Magic Keys

Dezembro 2016




Introdução


Acontece muitas vezes que o sistema se congele e não responda mais à nenhuma solicitação (teclado/mouse), e a única solução que vêm à mente (reflexo Windowniano certamente), é o de pressionar a tecla "reset".

Mas como nós veremos aqui, existe uma série de combinações de teclas que permitem (na maior parte do tempo ) de parar nosso sistema com um mínimo de risco, e no limite, de restringir a perda de dados. É aquilo que se chama as "Magic Keys".

Pré-requisito


É claro que para poder colocar em prática estas combinações mágicas, é preciso que esta opção seja compilada no núcleo. Comecemos verificando esta condição.
Abra um terminal e digite o seguinte comando:
grep "CONFIG_MAGIC_SYSRQ" /boot/config-$(uname -r)

A saída deve parecer com :
CONFIG_MAGIC_SYSRQ=y

Você advinhou, "y" para "yes"

Mas não é tudo. Se em uma distribuição como Mandriva a opção está ativada por padrão, não acontece o mesmo com as outras. É preciso desta forma verificar que a opção está bem ativada. Para tanto, digite no terminal:
cat /proc/sys/kernel/sysrq

Que deve voltar ao valor "1".
Caso contrário (volta ao valor "0"), proceder como segue para ativar( "root") :
echo "1" > /proc/sys/kernel/sysrq
Pode-se utilizar o sysctl no lugar do echo
sysctl -w kernel.sysrq="1"
tem no entanto um inconveniente.
A modificação efetuada com echo ou sysctl será perdido no reinício do sistema.
Para que a configuração seja permanente é preciso editar o arquivo /etc/sysctl.conf seja utilizando um editor de texto e adicionar a linha kernel.sysrq=1 seja utilizando o comando
echo 'kernel.sysrq=1' >> /etc/sysctl.conf

Antes de chegar neste ponto


Quando o sistema se congela (supõem-se que estamos em uma seção X) e antes de colocar em prática o emprego das teclas mágicas, se seu teclado ainda estiver ativo, tente primeiro isto
  • Matar o servidor X graças à combinação de teclas "CTRL + ALT + BACKSPACE" (nos últimos Ubuntu, este atalho torna-se Alt + SysRq + K)
  • Switcher sobre outro console "CTRL + ALT + Fn" (n=1-6)
    • Tentar matar o servidor X (enquanto root) :
      • kill -15 $(pidof X)
      • kill -9 $(pidof X)
      • Se existe uma rede local, tentar conectar-se por "ssh" depois uma outra máquina e tomar o controle de sua área trabalho.

Se todas as tentativas falharam, então é hora de se servir das "Magic Keys".

As Magic Keys


As Magic Keys (ou teclas SysReq) requerem o emprego de uma combinação de três teclas ao mesmo tempo.
A tecla "ALT" (à esquerda da barra de espaço, sem confundir com a tecla "ALT Gr"), a tecla "SysRq" (System Request), esta tecla é a tecla chamada e designada por "Impr écran syst" (no alto à direita das teclas F1 à F12), e enfim de uma terceira tecla entre as seguintes letras :
  • R : Raw Coloca o teclado em modo "raw" (brut). Tente acessar novamente seu teclado.
  • E : tErm SIGTERM. Envia um sinal de término do processo, salvo à init.
  • I : kIll SIGKILL. Envia um sinal a todos os processos, salvo à init.
  • S : Sync Sincronização do disco. Tenta escrever todos os dados não salvos.
  • U : Umount Coloca todos os sistemas de arquivos em modo leitura unicamente. Impede uma verificação do sistema de arquivos no reinício.
  • B : reBoot Reinicia o sistema. Mais apropriado que pressionar em "reset".
  • O : Out para o sistema.
  • L : kilL SIGKILL. Envia un signal de fin à tous les processus, y compris à init.
  • K : Key Envia um sinal de fim para todos os processos de console virtual comum.
  • P : Print Afixa o conteúdo dos registros e dos baners (flags) no console.
  • M : Memory Afixa o conteúdo da memória no console.
  • T : Task Afixa o conteúdo das tarefas em andamento em andamento de execução e das informações que lhe concernem.
  • 0-9 : Number , Parametriza o nível do console de log.
  • H : Help Afixa a ajuda sobre os códigos teclas.


É preciso compreender bem que o emprego das Magic Keys constitui uma seqüência, que estas combinações de teclas devem ser empregadas em uma ordem bem precisa :
Raw, tErm, kIll, Sync, Umount, reBoot (REISUB)
  • Passagem do teclado em modo "brut"
    • Raw
  • Sincronização dos discos
    • tErm
  • Envio de um sinal de parada aos processos
    • kIll
  • Montagem dos sistemas de arquivos em leitura unicamente
    • Sync
  • Envio de um sinal de término aos processos
    • Umount
  • Reboot do sistema
    • reBoot


Note : Eis uma frase mnemotécnica para lembrar-se da ordem da seqüência (em inglês ) : "Raising Elephants Is So Utterly Boring"
Tradução feita por Ana Spadari

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por ninha25. Última modificação: 28 de dezembro de 2010 às 07:38 por ninha25.
Este documento, intitulado 'Magic Keys', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.