Acessórios para fotografar corretamente com flash

Maio 2017

Acessórios para fotografar corretamente com flash


O flash pode salvar muitas situações fotográficas difíceis: uma pessoa na sombra, a iluminação do ambiente muito fraca, câmera tecnicamente limitada ... porém, muitos fotógrafos se recusam a usá-lo, achando esta luz pouco vantajosa, ou até, feia. No entanto, existem acessórios que permitem que você tire o maior proveito desta ferramenta maravilhosa.

O difusor


Um dos maiores problemas do flash é o excesso de brilho sobre o objeto a ser fotografado. O flash é, muitas vezes, forte demais: o difusor pode, então, reduzir a intensidade do flash e homogeneizar a luz branca, especialmente quando o objeto (ou a pessoa) estiver muito perto. Como ponta rígida opaca ou de folha flexível, ele atenua a dureza da flash. Outro truque simples consiste em colocar um guardanapo de papel na frente do seu flash.
Referência: Soft Screen da Lumiquest.

O refletor


Usar o reflexo do flash é uma boa maneira de fornecer uma luz ambiente mais poderosa. Isto requer que seu flash externo seja ajustável (flash do tipo cobra), e dirigí-lo para uma parede ou para o teto. Alguns repórteres também colocam um pedaço de papelão branco com um elástico na vertical, para redirecionar parte dessa luz para o objeto. Os criadores de acessórios também projetaram capacetes para otimizar o uso de um efeito de reflexo do flash.

Referência: Midibouncer da Lumiquest.

A caixa de luz


A caixa de luz é um difusor otimizado. Na frente, encontrmos essa superfície opaca, como uma camada. Dentro, as superfícies prateadas podem redirecionar o máximo de luz e manter uma luz forte. Ao contrário do difusor, a luz é melhor redirecionada.
Referência: Softbox da Lumiquest, Micro Apollo da Lastolite.

 
 

Os filtros de cor


A cor do flash nem sempre corresponde com a luz ambiente em uma cena. É por esta razão que notamos, rapidamente, se um fotógrafo usou-o, ou não. Para compensar e padronizar sua iluminação, o mais simples é ajustar a cor do flash com as lâmpadas do quarto. Por exemplo: com uma iluminação de halogéneo, use o filtro amarelo, neon, filtro azul claro, etc. O filtro de gelatina pode ser encontrado em certas lojas de foto ou de cinema, Lumiquest também vende um kit com filtros e fixação.
Referência: Fxtra da Lumiquest.
 
 
 
 

Alça porta-flash


Quando o flash é colocado logo acima da lente, a luz tende a esmagar os relevos. A ausência de sombras, mesmo suaves, achata as formas de um rosto, por exemplo. Para deportar o flash podemos usar uma barra para ser fixada em sua caixa graças aos parafusos destinados à fixação do aparelho em um tripé. Existem vários tipos, desde barrette plana simples à alça giratória.

O cabo de transmissão


Para deportar um flash, é necessário um cabo para sincronizar o lançamento do flash e o tiro da fotografia. Os cabos fabricados pelas marcas podem manter a medida da luz e a automação (E-ttl, i-ttl, etc). Infelizmente, seu tamanho não passa dos 60 cm. Se você for usar o seu flash manualmente, um cabo sincronizador de flash é suficiente: de 2 a 10m, ele pode ser fixado, de um lado, na tomada da caixa, e de outro, no flash. Se a sua caixa não tiver esta tomada, um pequeno adaptador permite ter esta tomada na na sapata do porta-flash.
Referência: Canon OC-E3, Nikon SC-28, Inter Image, Cabo sincronizado de extensão da Kaiser (3,5 ou 10m).

Sem fio


Para disparar o flash à distância, você pode usar um sistema infravermelho por cerca de 30 €, fabricado pela Inter Image. Infelizmente, o infravermelho tem várias falhas: o âmbito não é enorme e, sobretudo, o sinal é mais sensível à interferências. Ao contrário dos sistemas Canon e Nikon, o que passam dos 150 €, o da Interimage não mantém a medida TTL. Por isso, opte pelo uso manual.
Referência: IRTRIG da Inter Image.
 
 
 
 

Um mini-tripé


Se você deportar o flash, você deverá fixá-lo para que ele fique firme. Os fotógrafos de estúdio usam os tripés de câmera dedicados à luz. Voluminosos, eles não são práticos ao ar livre. O mini tripé é uma boa alternativa, podemos encontrar de todos os tipos e preços. O da Manfrotto, chamado tripé de mesa, custa cerca de 25 € e é evolutivo: você pode adicionar um rótula e uma mini-coluna telescópica.
Referência: Mini tripé 209 da Manfrotto.

 
 
 

Uma imagem de fundo simples


Em modo retrato ou natureza morta, o fundo pode destacar a pessoa de um fundo plano, por vezes, presente demais. Para criar um fundo uniforme, você pode orientá-lo para um papel branco, formato grande, facilmente encontrável em uma loja de ferragens ou de artes plásticas. Se você quiser investir sem problemas, a Colorama fabrica fundos em PVC de 1m x 1m30, de cores diferentes por uns 20 €. O fundo é reutilizável, opaco ou brilhante.
Referência : Colormatt e Colorgloss da Colorama.
 
 

O cinefoil ou blackfoil


Os acessórios para flash são, muitas vezes, bem caros, especialmente para uso ocasional. O snoot, um elaborador em forma de cone, redireciona a luz com precisão. Para fabricar um, você pode usar o cinefoil, uma folha de alumínio opaca, flexível e sólida. O snoot é um exemplo, mas você pode se divertir fabricando muitos acessórios para o seu flash.

Referência: Cinefoil da Rosco.



Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Artigo original publicado por . Tradução feita por pintuda. Última modificação: 25 de julho de 2011 às 08:41 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Acessórios para fotografar corretamente com flash ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.