Mitos - 1 Kilobyte = 1024 bytes

Dezembro 2016




Mito


1 ko = 1 kilobyte = 1024 bytes

Realidade


FALSO

Explicações


No início da informática, trabalhava-se num nível bem baixo (linguagem próxima ao microprocessador). Ora, este último, trabalhando com bits (base 2), todas as unidades de armazenamento tinham uma potência de 2: 256, 512, 1024...
Não havia outra escolha.

Como 1024 estava "próximo" de 1000, usavamos - por conveniência - a notação « kilo (k) » para designar 1024.
É bem " próximo " de 1024 para que cause problemas.

Mas continua sendo uma aproximação.

Agora que a informática está estreitamente ligada às outras ciências (biologia, física, etc), é fundamental ser preciso.

O BIPM (Escritório Internacional de Pesos e Medidas) é a referência mundial no que se refere às unidades e, em particular, aos fatores (kilo, mega, pico, tera, etc)

A notação kilo (k) é oficialmente de 10 potência 3.

Esta definição é independente da unidade com a qual ela se junta:
Que sejam kilo-gramas, kilo-metros, kilo-Joules, kilo-ampères, kilo-hertz ou kilo-bytes, a definição de "kilo" não varia: É 10 potência 3.

Este mau hábito de kilo-octeto a 1024 ainda está, infelizmente, muito arraigado em informática e é fonte de vários erros de interpretação.

Não cometa enganos, utilize o valor certo :
1 kilobyte = 1000 bytes.
1 kilo-bits = 1000 bits.


Existem prefixos específicos para binário:
1 Kibit = 2 potência 10 bits = 1024 bits
Hoje, estes prefixos são cada vez mais utilizados nos softwares, como o explorador do arquivo Nautilus (incluídos no Gnome, um gerenciador de janelas Linux). No final das contas, esta é uma boa maneira de manter a precisão, embora simples, para o usuários que estão acostumados com este erro.

Portanto, aí vai um aviso para os futuros programadores: pensem em escrever "1 Kio" em vez de "1 Ko", quando quiserem dizer 2^10.

Links



Artigo original publicado por sebsauvage

Veja também

Publicado por pintuda. Última modificação: 24 de fevereiro de 2010 às 14:44 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Mitos - 1 Kilobyte = 1024 bytes', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.