Instalação do Oracle 11g em Linux Ubuntu

Novembro 2016


Este tutorial apresenta a instalação do Oracle em Linux Ubuntu Hardy Heron 8.04

Download do UBUNTU

A instalação é feita em um UBUNTU 8.0.4.1 com um núcleo 2.6.24-24-generic disponível em download a partir deste link.

Download do Oracle

A versão do Oracle utilizada é a 11gr2 disponível para o download a partir deste link.

Configuração do servidor X

Um servidor X é exigido para a instalação do Oracle. Note que é preciso desativar a opção Recusar as conexões TCP ao servidorX para permiti-las ao servidor de Banco de dados no Desktop. Para desativar esta opção no desktop, é preciso ir ao menu Sistema > Administração > Janela de conexão, em seguida na guia Segurança, desmarque a opção recusar as conexões TPC ao Servidor X. Depois desta operação efetuada é preciso reiniciar o servidor X.

Atualização dos pacotes

É preciso atualizar o UBUNTU, e todos os pacotes. Se você se conectar via ssh passe para o modo root:
#sudo -s
. Lance os comandos:
#apt-get update #apt-get dist-upgrade
. Reinicie
#reboot
.

Instalação dos pacotes de pré-instalação

Um certo número de pacotes é necessário para a instalação do Oracle: build-essential, libaio1, gawk, ksh, libmotif3, alien, libtool, et lsb-rpm. Para instalar basta se conectar em ssh, passar para o modo root e lançar o comando:
#apt-get install build-essential libaio1 gawk ksh libmotif3 alien libtool lsb-rpm

Atualização de Shell

É preciso atualizar o sh para carregá-lo em bash. Para tanto é preciso proceder assim:
# cd /bin # ls -l /bin/sh lrwxrwxrwx 1 root root 4 2008-04-28 19:59 /bin/sh > dash # ln -sf bash /bin/sh # ls -l /bin/sh lrwxrwxrwx 1 root root 4 2008-05-01 22:51 /bin/sh > bash

Atualização da configuração dos usuários sistema

É necessário fazer algumas modificações na configuração do sistema. Colocar-se ao nível do diretórioroot:
# cd  # pwd /root
. Adicione grupos oinstall, dba, nobody
addgroup oinstall 
Adding group 'oinstall' (GID 1001) ...
Done.
# addgroup dba
Adding group 'dba' (GID 1002) ...
Done.
# addgroup nobody
Adding group 'nobody' (GID 1003) ...
Done.
# usermod -g nobody nobody

Adicione o usuário Oracle
# useradd -g oinstall -G dba -p password -d /home/oracle -s /bin/bash oracle 
# passwd oracle
Password changed.
# mkdir /home/oracle
# chown -R oracle:dba /home/oracle


Criação de links simbólicos
# ln -s /usr/bin/awk /bin/awk 
# ln -s /usr/bin/rpm /bin/rpm
# ln -s /usr/bin/basename /bin/basename
# mkdir /etc/rc.d
# for i in 0 1 2 3 4 5 6 S ; do ln -s /etc/rc$i.d /etc/rc.d/rc$i.d;done


Criação de ORACLE_BASE
# mkdir -p /u01/app/oracle 
# chown -R oracle:dba /u01

Atualização da configuração do sistema

É preciso modificar alguns arquivos do sistema que adicionam ao arquivo /etc/sysctl.conf um certo número de parâmetros tal como o tamanho da memória compartilhada:

fs.file-max = 65535 
kernel.shmall = 2097152
kernel.shmmax = 2147483648
kernel.shmmni = 4096
kernel.sem = 250 32000 100 128
net.ipv4.ip_local_port_range = 1024 65535
net.core.rmem_default = 1048576
net.core.rmem_max = 1048576
net.core.wmem_default = 262144
net.core.wmem_max = 262144


Aliás, é preciso integrar ao nível do arquivo /etc/security/limits.confceque segue:

oracle soft nproc 2047 
oracle hard nproc 16383
oracle soft nofile 1023
oracle hard nofile 65535

Enfim, é preciso adicionar ao arquivo /etc/pam.d/login<gras> para validar os parâmetros integrados ao nível de <gras>/etc/security/limits.conf:
session required /lib/security/pam_limits.so 
session required pam_limits.so


Antes de passar para a etapa seguinte, é preciso reiniciar o sistema, o que é recomendado, ou forçar o suporte dos parâmetros adicionados via o comando sysctl -p:

# sysctl -p 
kernel.printk = 4 4 1 7
kernel.maps_protect = 1
fs.inotify.max_user_watches = 524288
vm.mmap_min_addr = 65536
net.ipv4.conf.default.rp_filter = 1
net.ipv4.conf.all.rp_filter = 1
fs.file-max = 65535
kernel.shmall = 2097152
kernel.shmmax = 2147483648
kernel.shmmni = 4096
kernel.sem = 250 32000 100 128
net.ipv4.ip_local_port_range = 1024 65535
net.core.rmem_default = 1048576
net.core.rmem_max = 1048576
net.core.wmem_default = 262144
net.core.wmem_max = 262144

Instalação do Oracle

Depois de ter efetuado as etapas precedentes, basta se conectar enquanto usuário Oracle e executar o diretório Oracle, baixando o executável runInstaller e seguir as etapas seguintes.

Configuração post-instalação

Depois de ter terminado a instalação, será preciso algumas atualizações do arquivo de configuração do sistema:

Adicionar as linhas seguintes ao /etc/profile :
export ORACLE_HOME=/u01/app/oracle/product/11.X.Y/db_home1 
export PATH=$PATH:/u01/app/oracle/product/11.X.Y/db_home1/bin


Adicionar as variáveis de ambiente seguintes:
export ORACLE_BASE=/u01/app/oracle 
export ORACLE_HOME=/u01/app/oracle/product/11.X.Y/db_home1
export ORACLE_OWNR=oracle
export PATH=$PATH:$ORACLE_HOME/bin

Veja também :
Este documento, intitulado « Instalação do Oracle 11g em Linux Ubuntu »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.