Peer-to-peer - Realmente anônimo

Fevereiro 2017

Com os acontecimentos atuais, não é bom utilizar o software do Peer-to-peer, seja ele qual for (Kazaa, Morpheus, Gnutella, WinMX ...).
(veja http://minilien.com/?1swdobxmdu e http://minilien.com/?n3knlht8jc )

Sim, é bom lutar contra o hacking, mas não como eles fazem, atacando porque eles são os mais fortes, os maiores, os mais ricos, e pisoteando o nosso direito à privacidade.

Freenet jà foi mencionado nos fóruns.

É ums sistema de peer-to-peer (compartilhamento de arquivos) um pouco especial.

Ele permite que qualquer pessoa publique informações com diversas vantagens:

- aquele que publica os dados fica totalmente anônimo.
- aquele que consulta os dados também fica anônimo.
- todas as trocas entre as máquinas Freenet são criptografadas, impossíveis de serem espionadas.
- ninguém pode saber o que você consulta ou publica, nem mesmo o seu provedor de acesso.
- ninguém pode saber onde està armazenado um determinado banco de dados. Ele pode estar em qualquer computador da rede da Freenet.
- um mesmo dado é armazenado em vários lugares ao mesmo tempo. Portanto, é impossível censurà-lo cortando certos computadores.
- quando você receber um dado de um endereço IP, é impossível dizer se foi nesse endereço IP que foi armazenado o dado. Ele talvez seja apenas um relé.
- Você está anônimo, mas você tem uma identidade e só você pode publicar um dado na sua Freenet. Ninguém pode publicar um dado no seu lugar.
- cada máquina Freenet armazena dados, mas ela não pode saber de onde eles vem, e o conteúdo é criptografado e fica ilegível.
- resultado: ninguém poderà acusá-lo de abrigar dados ilegais, já que você não sabe que dados você està hospedando!
- nenhuma máquina Freenet pode saber que endereço IP consulta os dados.

Freenet é algo bem pensado: se por um lado ele garante o anonimato e confidencialidade, por outro a censura é impossível.

Porém, a Freenet também tem alguns inconvenientes:

- não existe motor de busca. Você deve ter o endereço do dado para encontrá-lo. (Você também pode postar anonimamente este endereço na Usenet).
- você precisa de uma boa máquina.
- ele é mais lento do que o HTTP sozinho.
- o Freenet não foi testado contra todos os tipos de ataque.

Já posso ouvir algumas pessoas dizendo: "é uma ferramenta para os hackers, terroristas a pedófilos".

E o que você acha disso: "é uma ferramenta para os dissidentes, jornalistas, para aqueles que defendem os direitos humanos nas ditaduras, para aqueles que querem denunciar crimes, abusos, mas que arriscam suas carreiras ou suas vidas se não ficarem anônimos!".

E, finalmente, para você, para mim, por que achamos que somos adultos o bastante para tomarmos decisões. Por que não queremos que outras pessoas decidam em nosso lugar do que temos o direito de ver ou não. Por que achamos que temos senso crítico o suficiente para não engolir cegamente tudo o que é dito na Internet.

Infelizmente, eu não tenho a configuração necessária para executar aFreenet, mas quando eu tiver eu a instalarei sem a menor hesitação.

Freenet não é perfeito, mas parece ser uma das soluções técnicas mais credíveis para garantir a nossa privacidade.
http://www.freenetproject.org/

E se você quiser saber mais sobre o modo de funcionamento do Freenet:
http://www.freenetproject.org/papers/freenet-ieee.pdf


Artigo original publicado por sebsauvage

Tradução feita por Lucia Maurity y Nouira

Veja também

Publicado por pintuda. Última modificação: 2 de outubro de 2011 às 12:31 por pintuda.
Este documento, intitulado 'Peer-to-peer - Realmente anônimo', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.