c -s /dev/sda1 -o backup.partclone.ext4
Restaurar uma partição:
partclone.restore -s backup.partclone.ext4 -o /dev/sda1


Ghost de uma partição + compressão (Recomandado):
partclone.extfs -c -s /dev/sda1 | gzip -c > backup.partclone.ext4.gz
Restauração:
zcat backup.partclone.ext4.gz | partclone.restore -o /dev/sda1

partimage


Sistema de arquivos suportados ext2/ext3/reiserfs/fat/hpfs/jfs/xfs

Ghost de uma partição com:
partimage save /dev/sda1 backup.partimage
Restauration:
partimage restore /dev/sda1 backup.partimage

ntfsclone


Sistemas de arquivos suportados : ntfs

ntfsclone /dev/sda2 --save-image --output backup.ntfsclone
Restauração:
ntfsclone --restore-image backup.ntfsclone --overwrite /dev/sda2 

Salvar pela rede

ssh


Suporta somente um servidor ssh disponível em qualquer máquina :
Salvar pela rede (ssh) (a digitar a máquina a backuper):
dd if=/dev/sda1 | gzip -c | ssh -c blowfish user@servidor "dd of=backup.dd.gz"
Restauração (a digitar na máquina servidor que contém o backup):
dd if=backup.dd.gz | ssh -c blowfish root@machinemorte "gzip -d -c | dd of=/dev/sda1"


(será preciso instalar um servidor ssh nas máquinas ; é possível em LiveCD com Ubuntu ou fazendo um sudo apt-get install openssh-server ou ao embarcar o.deb no pen drive.)

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 2 de julho de 2010 às 17:35 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Ficha memória ghost no Linux', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.