Utilizar o CPL

Novembro 2016





O que é o CPL ?


O CPL é uma tecnologia de rede, que utiliza a rede elétrica da casa (as tomadas elétricas), para transmitir as informações entre diferentes hóspedes (geralmente computadores e o roteador). É uma tecnologia concorrente ao WiFi, que utiliza, quanto à ela os micro ondas. Esta tecnologia é utilizada já faz bastante tempo pelos operadores elétricos para fazer passar informações de manutenção e de exploração de rede, como o balanceamento horas cheias / horas vazias.

Vantagens do CPL


CPL permite o melhor rendimento de transmissão de dados do Wi-Fi. O escopo é geralmente melhor e os riscos da pirataria são reduzidos no caso de instalações novas. Na verdade, o as antigas gerações de contadores (que não são digitais), deixam, no entanto passar ondas, e sua rede torna-se acessível do exterior.

O CPL é possível de ser instalado em qualquer domicílio ?


Versão curta:
Verifique a quantidade de pólos no seu disjuntor EDF : 2 pólos, pode passar, 4 pólos, não passará !

Versão detalhada:
O CPL é, evidentemente, possível de ser utilizado nas casa. No entanto, é preciso conhecer algumas noções de eletricidade.

Uma tomada elétrica monofásica standard é composta de 3 fois : 2 condutores ativos (em princípio fase e neutra) e a terra, que serve para proteger as pessoas contra os defeitos de isolação. As tomadas trifásicas podem comportar 3 ou 4 condutores ativos, mais a terra.
Somente os condutores ativos transportam os sinais rádio CPL. A terra pode ser suprimida em certas instalações com isolação específica.

O CPL é uma tecnologia que trabalha entre uma fase elétrica e o neutro. Se você tiver um Sistema de três fases em sua casa (4 pólos), então tem 3 redes CPL diferentes, dependendo em quais fases estão conectados seus aparelhos. Os equipamentos não podem comunicar entre uma rede e outra normalmente sem equipamento especial. Você deverá consultar o esquema elétrico de sua instalação pra conhecer a fase utilizada em cada peça.
É possível, no entanto, de reunir estas redes utilizando um acumulador de fases, que repetirá o sinal do CPL em cada uma das fases.

Você também pode construir sua própria fase acumulada. Ela é constituída de filtros passa alta entre as fases: simples condensadores! (eles bloqueiam as baixas freqüências de eletricidade, e deixam passar as altas freqüências do CPL). Teoricamente, basta então 3 condensadores de 22nF (não polorizados), aceitando uma tensão de 600 volts (mínimos) cada um, cada um ligando e fases entre elas.
Esta operação no quadro elétrico pode ser perigosa
(eletrocução, incêndio), deve ser efetuada com o disjuntor cortado e por uma pessoa sendo habilitada para tanto.

Atenção as caixas para-raios do setor


As caixas para-raios de baixa qualidade são equipadas de condensadores encarregados de eliminar as sobrecargas sobre os condores elétricos.
Estes condensadores, como aqueles condutores de teste das linhas telefônicas cortam também as frequência de rádio utilizadas pelos modems CPL e perturbam muito o funcionamento.

É bom preferir os para-raios no nível elétrico central: eles tem o mérito de proteger toda a instalação e bloquear um pouco as ondas CPL na entrada da rede elétrica (elas não param necessariamente no contador).

Mito sobre a saúde


Algumas pessoas o preferem ao Wifi, pois em suas opiniões o Wifi emite micro ondas o que não acontece com o CPL. O CPL utiliza a rede elétrica, que não tem isolação eletromagnética. Os fios agem, desta forma, como antenas. A tecnologia apresenta então potencialmente os mesmo riscos que o Wifi. Para eliminar os riscos ligados a sua própria instalação, utilize uma rede Ethernet com cabos blindados.



Tradução feita por Ana Spadari

Veja também :
Este documento, intitulado « Utilizar o CPL »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.