Linux deverá atender indústria automotiva

MarinaShimamoto - 9 de maio de 2016 - 17:54

Linux deverá atender indústria automotiva

Sistema AGL deverá se tornar principal projeto para transformar setor de carros conectados e autônomos.

(CCM) — O Projeto da Linux Foundation parece mesmo querer revolucionar a indústria de veículos. O chamado AGL é focado em fornecer um sistema operacional para consoles em automóveis. No entanto, a previsão dos responsáveis pelo projeto é de que, além de administrar recursos de veículos autônomos e conectados, também surja um sistema capaz de controlar uma série de outros instrumentos.

Montadoras de nome como Toyota, Mitsubishi e Jaguar Land Rover fazem parte deste ousado processo. Inclusive, as empresas perceberam que elas estão ficando para trás em relação à indústria de eletrônicos e decidiram investir na evolução do setor, explica a Fundação Linux.

O exemplo é a atual interface de navegação de um carro médio e um smartphone moderno. Com o sistema do veículo, o usuário se depara com funções mais lentas e muito mais desajeitadas. Já no dispositivo, os recursos voam em tempo real. Por fim, o preço dos sistemas para carros são absurdamente mais caros do que os potentes dispositivos móveis.

Vale lembrar que esse é apenas o começo, porém, o Automotive Grade Linux tem o objetivo de continuar expandindo seu trabalho para se tornar uma plataforma única para a indústria automotiva, assim como o Android é visto hoje para a indústria de smartphones.

Foto: © Automotivelinux.org
Siga o CCM Brasil no Twitter

Adicionar comentário

Comentários

Comentar