O que é cyberbullying?

Agosto 2017




O cyberbullying ou bullying online, são assédios, por meio do computador, celulares, consoles de jogos e muitos outros meios que funcionam com redes internet.
Então, o alerta da Microsoft, tem como alvo em particular os pais em relação aos SUS filhos.
Seus filhos já correm o risco de serem assediados por "bullies", fora de casa: escola, parques, festas, clubes, esporte. Agora é através da internet que isto se passa.
Veja este artigo, para saber mais sobre os "bullies"
A Microsoft, na sua página sobre segurança lista algumas regras. Veja abaixo:
  • Fale sempre com seu filho, e neste caso sobre o bulling online: pergunte e escute as respostas, faça perguntas incisivas para respostas à altura. Explique o que é isso e que assédio acontece também como agressão virtual e que não deve se deixar intimidar, pois você está ali para protegê-lo e esclareça o que pode ser feito por você e pelas instituições de proteção da vida privada na internet. Deixe claro que "contar o que está acontecendo" não será motivo de reprimendas tais como proibir o uso de computador, jogo ou telefone.
  • Socialize o espaço onde é posicionado o computador, o console de jogo: Posicione o computador num espaço em que a família fica e interage. Não confine o computador no quarto, ou se for o caso, insista em que a porta esteja sempre aberta e não ignore o perigo, entra e saia da peça se for possível. Quanto se tratar de adolescentes, pelas suas características, a conversa é o melhor meio.
  • Não ignore os sinais de bulling online: e... sobretudo busque sinais de bulling para poder prevenir, alertar, impedir. Como? Observe seu filho. Ele muda de humor quando está navegando na internet? Ele demonstra medo quando deve sair para a escola, clube...
  • Deixe bem explicito que o bulling não é tolerado nem em casa, nem fora dela: Deixe claro que você não tolera isto e que ninguém deve se deixar intimidar em hipótese alguma e que você está lá para impedir que isso aconteça e, que se acontecer, você está lá para dar um fim naquilo. Explique quais as conseqüências se seu filho não lhe alertar do que pode estar acontecendo e que não existe "banalidade" neste assunto.
  • Uma regra tão velha como a internet, mas tão atual que sempre é uma das mais importantes: as senhas: senhas são criadas para serem guardadas em segredo. A regra número um é o sigilo/ Uma senha não se partilha amigos nem com namorados ou camaradas de classe, nem com ninguém. Explique também que telefones celulares ou laptops são particulares e não se emprestam!
  • A regra da amizade verdadeira e forte: Incentive seu filho a fazer um grupo de amigos forte e solidário, onde uns são responsáveis pelos outros. É uma das mais importantes proteções na internet, a proteção em rede...se um for atacado os outros o defendem, sem vacilar. A intimidação acaba!
  • Sirva-se da proteção oferecida pela própria tecnologia: ative os recursos de seguranças que os sistemas operacionais disponibilizam gratuitamente: Windows 7, Windows Vista, Xbox LIVE e o controlador de mídia digital Zune (em inglês)

Como?
Aja rapidamente, com positividade e segurança. Seu filho deve sentir que você o que está fazendo. Ele precisa confiar que o problema vai ser solucionado e que não teró conseqüência.
  • Não espere para ver se com sua intervenção pessoal virtual, se fazendo presente resultará em algo definitivo, chame:
    • A polícia imediatamente se sentir que seu filho estiver correndo perigo de intimidação física e/ou moral,
  • Deve buscar por todos os meios identificar quem assedia: colega, professor, vizinho, enfim, deve a todo o custo, desvendar a identidade do intimidados. Deve tentar responsabilizar o intimidador: se for um colega de escola, denuncie na escola, no site em que o assedio tem lugar, peça a operadora de fornecimento de telefonia celular para ajudá-lo a desmascarar o intimidador, informe a Microsoft: abuse@microsoft.com
  • Explique ao seu filho não revidar na internet, pois os bullies esperam uma reação. Diga ao seu filho de não entrar no jogo. Fica mais difícil jogar sozinho neste jogo de intimidação.
  • A maioria dos serviços ou programas internet permitem bloquear usuários: bloqueie o intimidador; se não souber como fazer, consulte o suporte técnico dos serviços ou programas através dos quais estejam acontecendo as intimidações.
  • Fique vigilante e guarde todas as provas: e-mails, mensagens vocais. As autoridades podem necessitar delas.

Agressão virtual entre crianças e adolescentes
Guia de segurança online para pais
Não dá para ficar calado
Um em cada cinco alunos já sofreu bulling pela internet
Identifique se seu filho é vitima ou agressor
Esta dica foi baseada no artigo sobre A segurança: cyberbulling da Microsoft

Veja também

Publicado por ninha25. Última modificação: 25 de setembro de 2011 às 17:53 por ninha25.
Este documento, intitulado 'O que é cyberbullying?', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.