Flashing do BIOS de uma placa gráfica ATI/AMD

Março 2017



A placa gráfica do seu computador é um dos componentes mais importantes, principalmente, para os jogadores.

Fazer um flash da sua placa consiste em alterar o seu BIOS, como você faria com a sua placa-mãe.

Existem muitas razões para você fazer o flash da sua placa :

- Alterar a freqüência de maneira definitiva, para alta ou para baixa. Em geral, diminuímos as freqüências em 2D, para obter a placa mais silenciosa possível, em repouso e, aumentamos as freqüências em 3D, para aumentar o desempenho nos jogos, etc.
- Aumentar ou diminuir a tensão. Normalmente, o aumento será feito em 3D, para permitir à placa de subir na freqüência e, assim, melhorar o desempenho (por isso, cuidado com o superaquecimento), enquanto que a queda será feita, ou para reduzir o calor no modo 2D, ou para reduzir o aquecimento em 3D, mas nas freqüências de base.

- Também é possível combinar as duas coisas, ou seja, o aumento da freqüência com, ao mesmo tempo, a redução da tensão; mas, neste caso, você deverá fazer concessões em relação a um dos parâmetros.
- Etc.


Introdução


Atenção, se você não fizer as seguintes manipulações corretamente, elas podem ser fatais para sua placa gráfica!
Além disso, a garantia não cobre um flash de BIOS mal feito! Então, se você fissurou a sua placa e, não está conseguindo fazer o flash com o BIOS original, você pode jogá-la no lixo!

Você é o único responsável por aquilo que você faz!

O uso desta dica, só é recomendado aos que conhecem os procedimentos do flashing e dos perfis gráficos!

É claro que, se é para um oveclocking permanente, você deverá ter testar a estabilidade antes </souligne >

O que é preciso para fazer o flash do BIOS de uma placa gráfica?


Em primeiro, crie uma pasta no desktop chamada "Flashing CG", por exemplo, essa pasta vai armazenar tudo que você precisa para o flashing.

Você precisa do BIOS da sua placa a ser modificada, depois, será mais fácil!

Você pode obter um BIOS no site do construtor (se estiver disponível), se não, você terá que extraí-lo para modificá-lo.

Você também vai precisar de um pen drive menor do que 2 GB (o menor de todos, se possível), porque os pen drives maiores não fazem o flashing do BIOS.

Para extraí-lo, baixe o G-puz.

Execute-o, e clique no pequeno chip à direita da linha "Versão do BIOS".

Agora, salve o arquivo.bin na pasta que você criou anteriormente, dando-lhe o nome da sua placa, neste caso, para a dica, seria o "5850.bin". (Evite o uso de hífens ou outros, faça o mais simples possível)

Se tudo correr bem, você deverá ver Saved XXXXXX bytes to XXXXX.bin.

Pronto, o seu BIOS foi extraído; por hora, ele está no formato ".bin" mas, depois, ele estará no formato ".rom".

Você pode fechar o G-puz.

Downloads necessários


- Radeon Bios Editor ou aqui
- HP USB Disk Storage Format Tool
- Arquivos de arranque Windows 98
- ATI Flash

armazenar na pasta criada anteriormente...

Modificação do BIOS


- Execute o software Radeon Bios Editor (RBE)
- Clique em File e em Load Bios.
-Agora vá buscar o arquivo do BIOS que você acabou de extrair ou que você baixou.

Isso é o que você precisa ter, assim como as informações sobre a sua placa e não a minha, obviamente...


É agora que as coisas começam a ficar mais sérias, já que você vai poder alterar a freqüência e a tensão da sua placa, para cada modo (2D, 3D, UVD, etc.).

- Clique em File e em Save Bios .

-. Dê-lhe um nome, como feito anteriormente, mas desta vez ele será em ".rom".

- Exclua o antigo arquivo ".bin".

- Clique no botão Clock settings.

Para saber a que corresponde cada perfil (informação clock 00, 01, 02, etc.), basta clicar em Power play states structure no perfil da fonte de alimentação em questão.
No canto inferior direito você verá três perfis: baixo, médio, alto.
Este valor corresponde para os States 1 em 2D, decodificação de vídeo, 3D. Estas freqüências são as mais utilizadas, então, se você não domina este assunto, mas ainda quer fazer o flashing da sua placa, comece com esses valores.
Durante o clique, as freqüências / tensões em questão, serão sublinhados com uma cor, para que você possa localizá-las.


Escolha a freqüência / tensão que quiser!

Atenção, respeite as etapas se não quiser acabar com a sua placa, principalmente se você quiser aumentá-las.

Quanto à tensão, vá aumentando aos poucos, de 0,01 ou 0,02V, de preferência, exceto para as grandes máquinas, é claro.

Quanto às freqüências, você pode aplicar as que você testou com o software.

Não esqueça, obviamente, de manter as diversas freqüências e voltagens para cada tipo de uso.

<souligne>/!\ Obviamente, lembre-se de verificar e confirmar se as informações entradas são boas ! Mais de uma vez, para os desligados! /!\
- Quando você terminar de alterar o BIOS, clique em File e Save Bios .

- Dê-lhe o nome new.rom .

Pronto, agora você tem dois BIOS: o original, chamado XXXX.rom e alterado, chamado new.rom .

Preparar o pen drive


- Descompacte a pasta com os arquivos de inicialização do Windows 98, clicando nela, com o botão direito do mouse, para Extrair tudo.
- Desligue todos os armazenadores removíveis.
- Instale o software HP USB Disk Storage Format Tool com as opções padrão, e execute-o.

- Agora, insira o pen drive você usará para o flashing (Cuidado, o pen drive será formatado, para salvar os seus arquivos presentes)
  • Verifique se a formatação foi prevista em FAT32.
  • Marque Create a DOS startup disk.
  • Busque a pasta onde se encontram os arquivos de arranque do Windows 98.


Isso deve dar algo assim


- Se estiver ok, clique em Start. Uma mensagem aparecerá, confirme.

- Quando o pen drive de arranque estiver concluído, uma janela aparecerá, basta clicar em OK.

- Feche o HP USB Disk Storage Format Tool.

Concluindo, é preciso copiar os arquivos necessários para o flashing no pen drive, porque neste caso, temos um pen drive inicializável; mas, fora fazer um arranque com ele, não podemos fazer grandes coisas...

- Descompacte o arquivo ATIFLASH e copie, os dois arquivos presentes , em seu pen drive.

- Copie, também, os dois BIOS no seu pen drive.

Você deverá ver algo assim dentro do seu pen drive:

Flashing d o BIOS


Este é o momento mais emocionante, você não acha?
Por quê? Porque você não deve ter esquecido absolutamente nada, se não a "Placa Gráfica morre!"
Algumas precauções a serem tomadas:
  • Se você tiver um celular, carregue a sua bateria e insira-a.
  • Ligue o seu computador na tomada, além da bateria para celular, para computador fixo, já estará feito.
  • Desligue todos os drivers exceto o seu pen drive


- Inicialize o seu computador e entre no menu seletivo do driver de arranque.
  • Normalmente, ao iniciar o seu computador, estará escrito no canto da tela, se não, peça ajuda no fórum, seção Hardware.


- Depois de iniciar o computador em seu pen drive, aparecerá uma tela preta, escrita assim:
Microsoft(R) Windows 98        
         (C)Copyright Microsoft Corp 1981-1998        
C:\>


Cuidado, você deverá digitar o comando em Qwerty!

Digite:
atiflash -p 0 xxxx.rom

0 = zero e não o
xxxx = nome do BIOS alterado


Isto deve durar apenas alguns segundos.

Uma mensagem aparecerá, dizendo que o BIOS foi atualizado e que você já pode reinicializar o seu PC.
Combine as seguintes teclas: CTRL + ALT + DEL

Pronto, agora basta verificar a estabilidade da sua placa com a nova freqüência e a nova tensão.

Se ela estiver estável, você pode tentar aumentar um pouco mais.
Se não, tente com valores menores.

Só para informação, eu consegui passar de 625/1000 @ 1,00V à 625/1000 @ 0,86V assim como de 100/150 @ 0,90V à 100/150 @ 0,68V.

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 13 de outubro de 2010 às 13:45 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Flashing do BIOS de uma placa gráfica ATI/AMD', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.