Faça uma pergunta »

AMD Bulldozer: O que sabemos sobre ele

Julho 2015

Os novos AMD Bulldozer (K15) sucederão no patamar meia/alta qualidade aos Phenom II (K10.5). Ele é orientado para a alta qualidade - servidor.

A faixa de entrada/meia gama será representada pelos APU Llano (combinação de um processador e um processador gráfico, K12).

Eles aparecerão no final do verão europeu de 2011, provavelmente em setembro, de 7 a 9 meses após o lançamento do Intel Sandy Bridge.

AMD impos un DNA até o dia 12 de outubro a meia noite.

Especificação técnica


A gravação usada é de 32 nm, em HKMG (processo utilizado pela Intel desde o Core 2).

Notamos o aparecimento de "módulos" com Bulldozer e, não mais núcleos, literalmente. Um módulo é uma fusão de duas unidades em inteiros e uma unidade em flutuantes, cada unidade com sua memória L1 próprios, este com 2 MB de cache L2 compartilhado.

Um módulo não é equivalente a dois núcleos, apesar de que o AMD "vende" um módulo sendo dois núcleos. AMD afirma que o uso de módulos fornece de 80 a 90% dos ganhos em comparação a um verdadeiro dual-core.

Esta tecnologia é chamada de CMT e se opõe ao Hyperthreading da Intel, sendo mais eficaz.

Um Turbo Core v2 também está incluído: as especulações chegam a 500 MHz, quando todos os núcleos são usados, e 1000 MHz no máximo, quando a metade dos núcleos é utilizada!


Como o Pentium 4, o Bulldozer será uma arquitetura de alta freqüência: freqüências superiores a 3 esperadas GHz, além do Turbo (> 4 GHz).

É claro, o poder bruto de um "núcleo" Bulldozer é menor do que o de um núcleo Sandy Bridge e Phenom II na mesma freqüência. Ele se baseia na partilha das unidades e na modularidade.

As instruções e as seguintes características serão introduzidas: instruções SSE (1,2,3,4.1,4.2), AES, AVX e FMA4, assim como um detector de loops como o Nehalem: a execução do código é mais eficaz.

Um Trace Cache que contém instruções decodificadas, como no Sandy Bridge, estaria presente.

O grande ponto fraco dos Phenom II atuais, o sistema da memória, foi completamente redesenhado: o controlador de memória será projetado para a DDR3 - 1866 MHz, os fluxos deste último serão melhorados em 50%, e o cache L3 de 8 MB tornar-se-á "cache vítima". Ele terá uma freqüência de, pelo menos, 2,4 GHz e, provavelmente, latência mais fracas do que nos Phenom II.

O processador terá 1,6 bilhões de transistores: 213 milhões de transistores por módulo, um tamanho de 300 mm ² aproximadamente (menor do que um Phenom II X6). O maior modelo do TDP será de 95 Watts com 125 W. O CoolCore6 permitirá apagar um ou mais módulos, se estes não forem utilizados. De acordo com John Frueh (responsável pela seção de servidores da Opteron), o Watt do TDP seria completamente ajustável.

O soquete oficial será o AM3+, totalmente compatível com o Bulldozer e os processadores AM3 atuais, embora algumas placas-mãe possam funcionar com o Bulldozer (Asus chegou a fazer um BIOS no Crosshair IV para os processadores AM3+): em compensação, alguns recursos (Turbo, economia de energia?) não estarão disponíveis.


Saiba que os chipsets AMD 9xx introduziram o suporte do SLI AMD, e suportam o SATA3!

Gama e preços


A faixa é a seguinte:
- FX-8xxx: 8 núcleos (4 módulos), 8 MB de L2, 8 MB de L3, 95-125 W de TDP
- FX-6xxx: 6 núcleos (3 módulos), 6 MB de L2, 8 MB de L3, 95 W de TDP
- FX-4xxx: 4 núcleos (2 módulos), 4 MB de L2, 8 MB de L3, 95 W de TDP
No ano seguinte, um processador de 19 corações (Komodo) é esperado para rivalisar com os Sandy Bridge-E. Ele sera sobre um soket FM2, e não AM3+.

http://www.gigabyte.com/support-downloads/cpu-support-popup.aspx?pid=3880

As freqüências exatas são desconhecidas.

Está sendo esperado para o ano que vem um processador com 10 núcleos (Komodo) para rivalizar com os Sandy Bridge-E.



Os rumores falam de US $ 320 para os processadores maiores da gama (FX-8130P), US $ 240 para o FX-6110, e US $ 190 para o FX-4110.
http://www.presence-pc.com/actualite/Bulldozer-Llano-Zambezi-43756/

Saiba que a produção do Phenom II X6, vendido pelo mesmo preço dos FX-4xxx/FX-6xxx, foi parado três meses depois do lançamento do Bulldozer.

Desempenho


Infelizmente, as informações são escassas e tendem a confirmar que a versão de oito núcleos estaria no mesmo patamar de um Core i7 2600k.

Várias informações estão circulando:



Saiba que a AMD previu para o Bulldozer uma arquitetura orientada multi-threading. Se no mono-threaded, o Bulldozer está abaixo do Sandy Bridge, devido a um núcleo menos eficaz com a mesma freqüência, a tecnologia CMP irá torná-lo muito melhor quando muitos núcleos serão utilizados, já que esta tecnologia é muito mais eficaz do que o HT da Intel que traz um aumento de desempenho adicional de 30%, no máximo. Além disso, o Bulldozer seria um grande processador para as aplicações profissionais, onde é provável dominar o 2600k, mas o seu projeto irá torná-lo, provavelmente, menos dotado para os jogos. De qualquer maneira, um membro da HFR estima que, com a mesma freqüência, o Bulldozer seria melhor do que um 2600k a partir de 5 threads.

Note também que houve vários passos durante o desenvolvimento do Bulldozer: havia o B0, pouco eficiente segundo os comentários de alguns membros sob o disfarce do NDA. Outros passos (B1, B2) corrigem o tiro, o que explica o atraso da saída. Há também preocupações com o BIOS que tornam certas funções ineficazes e não revelam todo o potencial do processador.

Overclocking


Por enquanto, este ponto é decepcionante porque, embora a arquitetura Bulldozer seja adaptada para as primeiras amostras 32 nm, não sobem muito alto sem a ajuda de uma grande potência.

OBR, overclocker livro tcheco diz que são as placas-mãe que não estão no ponto. Chegou a 4,6 GHz no ar, com uma tensão de cerca de 1,5 V, enquanto que um usuário chinês atinge 6 GHz sob nitrogênio com uma tensão de 1,9 V. A freqüência original, o Bulldozer teria tensões de cerca de 1,3 V.





Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira
Para uma leitura offline, é possível baixar gratuitamente este artigo no formato PDF:
Amd-bulldozer-o-que-sabemos-sobre-ele.pdf

Veja também

Na mesma categoria

AMD Bulldozer: A short intro
Por jak58 em 25 de julho de 2011
AMD Bulldozer: Lo que se sabe de él
Por Carlos-vialfa em 7 de setembro de 2011
AMD Bulldozer : Ce que l'on sait de lui
Por moudubulbe em 1 de julho de 2011
Artigo original publicado por moudubulbe. Tradução feita por pintuda. - última modificação por ninha25
Este documento, intitulado « AMD Bulldozer: O que sabemos sobre ele »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.