DNS Primário / DNS Secundário, Kézako

Janeiro 2017


Quando você deseja se conectar à internet, o serviço de DNS permite digitar nomes do tipo "www.ccm.net", ao invés de escrever o endereço IP das máquinas (do tipo 185.34.22.34).

Como estas últimas são bastante difíceis de memorizar e que os endereços "www", são bem mais fáceis de digitar para os leigos, foi preciso criar um sistema que fizesse a "resolução" (tradução) entre um IP e um nome.

Para realizar esta tradução, são usados servidores especiais, chamados servidores DNS. Cada computador conectado à Internet é configurado com uma lista de servidores a serem conectados (normalmente, esta lista é preenchida automaticamente pelo seu fornecedor de acesso).
Podemos simplificar a imagem, dizendo que o servidor DNS é um grande diretório, como o do telefone que, a partir de um nome, permite encontrar o número de telefone desejado.

O servidor DNS é um diretório de endereços de computadores com os "URL" correspondentes (endereço internet www).

Já que não podemos garantir que a primeira máquina (o DNS primário) funcione, existe uma segunda máquina, chamada "DNS secundário", que responderá caso a primeira falhe!

Todo domínio tem a obrigação de ter dois DNS com endereço IP fixo.

Para mais informações:


Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 10 de abril de 2012 às 11:51 por pintuda.
Este documento, intitulado 'DNS Primário / DNS Secundário, Kézako', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.